Nº 948

 

Trindade, comunhão de amor, fluxo de vida divina

O Espírito virá e anunciar-vos-á as coisas futuras. O Espírito permite aos meus olhos, tombados para o presente, ver longe, antecipar a rosa que hoje ainda está fechada, intuir já cores e perfumes onde agora só há um germe.

O Espírito é aquele que na proa do meu barco vê primeiro. Anuncia terras que eu ainda não vejo. Eu dou-lhe ouvidos e aponto o leme para o rumo que Ele indica, e posso agir certo de que o que tarda virá, comportar-me como se a rosa já estivesse em flor, como se o Reino já tivesse vindo.

O Espírito receberá do que é meu e vo-lo anunciará. Tudo aquilo que o Pai possui é meu. Neste intercâmbio de dons começamos a entrever o segredo da Trindade: não um circuito fechado, mas um fluxo aberto que derrama amor, verdade, inteligência para além de si, efusão ardente de vida divina.

No dogma da Trindade está contido o sonho para nós. Se Deus é Deus apenas nesta comunhão, então também o homem será homem apenas numa relação análoga de amor.

Quando, no princípio, o Criador diz: «Façamos o homem à nossa imagem e semelhança», se observarmos bem, vemos que Adão não é feito à imagem do Deus que cria; não à imagem do Espírito que pairava sobre as águas dos abismos; não à imagem do Verbo que desde o princípio estava junto de Deus.

Muito mais, Adão e Eva são feitos à imagem da Trindade, à semelhança, portanto, daquela comunhão, daquela ligação de amor, da partilha. Aqui está a nossa identidade mais profunda, o cromossoma divino em nós. No princípio é colocada a relação. No princípio de tudo, a ligação.

No fim de um dia podes nunca ter pensado em Deus, nunca teres pronunciado o seu nome. Mas se criaste laços, se causaste alegria a alguém, se levaste a tua comunhão, então fizeste a mais bela profissão de fé na Trindade.

O verdadeiro ateu é aquele que não trabalha para criar laços, comunhão acolhimento. Quem espalha gelo em torno de si. Quem não entra na dança das relações ainda não entrou em Deus, o Deus que é Trindade, que não é uma complicada fórmula matemática em que o uno e o trino têm de coincidir: «Se vês o amor, vês a Trindade» (Santo Agostinho).

Então compreendo porque é que a solidão me pesa tanto e me faz medo: porque é contra a minha natureza. Então compreendo porque é que quando estou com quem me quer bem, quando acolho e sou acolhido por alguém, estou tão bem: porque realizo a minha vocação.

Tudo circula no universo: planetas, astros, sangue, fumos, vento e pássaros migratórios... É a lei da vida, que adoece se se fecha, que se extingue se não se dá.  

 

Ermes Ronchi

 

MEDITAR

Solenidade de Corpus Christi

 

Um milagre eucarístico do século XIII está relacionado à origem da Solenidade de Corpus Christi, que a Igreja celebra na quinta-feira após o domingo da Santíssima Trindade, embora em alguns países as igrejas locais decidem movê-la para o domingo seguinte, por uma questão pastoral.

 

Nesta Solenidade, a Igreja presta à Eucaristia um culto público e solene de adoração, gratidão e amor, sendo a procissão de Corpus Christi uma das mais importantes em toda a Igreja Universal.

 

A Festa de Corpus Christi surgiu na Diocese de Liège, na Bélgica, por iniciativa da freira Juliana de Mont Cornillon. Ela tinha visões nas quais o próprio Jesus lhe pedia uma festa litúrgica anual em honra da Sagrada Eucaristia.

 

Aconteceu que, em meados do século XIII, Pe. Pedro de Praga, um sacerdote que duvidava da presença de Cristo na Eucaristia, decidiu realizar uma peregrinação a Roma para rogar, sobre o túmulo de São Pedro, a graça da fé. Ao retornar, enquanto celebrava a Missa em Bolsena, na cripta de Santa Cristina, a Sagrada Hóstia sangrou, manchando o corporal.

