Nº 661

EDUCAR NA ALEGRIA

Termina neste dia 5 de outubro a semana da Educação Cristã que nos convida a descobrir que educar na fé é educar na alegria, na esperança e no amor.

Vivemos tempos de desânimo, de tristeza e resignação, sentimentos relacionados com um forte individualismo e consumismo próprios da nossa cultura.

Há muitos divertimentos mas pouca alegria interior e profunda. Há muitos bens de técnica moderna que distraem, preenchem o tempo e interesses imediatos mas alienam da vida real e criam um mundo próprio em que cada um se fecha e isola dos outros.

A educação cristã leva cada um a sair de si para a realidade, para o mundo e para Deus. Orienta no pleno desenvolvimento da pessoa e no crescimento da solidariedade, e da relação fraterna.

A família é o primeiro lugar de educação humana e cristã. Na fé, elas encontram um firme apoio e uma luz preciosa para vencer o individualismo, a indiferença e a dispersão que hoje ameaçam a união e harmonia dos lares. Na família, os pais e avós enriquecem os filhos e os netos com a herança do cristianismo e, transmitindo e educando, são eles próprios incentivados a crescer e a aprofundar a fé.

A escola é outro lugar essencial da educação colaborando e complementando a missão da família e da comunidade. Pela disciplina de Educação Moral e Religiosa Católica, a luz do evangelho ilumina e fortalece a educação integral da pessoa e proporciona a construção de um projeto de vida alegre. Não deixem, portanto, as famílias e os filhos cristãos de se inscreverem e participarem nesta fonte de formação humana e cristã.

Lugar  fundamental de educação da fé, e base de todos os outros, é a comunidade cristã. Pela catequese e pela celebração litúrgica a comunidade cristã dá a possibilidade de experimentar a fé como um caminho para a vida.

A educação da fé dá a possibilidade de enriquecer a nossa vida com as fontes da alegria que são as Sagradas Escrituras que nos falam de Jesus Cristo, o símbolo da fé e a memória da igreja, fonte de sabedoria; a oração que nos eleva à comunicação com o Senhor.

Pe. Manuel António (Baseado na nota da Comissão Episcopal da Educação Cristã

 

XXVII DOMINGO DO TEMPO COMUM

Virtudes gémeas

Um dia o Senhor Todo-Poderoso convidou para uma festa no Paraíso, todas as Virtudes. Cheias de alegria, rodearam o Trono de Deus, louvando o Senhor, como se se encontrassem na sua própria casa: todas as Virtudes se conheciam...exceto duas. Uma disse à outra:

- Estou contente por te conhecer. Nunca te vi antes. Deves ser uma virtude bastante nova.

- Também eu estou satisfeita por te cumprimentar pela primeira vez. Tu é que deves ser novata nesta família.

Deus, a quem nada escapa, mostrou um rosto pensativo e declarou:

- Como é que vós as duas, as mais belas Virtudes, não se conheciam ainda? Daqui para a frente deveis andar sempre de mãos dadas, para que ninguém fique privado da alegria da vossa companhia.

Sabeis de que Virtudes se tratava? Uma era a Beneficência e a outra o Reconhecimento!

O eco do profeta Isaías ainda se faz ouvir hoje: "Que mais Deus podia fazer à sua vinha que não tenha feito? E quando esperava que viesse a dar uvas, apenas produziu agraços."

E Jesus concluiu: "Ser-vos-á tirado o reino de Deus e dado a um povo que produza os seus frutos."
Quem não agradece não sabe receber. O bem que é feito tem de ser reconhecido pois Beneficência e Reconhecimento são irmãs gémeas.

José David Quintal Vieira, scj

 

 

“São as crianças que, sem falar, nos ensinam as razões para viver. Elas não têm saberes a transmitir. No entanto, elas sabem o essencial da vida.” 


Rubem Alves

 



Manadas
 Ano
Catequista
Dia e hora
1º e 2º
Dália
Sexta-feira 18h
Teodora
Domingo depois da Missa
Manuela
Domingo depois da Missa
Bibiana
Segunda-feira 18h30m
Olga Afonso
Domingo depois da Missa
Gina
Quinta-feira 18h30m
São
Segunda-feira 20h
10º
Maria Adelaide
Domingo depois da Missa
Biscoitos ( Faltam catequistas para o 2º; 4º; 7º e 8º anos)
Ano
Catequista
Dia e hora
Andreia Sousa
Sexta-feira 16h30m
Anabela Santos
Sexta-feira 19h30m
Angelina
Quinta-feira  17h30m
Ângela Gonçalves
Quinta-feira 17h30m
Aldora Brasil
Segunda-feira 17h30m
Ribeira Seca
Ano
Catequista
Dia e hora
Helena Amaral / Mónica Amaral
Segunda-feira 16h
Paula Ramos /Alexandrina Azevedo
Segunda-feira 16h30m

Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 661

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 1086

Pensamento da Semana

PENSAMENTO DA SEMANA

 

Quando DEUS quis criar peixes, falou com o mar.

Quando DEUS quis criar árvores, falou com a terra.

Mas quando DEUS quis criar o homem, ELE voltou-se para Si mesmo. Então, DEUS disse: Façamos o homem à nossa imagem e semelhança.

Observa que:

Se tiras um peixe da água, ele morrerá; e quando removes uma árvore do solo, ela também morre.

Da mesma forma, quando o homem está desconectado de DEUS, ele morre.

DEUS é o nosso ambiente natural.

Fomos criados para viver na Sua presença.

Temos de estar conectados a Ele porque é apenas Nele que a vida existe.

Vamos ficar conectados com DEUS.

Lembremo-nos que água sem peixe ainda é água, mas peixe sem água não é nada.

O solo sem árvore ainda é solo, mas a árvore sem solo não é nada…

DEUS sem homem ainda é DEUS, mas o homem sem DEUS não é nada.

 

Autor desconhecido

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

Visitas


Ver Estatísticas