Nº 487

 

COMUNICAR, HOJE…

 
Hoje é o Dia Mundial das Comunicações Sociais.
O tema para este ano é: “Era digital: Revolução na Cultura e na Sociedade”.
A mensagem do Papa para este dia encontra-se nos vários sites da Igreja e pode ser facilmente encontrada, por isso, não a vou citar aqui, neste pequeno Boletim.
“Carta Familiar” também se insere neste âmbito da Comunicação Social. Está na Internet e tem uma distribuição pelas paróquias da ilha de 850 exemplares na vertente escrita. Quem costuma visitar o Site, pode notar que está muito perto dos 20.000 visitantes em, aproximadamente, dois anos. A sua publicação tem já 11anos e deve ser uma das publicações da ilha que teve maior duração.
É com alegria que partilho com todos os que procuram a leitura na versão em papel e a versão na Internet. A todos agradeço por procurarem a Carta Familiar, a levarem e muitos que vão guardando os seus exemplares todas as semanas. Por vezes encontro quem me diz que tem todos, ou quase, todos os números. Agradeço aos que incentivam por palavras e por mensagem. São formas de mostrar que alguém dá valor ao trabalho e ao tempo que se dedica a estas obras por mais pequenas e simples que sejam.
Vivemos na era da grande comunicação e este boletim é uma forma de ir ao encontro das pessoas e transmitir a mensagem em que acreditamos. Mas, percorrendo esta área encontramos formas de dar lugar a todos para se relacionarem entre si. Parece que está ao alcance de todos transmitir as suas ideias, publicando os seus escritos, mostrando pedaços de vida através de fotografias, dando a conhecer o seu perfil, o que gosta e não gosta, escolher os amigos. São muitas as possibilidades de conhecer e se dar a conhecer.
Há palavras que são conhecidas e usadas por quase todos: Internet, blogues, facebook… Um mundo novo de ideias e oportunidades está, praticamente, ao alcance de um clique.
É um grande triunfo podermos criar, publicar, explorar, esclarecer, aprofundar… Saber que isto não é privilégio de uma minoria, que está ao alcance de todos. Ver como as ideias circulam e a rapidez com que chegam a qualquer parte do mundo...
É fundamental saber usar todo este potencial que está ao alcance de todos. Tudo depende da forma como usamos e para que usamos. Ter sempre em vista o bem , o desenvolvimento da pessoa.
Deus deu-nos esta possibilidade de criar e comunicar assim o saibamos aproveitar bem.
Pe. Manuel António

ASCENSÃO DO SENHOR

Tema:

A Festa da Ascensão de Jesus, que hoje celebramos, sugere que, no final do caminho percorrido no amor e na doação, está a vida definitiva, a comunhão com Deus. Sugere também que Jesus nos deixou o testemunho e que somos nós, seus seguidores, que devemos continuar a realizar o projecto libertador de Deus para os homens e para o mundo.
O Evangelho apresenta o encontro final de Jesus ressuscitado com os seus discípulos, num monte da Galileia. A comunidade dos discípulos, reunida à volta de Jesus ressuscitado, reconhece-O como o seu Senhor, adora-O e recebe d’Ele a missão de continuar no mundo o testemunho do “Reino”.
Na primeira leitura, repete-se a mensagem essencial desta festa: Jesus, depois de ter apresentado ao mundo o projecto do Pai, entrou na vida definitiva da comunhão com Deus – a mesma vida que espera todos os que percorrem o mesmo “caminho” que Jesus percorreu. Quanto aos discípulos: eles não podem ficar a olhar para o céu, numa passividade alienante; mas têm de ir para o meio dos homens, continuar o projecto de Jesus.
A segunda leitura convida os discípulos a terem consciência da esperança a que foram chamados (a vida plena de comunhão com Deus). Devem caminhar ao encontro dessa “esperança” de mãos dadas com os irmãos – membros do mesmo “corpo” – e em comunhão com Cristo, a “cabeça” desse “corpo”. Cristo reside no seu “corpo” que é a Igreja; e é nela que Se torna, hoje, presente no meio dos homens.
(Dehonianos)
 

MEDITAR

LOBOS INTERNOS

Um avô disse ao seu neto, que se chegou a ele com raiva de um amigo que lhe havia feito uma injustiça: "Deixa-me contar-te uma história. Eu mesmo, algumas vezes, senti grande ódio daqueles que me "aprontaram" tanto, sem qualquer arrependimento daquilo que fizeram. Todavia, o ódio corrói-te , mas não fere o teu inimigo. É o mesmo que tomares veneno, desejando que o teu inimigo morra. Lutei muitas vezes contra estes sentimentos".
E o avô continuou contando ao neto: "É como se existissem dois lobos dentro de mim. Um deles é bom e não magoa. Ele vive em harmonia com todos ao redor dele e não se ofende quando não se teve intenção de ofender. Ele só lutará quando for certo fazer isso, e da maneira correcta.
Mas, o outro lobo, ah!, esse é cheio de raiva! Mesmo as pequeninas coisas o lançam num ataque de ira! Ele briga com todos, o tempo todo, sem qualquer motivo. Ele não pode pensar, porque a sua raiva e o seu ódio são muito grandes. É uma raiva inútil, pois sua raiva não irá mudar coisa alguma! Algumas vezes é difícil conviver com estes dois lobos dentro de mim, pois ambos tentam dominar o meu espírito".
A criança olhou intensamente nos olhos do seu avô e perguntou:
"Qual deles vence, avô?"
O avô sorriu e respondeu baixinho:
"Aquele que eu alimento".
Autor desconhecido
 

CONTO (355)

 

OS CEGOS

Era uma vez uma cidade onde todos os seus habitantes eram cegos.
Passou por ali um rei que trazia consigo um grande e imponente elefante. Foi um grande acontecimento, pois nunca naquelas paragens tinha estado um elefante. Três pessoas aproximaram-se com o desejo de conhecer esse animal. Como eram cegos, quiseram apalpá-lo. E uns tocaram num membro, outros noutro, ficando cada qual a conhecer apenas uma parte do elefante.
Servindo-se apenas do tacto, cada qual teve que fazer uma ideia de como seria esse animal.
Aquele cego que tocou na orelha disse aos colegas:
- O elefante é um animal que tem a forma de um tapete áspero e comprido.
Aquele que tocara na tromba disse:
- O elefante é um animal parecido com um tubo vazio.
Aquele que tinha tocado nas grandes patas do animal, disse:
- O elefante é um animal que tem a forma de colunas bem torneadas.
in, TUTTI FRUTI de Pedrosa Ferreira
 
 

 

DEUS NÃO É BOMBEIRO!
 
Uma das tentações humanas diante de Deus é o de querê-Lo a serviço de suas urgências que não passam, às vezes, de pequenas esquisitices. Quando não atendidas, a pessoa, além de frustrada, arroga-se o direito de vituperá-Lo. Nada mais impróprio e impertinente! Como se Deus fosse um criado sempre a postos para atender nossas precisões!

Diante de Deus, somos pobres mendigos e não senhores, adoradores de Sua santidade e não mandatários de Suas graças. A Ele devemos louvar e não dar ordens.
 
Pe. Neylor J. Tonin
 

 

INFORMAÇÕES

 

CAMPANHA DE SOLIDARIEDADE - CABO VERDE

            A Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários de Velas vai oferecer uma Ambulância aos Bombeiros Municipais do Mindelo. Ilha de S. Vicente em Cabo Verde.
            A fim de completar o contentor que transportará a referida viatura, vamos proceder a uma campanha de recolha de donativos (roupas, calçado, brinquedos, livros, material escolar, etc.).
            Relativamente a roupas, não convém roupas de lã, visto o clima ser quente.
            Os donativos poderão ser entregues nos Bombeiros de Velas.
   Agradecendo a colaboração que vier a ser dada.
 

MATRÍCULAS

Encontram-se abertas, até ao dia 15 de Junho, as matrículas para quem vai frequentar pela primeira vez o 1º Ciclo e o Jardim de Infância. As matrículas serão feitas na EB1/Jl da Calheta entre as 16 e as 17 horas. Devem trazer os seguintes documentos: fotocópia do BI ou do Cartão de Cidadão; Fotocópia de beneficiário do subsistema de saúde do aluno (ADSE; Segurança Social; etc); Boletim de Vacinas actualizado. Relembro que a disciplina de Moral começa no 1º ano de escolaridade e que mostramos apreço pelos valores cristãos se os procuramos transmitir desde os primeiros anos de ensino.
 

FESTA DO ESPÍRITO SANTO

A Comissão de Festas da Calheta, convida a comunidade para o terço do Espírito Santo no Império, a partir do dia 5 de Junho, pelas 21 horas e para as “Sopas do Espírito Santo”, que serão servidas na Casa do Povo (Casa da Lavoura) da Calheta, no dia 12 de Junho. Convida as crianças a participar no cortejo e coroação.

Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 487

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 827

Pensamento da Semana

Dá-nos um coração claro que veja o céu aberto
e o mundo como os olhos de uma criança,
olhos de confiança e de descoberta
que nos salvem dos hábitos.

 

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas