Nº 658

SEMENTES DE FÉ

Seguindo o meu caminho, as Tuas sementes, Senhor, caíram um dia no meu coração ainda duro e pedregoso e embora tenham despertado qualquer coisa em mim, na minha inconstância, rapidamente as deixei secar quando, de novo, vieram as tribulações deste mundo. 

Mais à frente, as Tuas sementes, Senhor, caíram à frente dos meus olhos e, embora as tenha visto pela primeira vez, os espinhos do meu pecado e das minhas trevas, sufocaram-nas com a dor que dilacerava o meu coração. 

Cheguei, então, a uma encruzilhada e desnorteada parei pois não sabia para onde ir. Ali parada, de olhos fechados, deixei-me sucumbir sob o peso do meu desespero e estava pronta a desistir mas Tu, na Tua infinita misericórdia, ouviste o meu clamor e vieste, mais uma vez, ao meu auxílio. 

 Lançaste, novamente, as Tuas sementes de amor, tantas vezes desprezadas por mim, e, desta vez, ouvi-as cair, fui atrás delas e recolhi-as, irriguei-as com as lágrimas do meu arrependimento e plantei-as no meu coração ainda pedregoso e cercado de espinhos mas renovado pelo Teu Espírito.

Pouco a pouco, aninhadas nessa réstia de amor e de esperança que ainda viviam em mim, elas fortaleceram-se, cresceram e com elas renasci… do medo à confiança. 

Bendita é toda a palavra que sai da Tua boca, Senhor, pois, como a semente que cai em boa terra (cf. Mt 13, 8), não volta sem ter produzido o seu efeito, sem ter cumprido a Tua vontade, sem ter realizado a sua missão (cf. Is 55, 11). 

Bem-aventurada sou eu porque puseste os olhos na humildade da Tua serva e fizeste em mim maravilhas (cf. Lc 1, 48-49), capacitaste os meus ouvidos para ouvir a Tua palavra e o meu coração para a acolher para que, a Teu tempo, possa dar frutos (Mt 13, 8).

 Raquel Dias

 

FESTA DA EXALTAÇÃO DA SANTA CRUZ

A liturgia deste dia, Festa da Exaltação da Santa Cruz, convida-nos a contemplar a cruz de Jesus. Ela é a expressão suprema do amor de um Deus que veio ao nosso encontro, que aceitou partilhar a nossa humanidade, que quis fazer-se servo dos homens, que se deixou matar para que o egoísmo e o pecado fossem vencidos. Oferecendo a sua vida na cruz, em dom de amor, Jesus indicou-- -nos o caminho para chegar à vida plena.

A primeira leitura fala-nos de um Deus que nunca abandona o seu Povo em caminhada e que está sempre lá, ajudando-o a perceber o sem sentido das suas opções erradas e convidando-o continuamente a nunca parar nessa busca da vida e da verdadeira liberdade. A serpente de bronze levantada sobre um poste, através da qual Deus dá vida ao seu Povo e o protege das forças destruidoras que ele enfrenta ao longo da sua peregrinação pelo deserto, traduz a vontade de Deus em dar vida ao homem; e é, por outro lado, um símbolo dessa força salvífica que se derrama da cruz de Cristo - o homem levantado ao alto para dar vida a todo o mundo.

Na segunda leitura, Paulo apresenta aos crentes de Filipos uma leitura da incarnação de Cristo. Jesus, o Filho amado de Deus, prescindiu do orgulho e da arrogância, para escolher o caminho da obediência ao Pai e do serviço aos homens, até ao dom da vida. A cruz é a expressão máxima desse caminho e dessa opção. É esse mesmo caminho de vida que os crentes de todas as épocas e lugares são convidados a acolher e a percorrer.

No Evangelho, João recorda-nos que Deus nos amou de tal forma, que enviou o seu Filho único ao nosso encontro para nos oferecer a vida eterna. Convida-nos a olhar para a cruz de Jesus, a aprender com ele a lição do amor total, a percorrer com ele o caminho da entrega e do dom da vida. É esse o caminho da salvação, da vida plena e definitiva.

 

MEDITAR

 

SABE BEM

"Sabe bem ver um sorriso sincero

Sabe bem acreditar que é possível a felicidade aqui e agora

Sabe bem sentir que fazemos parte de alguns sorrisos, nem que seja só um bocadito

 

Sim, há vidas muito duras,

Sim, há gente cruel,

gente que leva escrita no rosto mil histórias cruéis que sofreram

mil histórias cruéis protagonizadas por gente cruel

 

Mas há dias, muitos, em que...

... sabe bem ver rostos luminosos

olhos que sorriem

abraços que dão

gente das mesmas gentes

mas livres

e mais livres

e mais livres

Sabem quebrar essa corrente, esse condão maldito e diabólico

das mil histórias cruéis que ferem os rostos, os olhos, os abraços

quebram essa corrente que prendem e que não deixam respirar e sorrir

 

Os Livres são como chuva miudinha ou brisa fresca em dias de demasiado calor

 

Sabe bem acreditar que sim

SIM! É POSSÍVEL SER FELIZ

E NÃO TER MEDO DISSO!

Do blog Anawîm

 

 

CONTO (518)

 

UM PEDAÇO DE BOLO!

Às vezes perguntamo-nos: "O que eu fiz pra merecer isto?" Ou... "Por que é que Deus tinha de fazer isto logo a mim?"

A filha contava  à Mãe como tudo estava errado. A prova de matemática tinha corrido mal... O namorado resolveu terminar com ela e a sua melhor amiga estava de mudança para outra cidade.

Em horas de amargura, a mãe sabia que poderia agradar a filha preparando-lhe um bolo. Naquele momento não foi diferente. Abraçou a filha e levou-a à cozinha, conseguindo arrancar da filha um sorriso sincero.

Logo que a mãe separou os utensílios e ingredientes para fazer o bolo e colocou –os na mesa, perguntou à filha:

- Querida, queres um pedaço de bolo? - Mas já, mãe? É claro que quero. Os seus bolos são deliciosos...

- Então está bem, respondeu a mãe. Toma um pouco de óleo de cozinha! Assustada, a filha respondeu:

 - Credo, mãe!

- Que tal então comer uns ovos crus, filha?

- Que nojo...mãe!

- Queres então um pouquinho de farinha de trigo ou bicarbonato de sódio?

 - Mãe, isso não presta!

A mãe então respondeu:

 - É verdade, todas essas coisas parecem ruins sozinhas, mas quando as colocamos juntas, na medida certa... Elas fazem um bolo delicioso!

Deus faz as coisas e acontecimentos da vida da mesma maneira.  Às vezes perguntamos por que é que Ele quis que nós passássemos por momentos difíceis, mas Deus sabe que quando Ele põe todas essas coisas na ordem exata, elas sempre nos farão bem. A gente só precisa confiar n’Ele e todas essas coisas ruins se tornarão algo fantástico! Deus é louco por ti. Ele  manda-te flores todas as primaveras... O nascer o Sol todas as manhãs... E sempre que quiseres conversar, Ele vai ouvir-te! Ele pode viver em qualquer lugar do universo, e Ele escolheu o teu coração!

 

As Tuas sementes, Senhor, caíram um dia na estrada da minha vida mas, na minha descrença, pontapeei-as para fora do meu caminho porque, orgulhosamente só, via sem ver e ouvia sem ouvir nem entender. (cf. Mt 13, 13)

Alguma coisa me ajudou. É a ausência de provas da existência de Deus, Deus escondido. Para mim, esta ausência de provas é a primeira prova: porque, se Deus respeita o Homem, Ele deve querer da nossa parte uma adesão livre: Ele não nos deve meter numa obrigação de crer n’Ele.

Henri-Georges Clouzot

 


INFORMAÇÕES

CÁRITAS SANTA CATARINA

Estão abertas as inscrições para o ATL. Os interessados devem dirigir-se à Cáritas, nos dias úteis, entre as 9 e as 17 horas. Devem levar o Cartão de Cidadão do aluno e Declaração de Rendimentos do agregado familiar.

 

 BAZAR DO BOM JESUS - FAJÃ GRANDE

Pede-se a colaboração para o Bazar da Festa do Bom Jesus na Fajã Grande. Os prémios podem ser entregues à Vera Paiva ou à Susana Paiva.

 

RECEITA - 1.293,00€DA FESTA DA RIBEIRA DO NABO

 

 FESTA DE NOSSA SENHORA DAS DORES

FAJÃ DO OUVIDOR

Tríduo - 17, 18 e 19 de setembro às 20 horas.

 

Festa dia 21 de setembro: - Eucaristia de festa às 14 horas, seguida de procissão.

 

FESTA DE SÃO MATEUS

URZELINA

Dia 21 de setembro - Eucaristia de festa às 17 horas seguida de procissão.

 


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 658

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 658

Pensamento da Semana

Alguma coisa me ajudou. É a ausência de provas da existência de Deus, Deus escondido. Para mim, esta ausência de provas é a primeira prova: porque, se Deus respeita o Homem, Ele deve querer da nossa parte uma adesão livre: Ele não nos deve meter numa obrigação de crer n’Ele.

Henri-Georges Clouzot

 

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas