Nº 1096

 

Os sacerdotes ao serviço do povo de Deus nesta Ilha de São Jorge, desejam a todos uma

 

 

SANTA PÁSCOA

 

Quem ama até à morte nasce para a plenitude da vida.

Felizes as pessoas que sabem gastar a vida pelas causas do amor...

Não pode permanecer na morte quem gasta a sua vida pelo amor.

Dançaremos eternamente a música do amor com o jeito que aprendermos agora.

Calmeiro Matias

 

MEDITAR

Ressurreição do Senhor

A Páscoa chegou até nós, através dos olhos e da fé das mulheres que tinham seguido Jesus, numa madrugada cheia de surpresas, correrias e medos. Maria de Magdala e Maria de Tiago saem de casa na hora entre a escuridão e a luz, o mais rápido possível, com a urgência de quem ama. E foram visitar o túmulo.

De mãos vazias, simplesmente para visitar, ver, olhar, demorarem-se, tocando a pedra. E eis que houve um grande terremoto e um anjo desceu: concordância da terra e do céu, e a pedra rolou, não para Jesus sair, ele já tinha saído, mas para mostrar às mulheres: vinde, olhai para o lugar onde jazia.

Não é um túmulo vazio que torna plausível a ressurreição, mas o encontro com Ele vivo, e o anjo continua: Sei que procuram Jesus, ele não está aqui! Que belo isso: não está aqui!

É, existe, vive, mas não aqui. Deve ser procurado fora, noutro lugar, diferente, anda pelas ruas, é o vivo, um Deus a ser apreendido na vida. Em todos os lugares, exceto entre coisas mortas.

Está nos sonhos de beleza, em cada escolha por um amor maior, no ato de gerar, nos gestos de paz, nos abraços dos apaixonados, no choro vitorioso da criança que nasce, no último suspiro de moribundo, na ternura com que se trata um doente.

Às vezes tenho um sonho: que no Santo Sepulcro está um diácono que anuncia para repetir as palavras do anjo aos que procuram: não está aqui, precede-vos. Está fora, está à frente. Procurai melhor, com novos olhos. Precede-vos na Galileia, onde tudo começou, onde pode ainda recomeçar.

O anjo pressiona: parti, Ele confia em vós, ele espera -vos e juntos experimentarão apenas começos. Precede-vos: a ressurreição de Jesus é uma novidade absoluta no que diz respeito aos milagres da ressurreição de que fala o Evangelho. Para Lázaro, foi um retorno à sua vida anterior, quase um retrocesso.

A de Jesus, ao contrário, é um caminho a seguir, entra numa nova dimensão, protagonista da longa migração da humanidade rumo à vida de Deus. A ressurreição não é uma invenção das mulheres.

Mil vezes mais fácil, mais convincente, teria sido fundar o cristianismo na vida de Jesus, totalmente dedicada ao próximo, à cura, ao encorajamento, a remover barreiras e preconceitos. Uma vida boa, bela e feliz, para ser imitada.

Muito mais fácil fundá-lo na paixão, na sua forma corajosa de se colocar perante o poder religioso e político, de morrer perdoando e confiando.

A ressurreição, fundamento sobre o qual a Igreja permanece ou cai (stantis vel cadentis ecclesiae) não é uma escolha dos apóstolos, é um facto que lhes foi imposto. O mais difícil e o mais belo de toda a Bíblia. E isso virou as suas vidas ao contrário.

Ermes Ronchi

 

 

Foi ESTE Jesus

«A Ressurreição de Jesus não é uma crença mitológica na vida após a morte, mas a proclamação de que a maneira de viver de Jesus coincide com o agrado de Deus, encanta o Seu Coração.

Deus Ressuscitou Jesus significa, por outras palavras, que Deus assina em baixo toda a sua vida, os seus gestos, palavras, sinais, exageros, provocações, denúncias, liberdades, companhias... e esta profissão de Fé tem um alcance profundamente desconcertante...

A Ressurreição é a glorificação da sua maneira de viver, a exaltação divina das suas escolhas, a confirmação de cada etapa e decisão da sua existência.

No princípio e centro disto tudo está a figura de uma vítima do nosso poder a quem Deus Re-Suscita para Si e para nós para que a sua Vida e a sua Missão não desapareçam jamais.

Na história concreta daqueles primeiros discípulos, medrosos, confusos e desiludidos, vemos que isto se tornou uma Boa Notícia de força admirável capaz de curar, recriar, libertar e transformar aqueles que a transmitem: é assim que começa a ser experimentada a experiência pascal. Falando em Jerusalém, na manhã de Pentecostes, Pedro, depois de falar do Jesus com quem conviveu, afirma: “Foi ESTE Jesus que Deus ressuscitou, e disso nós somos testemunhas!” Foi “ESTE” Jesus… aquele da Palestina, o Nazareno, o das mesas dos pecadores, o amigo de prostitutas e cobradores de impostos, o condenado e crucificado como rebelde dos poderosos e herege dos piedosos… “Foi ESTE Jesus"...

O anúncio da Ressurreição de Jesus é o anúncio de Deus a tomar partido por ESTE Jesus, a confirmar a Missão d’ESTE Jesus e a glorificar a Vida d’ESTE Jesus… A Ressurreição de Jesus é a Acusação de Deus a todas as formas religiosas que põem a Lei acima da Misericórdia e a Autoridade acima do Amor.

Jesus é tudo o que Deus quer e sonha, Jesus coincide totalmente com a Vontade de Deus, Deus é e faz tudo nele, e Jesus não oferece resistência nem limita o agir de Deus.»

Rui Santiago Cssr (Adaptado)

 

PENSAMENTO DA SEMANA

 

O poder de Deus não é, de maneira nenhuma, aquilo que no mundo se entende por poder. De maneira nenhuma. Nunca. É a força espiritual, o poder espiritual que consiste em inclinar-se livremente diante de quem é mais pequeno. É preciso interiorizar que o poder infinito de Deus é a sua infinita humildade.

P. François Varillon, sj,


 

INFORMAÇÕES

 

CELEBRAÇÃO DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA NA RIBEIRA SECA

Dia 12 de abril, às 18horas, oração do Terço, celebração da Eucaristia e Procissão no interior da igreja.

 

MISSA NO SANTUÁRIO DA CALDEIRA

No próximo domingo, 16 de abril, às 15h30 horas.


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 1096

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 1147

Pensamento da Semana

 

PENSAMENTO DA SEMANA

 

A Resposta

Houve momentos

em que, depois de horas passadas de joelhos

numa igreja fria, rolou da minha cabeça

uma pedra e olhei para dentro

e vi as velhas perguntas de rastos

dobradas e colocadas a um canto

à parte, como o montão

dos panos fúnebres de um corpo

de amor ressuscitado.

R. S. Thomas

 

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

Visitas


Ver Estatísticas