Nº 943

 Deus continua a enviar-nos anjos

É bela a Quaresma. Não se impõe como a estação penitencial, mas propõe-se como a dos recomeços: da primavera que volta a começar, da vida que aponta diretamente para a luz da Páscoa. Um tempo de novidade, de novos, simples, solidários, concretos estilos de vida, protegendo a “casa comum” e todos os seus habitantes.

«Diz a estas pedras para se tornarem pães!» (Mateus 4,1-11). O pão é um bem, um valor indubitável, santo, porque conserva a coisa mais santa, a vida. Então, o que há de mal no pão? É que Jesus nunca procurou tirar vantagem, em seu proveito, do pão, mas fez-se pão para vantagem de todos. Nunca usou o seu poder para si, mas para multiplicar o pão para a fome de todos.

Jesus responde ao primeiro desafio apostando tudo, oferecendo mais vida: «Não só de pão viverá o homem». O pão dá vida, mas mais vida vem da boca de Deus. Da Sua boca veio a luz, o cosmo, a criação. Veio o sopro que nos faz vivos, vieste tu, irmão, amigo, amor meu, que és palavra pronunciada pela boca de Deus para mim e que me faz viver.

Segunda tentação: lança-te do pináculo do templo, e Deus enviará um voo de anjos. A resposta de Jesus soa severa: não tentar Deus, não o fazer através daquilo que aparenta ser a máxima confiança nele, e, pelo contrário, é a sua caricatura, exclusiva procura da vantagem própria.

O mais astuto dos espíritos não se apresenta a Jesus como um adversário, mas como um amigo que quer ajudá-lo a desempenhar melhor a missão de Messias. E, para mais, a tentação é feita com a Bíblia na mão: faz um belo milagre, sinal de que Deus está contigo, as pessoas adoram milagres, e ver-te-ão por trás deles.

Ao contrário, Jesus reenviará para sua casa os curados pela sua mão com uma recomendação surpreendente: toma atenção para não dizeres a ninguém. Ele não procura o sucesso, contenta-se com homens que regressam completos, livres e felizes.

Na terceira tentação, o diabo sobe a parada: adora-me, e dar-te-ei todo o poder do mundo. Adora-me, segue a minha lógica, a minha política. Toma o poder, ocupa os lugares-chave, impõe-te. Assim resolverás os problemas, e não com a cruz. A história faz-se com a força, não com a ternura. Queres ter os homens do teu lado, Jesus? Assegura-lhes três coisas: pão, espetáculos e um líder, e tê-los-ás na mão.

Mas para Jesus, todo o poder é idolatria. Ele não procura homens para dominar, quer filhos que se tornem livres e amantes.

Então os anjos aproximaram-se e serviram-no. O Senhor continua a enviar anjos, a cada casa, a quem não queira acumular e dominar: são eles que sabem inventar uma nova carícia, têm olhos de luz, e não fogem. São eles que me sustêm com as suas mãos, incansáveis e leves, todas as vezes que tropeço.

 Ermes Ronchi

 

MEDITAR

DENTRO

 

Inicia-se um tempo que é muito mais do que de jejum e abstinência. É a oportunidade de renovar o nosso interior. Por isso, cada dia lança-nos o desafio de (re)aprender a olhar dentro.

 

Dentro temos os nossos pensamentos, as emoções e uma imensidão de processos químicos, uns a funcionar melhor do que outros. Este dentro encontra-se ao nível da perceção que temos da realidade, mas não a esgota. 

 

Há um outro dentro que se liga ao sentido e significado que damos a tudo o que nos acontece e o que sucede, também, à nossa volta. Nem sempre é fácil entender esse sentido e significado porque o ruído e as fontes de distração são tais que ofuscam o olhar, ensurdecem os ouvidos, desgostam o paladar, entopem o nariz e arrepiam o tocar. Porém, com uma particularidade, a de nem nos darmos conta disso porque a mente vive viciada e anestesia todos os sentidos. 

 

O caminho que este período quaresmal nos propõe é o de recuperar a consciência plena de todos os sentidos. Esse estado relacional da consciência no qual estamos ativamente cientes do presente, questionando o que é novo e o modo como contextualizamos essa novidade na nossa vida.

 

Questionar o que está a mais implica ter a coragem de viver dos atos concretos. Por exemplo, jejuar das redes sociais, consultando-as apenas uma vez por dia durante 5 minutos.

 

Questionar o que nos prende demais implica ter a coragem de viver no desapego. Por exemplo, deixar o telemóvel numa outra divisão da casa enquanto dormimos, e arranjar um despertador simples e barato para acordar a horas. 

 

O caminho quaresmal propõe-nos um renovar interior que hoje não inclui somente a vida física, mas também a digital. Por isso, o jejum e a abstinência que nos convidam a viver no essencial têm expressão em todas as dimensões da nossa vida, sobretudo no tempo de ecrã que a preenche mais do que noutros tempos.

 

Neste sentido, diria que, de hoje em diante, a Quaresma inclui o desatafulhar digital para reencontrar o tempo e o espaço que tanto nos faltam, de modo a enriquecer e aprofundar os valores que nos levam a sorrir e a amar em cada instante.

Miguel Oliveira 

 

 

As Bem-aventuranças do Idoso

Bem-aventurados os que me olham com simpatia.
Bem-aventurados os que usam de compreensão para o meu lento caminhar.
Bem-aventurados os que falam em voz alta para superar a minha surdez.
Bem-aventurados os que apertam com ternura as minhas mãos trémulas.
Bem-aventurados os que se interessam pela minha longínqua juventude.
Bem-aventurados os que não se cansam de ouvir as minhas histórias tantas vezes repetidas.
Bem-aventurados os que compreendem a minha necessidade de carinho.
Bem-aventurados os que me dedicam parte do seu tempo.
Bem-aventurados os que se lembram da minha solidão.
Bem-aventurados os que me acompanham no meu sofrimento.
Bem-aventurados os que alegram os últimos dias da minha vida.
Bem-aventurados os que me acompanharem no momento da morte.
Quando entrar na minha Vida sem fim, recordar-me-ei sempre deles!

 

Fernando Félix Ferreira

 

 PENSAMENTO DA SEMANA

 

Devemos tratar os outros com o mesmo respeito, dignidade, carinho e Amor com que gostaríamos de ser tratados.

Todos nós passamos por fases menos boas na vida... é nessas alturas que mais precisamos de nos sentir acolhidos e amados!

"Pôr-se no lugar do outro", é um bom exercício... acho que devemos treiná-lo muitas vezes!

Eugénia Pereira


 INFORMAÇÕES

 

ADORAÇÃO DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO

BISCOITOS - 3ª feira, 3 de  março, das 17 horas  às 18 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

MANADAS - 5ª feira, 5 de março, das 10 horas às 11 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia

RIBEIRA SECA - 6ª feira, 6 de março, das 16h30 às 17h30, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

Er.da de S.to António - sábado, 8 de março, das 16 horas às 17 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

 

PROCISSÃO DE PASSOS NAS VELAS

No dia 7 de março, haverá missa, na Igreja Matriz de São Jorge, às 19 horas, seguida de mudança da Imagem do Senhor dos Passos para a Igreja de Nossa Senhora da Conceição.

No dia 8 de março, Procissão de Passos, após a Missa das 13 horas na Igreja de Nª Srª da Conceição, com o percurso habitual.

 

MISSAS DE SEMANA

NORTE GRANDE– segundas, terças e quintas-feiras com oração do terço às 17 horas seguida de Eucaristia

NORTE PEQUENO - quartas-feiras com oração do terço às 17 horas seguida de Eucaristia.

SANTO ANTÓNIO - sexta-feira com oração do terço às 17 horas seguida de Eucaristia.

 

REUNIÃO DE PREPARAÇÃO PARA A VISITA PASTORAL

BISCOITOS - 3ª feira, 3 de março às 19 horas na Igreja

 

REUNIÃO DE CATEQUISTAS NA RIBEIRA SECA

Sexta-feira, 6 de março às 19 horas no Passal

 

REUNIÃO DE PREPARAÇÃO PARA O CRISMA

CALHETA - Na sexta-feira, 6 de março às 18h30 na Igreja Matriz


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 943

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 1014

Pensamento da Semana

 

PENSAMENTO DA SEMANA

 

Agarra-te à Esperança com força, com toda a força de que és capaz...

Quem Espera, vive de olhos postos num Novo Dia que vem. E assim, com a vida iluminada por essa Esperança, quem Espera vence obstáculos, derruba barreiras, ergue-se das quedas e caminha feliz.

Não importam as feridas abertas nem as cicatrizes para quem acredita na cura e sabe que sempre é tempo de recomeçar.

Agarra-te à Esperança... e se a sentires apagar-se, renova-a, pois quem não Espera, não Vive.

De Coração para coração

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

Visitas


Ver Estatísticas