 

A notícia chegou rapidamente ao Papa Urbano IV, que se encontrava muito perto, em Orvieto. Ele era um arcediago de Liège e havia conhecido a Beata Cornilon e percebido a luz sobrenatural que a iluminava e a sinceridade de seus apelos.

 

Papa Urbano IV mandou que o corporal fosse levado até ele.  Isso foi feito em procissão e, quando o Pontífice os encontrou na entrada da cidade, pronunciou diante da relíquia eucarística as palavras: “Corpus Christi”.

 

Mais tarde, em 1264, o Papa publicou a Bula Transiturus de hoc mundo, com a qual ordenou que a Solenidade de Corpus Christi fosse celebrada em toda a Igreja na quinta-feira após o domingo da Trindade.

 

O Santo Padre encomendou a Santo Tomás de Aquino a produção de um ofício litúrgico para a celebração e a composição de hinos, que são entoados até hoje: Tantum Ergo, Lauda Sion.

 

O Papa Clemente V, no Concílio Geral de Viena (1311), ordenou uma vez mais esta Solenidade e publicou um novo decreto no qual incorporou o de Urbano IV. Posteriormente, João XXII instou sua observância.

 

A celebração dessa solenidade consta de uma Missa, procissão e Adoração ao Santíssimo Sacramento.

 

Fonte, AciDigital

 

A CRIANÇA OCULTA

 

As crianças são bocados de Deus e não sabem,

vão saltando na chuva e não se molham,

beijam o ar sem o possuir,

dão prendas sem preço, brincam sozinhas

com bolas celestiais

e estão acompanhadas de toda a presença.

As crianças felizmente desconhecem

que papel lhes darão na comédia

e quando olham vêem-te imediatamente,

vêem-te como és,

sem calcular o que vales ou o que cobras,

se és pedreiro ou arquiteto, governador ou varredor,

se és velho ou adolescente;

pois olham para ti,

não para o cargo que te deram.

As crianças brincam com a tua criança oculta

e só então vives como és.

Pedro Miguel Lamet, s.j., in Saborear e Saber

 

PENSAMENTO DA SEMANA

 

A luz que nos é concedida é tão forte que mesmo se quiséssemos não poderíamos apagá-la completamente.

Christian Bobin, in Ressuscitar


 

INFORMAÇÕES

 

DIA EUCARÍSTICO NA URZELINA

Dia 11 de junho, exposição do Santíssimo a partir das 10 horas, encerrando às 18 horas com bênção do Santíssimo e Eucaristia.

 

SANTÍSSIMO SACRAMENTO NA RIBEIRA DA AREIA

Tríduo - 8, 9 e 10 de junho às 19 horas.

Missa - 11 de junho às 15 horas.

 

MISSA EM HONRA DE SANTO ANTÓNIO DE LISBOA

 

Sábado dia 13 de junho, às 19 horas, na Ermida de Santo António na Rua de Baixo, haverá celebração da Eucaristia, seguida da Bênção e distribuição das brindeiras.

 

ATL de VERÃO da CÁRITAS

A Cáritas de Santa Catarina da Calheta de São Jorge informa que estão abertas as inscrições para o ATL de verão de 2020.

As inscrições estão abertas até ao dia 19 de junho através dos números:

917585829

964524201

295417081

 

CLÍNICA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DA CALHETA

A direção da Associação Humanitária de Bombeiros Voluntários da Calheta informa que vai reabrir a secretaria, clínica de especialidades médicas e  clínica dentária no dia 15 de junho.


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 948

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 963

Pensamento da Semana

 

PENSAMENTO DA SEMANA

 

O meu mundo mudou muito. Nas estantes da nossa sala de estar arrendada há prémios de todo o mundo - América Latina, Índia, França, Espanha, Itália, Áustria e muitos outros países. Fui até nomeada para o prémio Nobel da Paz (...)

Estou grata por eles, mas são prémios que a única coisa que fazem é deixar bem presente o muitíssimo trabalho que há ainda a fazer para alcançar o objetivo de haver educação para todos os rapazes e todas as raparigas.

Não querem que pensem em mim como a «menina que foi alvejada pelos talibãs», mas sim como a «menina que lutou pela educação». Esta é a causa a que quero dedicar a minha vida.

Malala Yousafzai, in Eu, Malala

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas