Nº 931

 NOSSA SENHORA DA CONCEIÇÃO

Rainha e Padroeira de Portugal

 

A Igreja celebra neste 8 de dezembro a solenidade da Imaculada Conceição da Virgem Santa Maria, momento oportuno para contemplar a “Cheia de Graça”, que nos trouxe o Salvador do mundo, Jesus Cristo Nosso Senhor.

Além da sua dimensão litúrgica, inserida neste ambiente de Advento, a Festa de Nossa Senhora da Conceição tem um forte cunho histórico e patriótico, uma vez que também celebramos a Rainha e Padroeira de Portugal.

Embora o dogma da Imaculada Conceição da Virgem Maria só tenha sido definido a 8 de dezembro de 1854, pelo Beato Pio IX, esta verdade da Fé católica já era acarinhada e celebrada pelo Povo de Deus há inúmeros séculos. Em Portugal a devoção e o culto à Senhora da Conceição remontam ao berço da nacionalidade.

D. Afonso Henriques – nosso primeiro Rei – celebrou a conquista de Lisboa aos mouros a 8 de dezembro de 1147 e determinou que a Sé Catedral lisboeta fosse consagrada ao patrocínio da Virgem Maria.

Conquistada a independência do Reino de Portugal, pela vitória na Batalha de Aljubarrota a 14 de agosto de 1385, D. João I manda construir o Mosteiro da Batalha, dedicando-o em sinal de profunda gratidão a Nossa Senhora da Vitória.

Mas o apogeu da devoção e do culto à Imaculada Conceição em Portugal tem lugar no reinado de D. João IV (1640 – 1656). Como sinal de agradecimento à Virgem Maria, pela restauração da independência do nosso país, o monarca, em plena sessão das Cortes, reunidas a 25 de março de 1646, em Vila Viçosa, proclama solenemente a Virgem Santa Maria, Senhora da Conceição, como Rainha e Padroeira de Portugal.

Num gesto repleto de humildade profética, o rei D. João IV retira da sua cabeça a Coroa Real e vai coloca-la junto da imagem de Nossa Senhora da Conceição, que ainda hoje se venera no “Solar da Padroeira” em Vila Viçosa.

Desde esta data e até ao fim do regime monárquico em 1910, nunca mais os reis de Portugal voltaram a usar a Coroa Real. Este privilégio estava reservado à nossa Rainha – a Imaculada Conceição!  

Que de junto de Seu Filho, Jesus Cristo, a Santíssima Virgem Maria continue a derramar sobre Portugal e sobre o mundo, uma copiosa chuva de bênçãos e de graças divinas.

 

Padre Alexandre Medeiros

 

A PALAVRA DO SENHOR

 

IMACULADA CONCEIÇÃO DA VIRGEM SANTA MARIA

 

                  + Evangelho de Nosso Senhor Jesus Cristo segundo São Lucas

 


Naquele tempo, o Anjo Gabriel foi enviado por Deus a uma cidade da Galileia chamada Nazaré, a uma Virgem desposada com um homem chamado José, que era descendente de David. O nome da Virgem era Maria. Tendo entrado onde ela estava, disse o Anjo: «Ave, cheia de graça, o Senhor está contigo». Ela ficou perturbada com estas palavras e pensava que saudação seria aquela. Disse-lhe o Anjo: «Não temas, Maria, porque encontraste graça diante de Deus. Conceberás e darás à luz um Filho, a quem porás o nome de Jesus. Ele será grande e chamar-Se-á Filho do Altíssimo. O Senhor Deus Lhe dará o trono de seu pai David; reinará eternamente sobre a casa de Jacob e o seu reinado não terá fim». Maria disse ao Anjo: «Como será isto, se eu não conheço homem?». O Anjo respondeu-lhe: «O Espírito Santo virá sobre ti e a força do Altíssimo te cobrirá com a sua sombra. Por isso o Santo que vai nascer será chamado Filho de Deus. E a tua parenta Isabel concebeu também um filho na sua velhice e este é o sexto mês daquela a quem chamavam estéril; porque a Deus nada é impossível». Maria disse então: «Eis a escrava do Senhor; faça-se em mim segundo a tua palavra».

 

 

 

REFLEXÃO

 

                Na Solenidade da Imaculada Conceição somos convidados a equacionar o tipo de resposta que damos aos desafios de Deus. Ao propor-nos o exemplo de Maria de Nazaré, a liturgia convida-nos a acolher, com um coração aberto e disponível, os planos de Deus para nós e para o mundo.
                A segunda leitura garante-nos que Deus tem um projeto de vida plena, verdadeira e total para cada homem e para cada mulher, um projeto que desde sempre esteve na mente do próprio Deus. Esse projeto, apresentado aos homens através de Jesus Cristo, exige de cada um de nós uma resposta decidida, total e sem subterfúgios.
                A primeira leitura mostra, recorrendo à história mítica de Adão e Eva, o que acontece quando rejeitamos as propostas de Deus e preferimos caminhos de egoísmo, de orgulho e de autossuficiência... Viver à margem de Deus leva, inevitavelmente, a trilhar caminhos de sofrimento, de destruição, de infelicidade e de morte.
                O Evangelho apresenta a resposta de Maria ao plano de Deus. Ao contrário de Adão e Eva, Maria rejeitou o orgulho, o egoísmo e a autossuficiência e preferiu conformar a sua vida, de forma total e radical, com os planos de Deus. Do seu "sim" total, resultou salvação e vida plena para ela e para o mundo.

 

                Dehonianos

 

  PENSAMENTO DA SEMANA

 “Oh Glória da nossa terra,

                  que tens salvado mil vezes!

                                     Enquanto houver Portugueses,

                                                                  Tu serás o seu Amor!”

do Hino da Padroeira de Portugal

 


 

INFORMAÇÕES

 

ADORAÇÃO DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO

 

MANADAS - 5ª feira, 12 de dezembro, das 10 horas às 11 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia

RIBEIRA SECA - 6ª feira, 13 de dezembro, das às 16h 30 às 18 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

 

CELEBRAÇÃO DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA - RIBEIRA SECA

 

Na 6ª feira, 13 de dezembro, às 17h 30, recitação do Terço, celebração da Eucaristia e Procissão no interior da igreja

 

FORMAÇÃO BÍBLICA - “O EVANGELISTA SÃO MATEUS”

 

A Ouvidoria de São Jorge convida toda a população a participar na formação bíblica sobre o Evangelho segundo São Mateus, o qual acompanhará a vida das nossas Comunidades cristãs ao longo deste Ano litúrgico.

A formação estará a cargo do Padre Ricardo Henriques, professor de Sagrada Escritura no Seminário de Angra.

No Topo o encontro será na 2ª feira 9 de dezembro, às 20 horas no Centro Intergeracional; na 3ª feira dia 10 de dezembro, às 20 horas será na Cáritas da Calheta e na 4ª feira dia 11, o encontro terá lugar no Salão da Boa Hora, também às 20 horas.

 

SACRAMENTO DA PENITÊNCIA - CONFISSÕES   

 

Velas - 3ª feira 10 dezembro às 17 horas

Santo António - 5ª feira 12 dezembro às 17h 30

Norte Pequeno - 5ª feira 12 dezembro às 18 horas

Norte Grande - 5ª feira 12 dezembro às 18 horas

Ribeira Seca - 6ª feira, 13 de dezembro das 16h 30 às 18 horas

Urzelina - Domingo, 15 de dezembro às 17 horas

 

MISSA NO SANTUÁRIO DO SANTO CRISTO DA CALDEIRA

 

Domingo, 15 de dezembro, às 15h 30

 

FESTA DE NATAL NO NORTE PEQUENO

Organizada pela Casa do Povo e pela Catequese

 

A Casa do Povo do Norte Pequeno e a Catequese Paroquial convidam a população para a sua Festa de Natal que terá lugar no Domingo dia 15 de dezembro, às 19h 30 na sede da Casa do Povo.

 


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 931

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 964

Pensamento da Semana

 

PENSAMENTO DA SEMANA

 

Quem anda atrás da alegria dificilmente se alegra. A alegria é um dom, porque acontece enquanto fazemos outras coisas. Brota misteriosamente enquanto nos damos com generosidade e nos entregamos sem reservas. Quando saímos fora de nós; quando nos pomos fora do nosso casulo e nos damos a pessoas e nos entregamos a causas. Quando nos pomos a entregar a nossa vida...

Rui Santiago Cssr

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas