Nº 977

 

FELIZ ANO 2021

NÃO RECLAMES TANTO...

Não percas o sono pelas contas.

Não deixes de beijar quem amas.

Não te preocupes tanto em deixar a casa impecável.

Bens e patrimónios devem ser conquistados por cada um, não te dediques a acumular herança.

Deixa os teus animais mais por perto.

Não guardes a louça por usar.

Usa os talheres novos.

Não economize o teu perfume preferido, usa-o para passear contigo mesmo.

Gasta as tuas sapatilhas favoritas, repete as roupas que gostas mais de ver em ti. Qual é o problema?

Se não é errado, por que não ser agora?

Por que não ligar agora?

Por que MEDITAR

não perdoar agora?

Espera-se muito o Natal, a sexta-feira, o outro ano, quando tiver dinheiro, quando o amor chegar, quando tudo for perfeito…

Olha, não existe o "tudo perfeito".

O ser humano não consegue atingir isso porque simplesmente não foi feito para se completar aqui.

Aqui é uma oportunidade de aprendizagem.

Autor Desconhecido

 

 

 

MEDITAR

Festa da Sagrada Família de Jesus, Maria e José

Neste domingo da oitava de Natal, a Igreja celebra a festa da Sagrada Família e convida todos a olhar para Jesus, Maria e José, que desde o início tiveram que enfrentar os perigos do exílio no Egito, mas, sempre mostrando que o amor é mais forte do que a morte. Eles são um reflexo da Trindade e modelo de cada família.

 

A solenidade da Sagrada Família é uma festa que incentiva a aprofundar o amor familiar, examinar a situação do próprio lar e buscar soluções que ajudem o pai, a mãe e os filhos a serem cada vez mais como a Família de Nazaré.

 

Ao celebrar esta data, o Papa Francisco ressaltou que o “nosso olhar hoje para a Sagrada Família se deixa atrair também pela simplicidade da vida que essa conduz em Nazaré. É um exemplo que faz tanto bem às nossas famílias, ajuda-as a se tornarem sempre mais comunidades de amor e de reconciliação, na qual se experimenta a ternura, a ajuda mútua, o perdão recíproco”.

 

A vida familiar não pode ser reduzida a problemas de relacionamento, deixando de lado os valores transcendentes, já que a família é o sinal do diálogo entre Deus e o homem. Pais e filhos devem estar abertos à Palavra e ouvir, sem esquecer a importância da oração familiar que une fortemente os membros da família.

 

São João Paulo II, que é conhecido como o Papa das famílias, no Ângelus desta solenidade em 1996, destacou que “a mensagem que vem da Sagrada Família é, antes de tudo, uma mensagem de fé: a casa de Nazaré é aquela onde Deus está verdadeiramente no centro”.

 

“Para Maria e José esta opção de fé concretiza-se no serviço ao Filho de Deus que lhes foi confiado, mas exprime-se também no seu amor recíproco, rico de ternura espiritual e de fidelidade”, indicou.

 

Em muitas ocasiões, João Paulo II reforçou a importância da vivência da fé em família, por meio da oração. “A família que reza unida, permanece unida”, dizia, sugerindo que juntos rezassem o Rosário.

 

iMissio

 

Quem pensa que só nascemos uma vez, engana-se

Erra quem pensa que nascemos uma só vez. Para quem quer viver, a vida está repleta de nascimentos.

Nascemos muitas vezes durante a infância, quando os olhos se abrem em alegria e maravilha.

Nascemos nas viagens sem mapa nos quais a juventude se arrisca.

Nascemos na sementeira da vida adulta, amadurecendo, entre invernos e primaveras, a misteriosa transformação que coloca no caule a flor, e dentro da flor o perfume do fruto.

Nascemos muitas vezes naquela idade avançada em que as atividades não cessam, mas reconciliam-se com os vínculos interiores e os caminhos que tinham sido adiados.

Nascemos quando nos descobrimos amados e capazes de amar.

Nascemos no entusiasmo do riso e na noite de certas lágrimas.

Nascemos na oração e no dom.

Nascemos no perdão e no conflito.

Nascemos no silêncio ou iluminados por uma palavra.

Nascemos no levar ao termo um compromisso, e na partilha.

Nascemos nos gestos ou para além dos gestos.

Nascemos dentro de nós e no coração de Deus.

Por isso, peço-te, Jesus, que me ensines a nascer:

quando as esperanças se rompem como coisas gastas;

quando me faltam as forças para o degrau seguinte, e hesito;

quando da semente parece que só recolho o vazio;

quando a insatisfação corrói também o espaço da alegria;

quando as mãos desaprenderam a transparente dança do dom.

Quando não sei abandonar-me em ti.

 

Card. José Tolentino Mendonça

 

PENSAMENTO DA SEMANA

 

Vamos abraçar a nossa VIDA!
Porque o Menino vem abençoar os nossos passos para que o ano 2021
se manifeste com Amor para quem precisa de aprender a amar!
Se manifeste em alegria para quem permanece triste!
Se manifeste em partilha para quem nada tem para dar, mas sorri, sempre! 

Liliana Dinis


 

INFORMAÇÕES

RECEITAS

FESTA DE SANTA CATARINA - 690.00 €


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 977

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 1056

Pensamento da Semana

 

PENSAMENTO DA SEMANA

 

Há três tipos de pessoas misericordiosas...

 

As primeiras dão os seus bens para complementar, com o que lhes é supérfluo, a penúria dos outros.

As segundas distribuem todos os seus bens e, para eles, daí por diante, tudo fica em comum com os outros.

Quanto às terceiras, não somente dão tudo, como também «se dão a si mesmos totalmente».

 

Isaac de l'Étoile (?-c. 1171), monge cisterciense,

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

Visitas


Ver Estatísticas