Nº 858

 Hoje não é apenas mais um dia

 
O dia de hoje é precioso porque é o único em que podes viver. O passado e o futuro estarão sempre para lá do que podes viver.
 
Vive as alegrias e os sofrimentos. Vive. Não deixes o tempo passar, agarra-o. Amarra-o a ti. Fá-lo teu. Constrói aquilo que os ventos dos séculos não destroem. Semeia a eternidade em cada hora. Ela há de nascer.
 
Abre os olhos e vê. Há histórias e milagres onde quer que o teu olhar repouse. Lê-os. Aprende a abrir o teu coração ao céu. Quem não consegue ver Deus nesta vida não terá outra vida onde O possa encontrar depois.
 
Abençoa os outros com o teu olhar e o teu sorriso. Abraça-os com todo o amor de que és capaz. Dá-lhes a paz. Que a tua presença seja divina para o outro.
 
A morte aponta para a verdade absoluta que a vida revela: a beleza transcendente e frágil que somos, bondade sublime que se pode desvanecer a qualquer instante.
 
Há quem passe toda a vida infeliz a acreditar que o dinheiro pelo qual anseia é a única porta que se abre para o paraíso com que sonha. Condena-se a si mesmo, de forma justa ou injusta.
 
Quando sentem a morte por perto, alguns julgam que é tempo de tirar o máximo prazer de tudo; outros sentem que é tempo de equilibrar, perdoar e pedir perdão. Os primeiros julgam que não há nada depois; os segundos acreditam que este mundo faz parte de outro, maior, onde viverão os que souberam viver a vida que aqui lhes foi dada.
 
Cada um de nós foi concebido num instante exato. Assim, também será num outro momento certo que este nosso corpo perderá o sopro da vida.
 
Hoje é o tempo de responderes ao dom da tua vida. Tornando-o teu. Merecendo-o e vivendo-o como se fosse toda a tua vida. Se conseguires, terás feito do teu dia um bom dia. Porque te terás feito bom e revelado o sentido da tua vida.
 
José Luís Nunes Martins
 
XV DOMINGO DO TEMPO COMUM
Dois amigos
Jesus enviou os seus discípulos dois a dois, isto é, como amigos. De facto, ser discípulo de Cristo é ser amigo e testemunhar a amizade.
Um homem sonhou que estava a subir uma íngreme montanha com o seu cão. Os dois cansados e com muita sede viram a certa altura um portão. O homem perguntou ao vigilante: 
– Que lugar é este, tão lindo?
– Isto é o céu.
– Que bom! Podemos beber da fonte?
– Você sim, o seu cão não. É proibida a entrada de animais.
O homem ficou desiludido pois era grande a sede mas não quis beber sozinho deixando o seu fiel amigo com sede e prosseguiu o caminho.
Mais à frente surgiu uma porta mais estreita.
– Bom dia, podemos beber da fonte, eu e o meu cão?
– Sim, bebei à vontade.
– Obrigado! A propósito, como se chama este lugar?
– Céu, respondeu o vigilante.
– Céu?! Mas disseram-nos que o céu era lá atrás.
– Lamento, aquilo era o inferno.
– Mas então, essa informação falsa deve causar grandes confusões.
– De forma nenhuma. Fazem-nos até um grande favor porque lá ficam aqueles que são capazes de abandonar os seus melhores amigos.
Onde 2 ou 3 estiverem reunidos em Seu nome, Cristo estará no meio deles porque estarão no Céu ou o Céu estará neles.
Pe. José David Quintal Vieira, scj.
 
MEDITAR
Quando Maria nos deu o escapulário
O Monte Carmelo fica na Terra Santa e o seu nome quer dizer jardim ou pomar. Ele é considerado sagrado desde tempos imemoriais Mq 7,14), mas tornou-se particularmente célebre pelas ações do profeta Elias (1 Rs 18), que ali defendeu a fé do povo escolhido diante dos assédios pagãos. Elias permaneceu no Monte Carmelo, com os seus discípulos, vivendo de maneira contemplativa como eremitas.
Essa vida de oração inspirou, centenas de anos depois, já no século XI da nossa era, a fundação de uma ordem religiosa chamada Ordem dos Irmãos da Bem-Aventurada Virgem Maria do Monte Carmelo, ou, abreviando, Ordem do Carmo. Nasciam assim os carmelitas.
Tempos depois, foram expulsos dos Monte Carmelo pelos muçulmanos, os carmelitas espalharam-se por várias regiões da Europa, onde passaram por grandes dificuldades. Os frades carmelitas encontravam forte resistência de outras ordens religiosas para a sua inserção. Eram hostilizados e até satirizados pela sua maneira de se vestir.
No século XIII, um dos superiores gerais da ordem foi São Simão Stock, homem de fé e grande devoto de Nossa Senhora. No dia 16 de julho de 1251, quando rezava no seu convento de Cambridge, na Inglaterra, São Simão pediu a Nossa Senhora um sinal de sua proteção que fosse visível também para os seus adversários. Teve então uma visão em que Nossa Senhora lhe entrega o escapulário, com a promessa:
“Recebe, filho amado, este escapulário. Todo o que com ele morrer, não padecerá a perdição no fogo eterno. Ele é sinal de salvação, defesa nos perigos, aliança de paz e pacto sempiterno”.
escapulário era o avental usado pelos monges durante o trabalho para não sujar a túnica. Colocado sobre as escápulas (ombros), é uma peça do hábito que ainda hoje todo carmelita usa.
 
CONTO (659)
 
A fábula do Rato
Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e a sua esposa a abrir um pacote. Pensou logo no tipo de comida que teria lá dentro.
Ao descobrir que era uma ratoeira ficou aterrorizado.
Correu ao pátio da fazenda avisando todos:
- Há uma ratoeira em casa, uma ratoeira em casa!
A galinha disse:
- Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda.
O rato foi ter com o porco e disse:
- Há uma ratoeira em casa, uma ratoeira !
- Desculpe-me Sr. Rato, disse o porco, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser orar. Fique tranquilo que o Sr. será lembrado nas minhas orações.
O rato dirigiu-se à vaca. E ela disse-lhe:
- O quê? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não!
Então o rato voltou para casa abatido, para encarar a ratoeira. Naquela noite ouviu-se um barulho, como o da ratoeira que apanhou uma vítima.
A mulher do fazendeiro correu para ver o que tinha caído na ratoeira.
Como estava escuro, ela não viu que a ratoeira tinha apanhado a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra mordeu a mulher… O fazendeiro levou-a imediatamente para o hospital. Ela voltou para casa com febre.
Todos sabem que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha. O fazendeiro pegou numa faca e foi providenciar o ingrediente principal.
Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la.
Para alimentá-los, o fazendeiro matou o porco.
A mulher não melhorou e acabou por morrer.
Muita gente veio ao funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar toda aquela gente.

 PENSAMENTO DA SEMANA

 

O teu problema não é a opinião dos outros; o problema é a opinião que tens sobre a opinião dos outros.

O problema não é que tenhas medo de não ser aceite; o problema é que ainda não te aceitas a ti mesmo... e talvez andes a esconder isso de ti próprio dizendo que são os outros - são sempre os outros - o problema.

Experimenta isto: começa por ti: reconhece, aceita, abraça tudo o que és.

Se fores humilde serás verdadeiro.

Se fores verdadeiro, serás livre.

Se fores livre, serás a torrente de vida que deseja manifestar-se em ti!

 João Delicado


 INFORMAÇÕES

 
ADORAÇÃO DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO
MANADAS - 5ª feira, 19 de julho, das 10 horas às 11 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.
RIBEIRA SECA - 6ª feira, 20 de julho, das 18 horas às 19 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.
 
MANADAS
Festa de Nossa Senhora do Guadalupe às 12 horas Missa, seguida de arrematações e Procissão.
 
CLÍNICA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DA CALHETA
A Direção da Associação de Bombeiros Voluntários da Calheta informa que estará na Clínica da Instituição a Dr.ª Renata Gomes, cardiologista, em julho; Dr.ª Maria Graça Almeida, ginecologista e obstetra, em julho; Dr. Rui Amaral, imagiologia e radiologista, em julho; Dr.ª Lurdes Sousa, dermatologista, 28 e 29 de agosto; Dr. Brasil Toste, otorrinolaringologista, em agosto; Dr.ª Alexandra Dias, Pediatra, em setembro; Dr. Carlos Aguilar, oftalmologista, em julho e agosto; Dr.ª Paula Pires, neurologista e neuropediatra, em outubro;   Dr. Tiago Ribeiro, Osteopata, 8 de de 8 de outubro a 22 de dezembro; Elisabel Barcelos, psicóloga clínica e formadora, nas áreas de avaliação psicológica de condutores (testes psicotécnicos), avaliação psicológica, acompanhamento psicológico e formação em temas ligados à saúde mental e/ou psicologia, às quintas e sextas.
Os interessados podem fazer as suas marcações para os números 295 460 110/ 295460111.

Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 858

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 858

Pensamento da Semana

 PENSAMENTO DA SEMANA

 

O teu problema não é a opinião dos outros; o problema é a opinião que tens sobre a opinião dos outros.

O problema não é que tenhas medo de não ser aceite; o problema é que ainda não te aceitas a ti mesmo... e talvez andes a esconder isso de ti próprio dizendo que são os outros - são sempre os outros - o problema.

Experimenta isto: começa por ti: reconhece, aceita, abraça tudo o que és.

Se fores humilde serás verdadeiro.

Se fores verdadeiro, serás livre.

Se fores livre, serás a torrente de vida que deseja manifestar-se em ti!

 João Delicado

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas