Nº 468

 

ERA UMA VEZ
 
                Era uma vez um Trono enorme, no céu, chamado o “Trono do Altíssimo”. Feito de madeiras raríssimas, valiosas, talhado, trabalhado, gigantesco…
                Um belo dia, o Deus a quem todos chamavam “Altíssimo” excepto Ele próprio, pegou no trono com a pontinha do dedo, escavacou-o todo e acendeu com ele uma fogueira que se vê de todos os pontos da terra. Chamou-lhe o “Braseiro da Vida”, e inaugurou com ele a Festa da Abundância, a Dança dos Redimidos, o Festejo dos Reconciliados, a Hora dos Filhos…
                Os que dançam à volta do Braseiro da Vida chamam-se Bem-Aventurados e são Felizes de verdade.
                De vez em quando aparecem dois ou três, no meio da Dança e da Festa dos Bem-Aventurados, chegam-se à fogueira e resgatam bravamente alguns pedaços do trono ainda não consumidos totalmente, algumas pontinhas meio incandescentes ou ainda só começadas a queimar de um lado… Levam-nas de novo consigo para um canto qualquer, fazem com essas lascas um trono pequenino e moldam com as suas próprias mãos um deusinho para sentar lá.
                Mas, entretanto, sente-se sempre uma Brisa permanente, discreta, que não cessa… como um Sopro que não deixa que se apaguem aquelas pontas já em brasa das lascas que levaram… Vai consumindo, quase sem que eles se dêem conta, os seus troninhos e deusinhos…
                Passado um tempo desaparecem, sem que eles tenham aprendido a dançar, a festejar ou a ser felizes.
                Vão buscar outros, às vezes… e outros…
                E a Festa continua.
                E Deus ri-se.
Rui Santiago

 

 
III DOMINGO DO TEMPO COMUM
Tema:
A liturgia deste domingo apresenta-nos o projecto de salvação e de vida plena que Deus tem para oferecer ao mundo e aos homens: o projecto do “Reino”.
Na primeira leitura, o profeta/poeta Isaías anuncia uma luz que Deus irá fazer brilhar por cima das montanhas da Galileia e que porá fim às trevas que submergem todos aqueles que estão prisioneiros da morte, da injustiça, do sofrimento, do desespero.
O Evangelho descreve a realização da promessa profética: Jesus é a luz que começa a brilhar na Galileia e propõe aos homens de toda a terra a Boa Nova da chegada do “Reino”. Ao apelo de Jesus, respondem os discípulos: eles serão os primeiros destinatários da proposta e as testemunhas encarregadas de levar o “Reino” a toda a terra.
A segunda leitura apresenta as vicissitudes de uma comunidade de discípulos, que esqueceram Jesus e a sua proposta. Paulo, o apóstolo, exorta-os veementemente a redescobrirem os fundamentos da sua fé e dos compromissos assumidos no baptismo.
(Dehonianos)
 
MEDITAR
 
RECONCILIA-TE COM A VIDA
 
Para seres, pelo menos feliz,
para teres, na terra, um pedacinho do céu,
deves reconciliar-te com a vida, com a tua vida,
tal como ela é agora.
 
Tens de aceitar o teu trabalho,
as pessoas que te rodeiam,
os seus defeitos e imperfeições.
 
Contenta-te com o teu marido,
com a tua mulher,
embora penses que não encontraste o marido ideal
nem a mulher ideal
(não creio que existam).
 
Contenta-te com o que tens,
com a tua circunstância, que não escolheste,
com a tua casa, com os teus móveis,
com os teus vestidos, com a tua situação,
embora na casa do teu vizinho,
pelo menos aparentemente,
tudo seja mais bonito e melhor.
 
Reconcilia-te com a vida!
 
Só tens uma pele.
Não podes voltar a nascer.
In Amar de Phil Bosmans
 
CONTO (336)
 
O IMPORTANTE É O CORAÇÃO
Um dia, um jovem rico apresentou-se à porta de um convento, pois desejava entrar nessa Ordem Religiosa. O abade acolheu-o fraternalmente e quis saber as suas motivações. Ele buscava a perfeição e o abade foi-lhe dizendo que a vida religiosa nessa Ordem era rigorosa, exigia muitas mortificações.
O jovem disse que estava pronto para o que fosse necessário. Ergueu a cabeça e disse orgulhosamente:
- Eu visto-me sempre de branco, não bebo senão água, no Inverno rolo-me na neve. Para melhor me mortificar, costumo pôr pregos nos sapatos e ordeno que um criado me dê chicotadas.
Naquele instante, passou por ali um cavalo branco. O animal deitou-se e rolou-se na neve para se refrescar. Tinha pregos nas suas patas e recebia chicotadas do seu dono. O abade disse então ao jovem:
- Viste? O cavalo tem uma vida sacrificada. Contudo, não passa de um cavalo.
O jovem ficou no convento e foi aprendendo que o hábito não faz o monge, que a vida religiosa não está nas mortificações, nos jejuns, nos sacrifícios, no modo de vestir. A vida religiosa consiste em cumprir os votos de pobreza evangélica, de castidade, de obediência e viver em comunidade fraterna. E consiste também em dar testemunho de como é belo seguir a Cristo.
in, Bom dia, alegria de Pedrosa Ferreira
 
 

 

"Todos os dias, Deus dá-nos um momento em que é possível mudar tudo que nos deixa infelizes. O instante mágico é o momento em que um 'sim' ou um 'não' pode mudar toda a nossa existência. "
Mahatma Gandhi
"Se um dia tiver que escolher entre o mundo e o amor, lembre-se: se escolher o mundo, ficará sem amor, mas se escolher o amor, com ele conquistará o mundo. "
Atribuído a Albert Einstein

 

INFORMAÇÕES
 
CLÍNICA DOS BOMBEIROS 

 

A Direcção da Associação de Bombeiros Voluntários da Calheta informa que estará na sua Clínica a Dr. ª Lourdes Sousa Especialista em Dermatologia, no dia 9 de Março de 2011.Informa que a Sr.ª Dr.ª Sílvia Dionísio, Médica Dentista, se encontra ao serviço de 21 de Janeiro a 7 de Fevereiro de 2011.Informa que a PediatraDr. ª Alexandra Dias, estará na mesma clínica no dia 11 de Fevereiro de 2011.Os eventuais interessados podem fazer as suas marcações para os números: 295 460 110 /295460111 / 295460114.
RECEITAS DA RIBEIRA SECA Cortejo de oferendas, 523€; ofertórios do Advento 428€; beija-pé 180€. A Comissão da Igreja agradece as dádivas e ajuda de todos.

 

 

 

 

 

 


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 468

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas