Nº 883

 

Assim se manifestou o amor de Deus para connosco

 

Assim se manifestou o amor de Deus para connosco: Deus enviou ao mundo o Seu Filho Unigénito, para que vivamos por Ele. (cf. 1Jo 4,7-10)

 

Deus revela-se como Amor dinâmico,

em epifania missionária do Paraíso Amante

na terra do amor perdido e agonizante.

Envia o Filho do Amor a nascer humano

para que o humano renasça divinamente apaixonado,

e no Caminho do Filho se reencontre irmão

com um coração sensível e descentrado.

Viver por Cristo e nele acreditar

é ser epifania dum amor sem medidas nem condições,

porque vive d’Aquele que nos amou primeiro.

 

Amar os irmãos com o amor de Jesus

é não ficar indiferente nem inativo perante o sofrimento,

o ódio fratricida, a desesperança suicida, a fome injusta,

a solidão fria, o racismo inferiorizante, a exploração traficante...

Os cristãos precisam de voltar a Cristo

para que a epifania do Amor divino

se manifeste nos membros do Seu Corpo peregrino.

 

Senhor Jesus, cardiologista dos corações pequenos,

fortalece o alcance do nosso amor

e desobstruí os coágulos do medo e do egoísmo

que impedem o fluir do sangue do bem-querer para todos.

Faz-nos epifania dum amor novo e autêntico,

livre de fronteiras e medidas recessivas e defensivas.

 

Padre José Augusto Duarte Leitão, Verbo Divino

 

SOLENIDADE DA EPIFANIA DO SENHOR

Ser estrela

Os Magos chegaram a Belém guiados por uma estrela. É que as pessoas são como estrelas ou como cometas.

Os cometas passam, as estrelas permanecem.

Há gente cometa que passa pela vida apenas por instantes, gente que não prende ninguém e a ninguém se prende, gente sem amigos que passa pela vida sem iluminar, sem guiar ou marcar presença.

O importante é ser estrela, estar junto, ser luz, ser calor, ser vida. Um amigo é uma estrela. Podem passar anos, podem surgir distâncias mas a marca fica no coração. Há necessidade de criar um mundo de estrelas. Todos os dias poder contar com elas e poder sentir a sua luz e calor.

Ser estrela neste mundo passageiro de pessoas cometas é um desafio e uma recompensa.

Recompensa por ter sido luz para muitos amigos, ter sido calor para muitos corações, ter nascido e ter vivido e não apenas existido.

Na nossa constelação cada estrela tem o seu brilho próprio onde o importante não é brilhar mais mas brilhar sempre.

Há um autor desconhecido que escreveu: "Para que a sua estrela brilhe, não é preciso apagar a minha."

Pe. José David Quintal Vieira, scj.

 GENTE COM ALMA

SÃO JOSÉ MOSCATI  (1880 – 1927)

Começo por desejar aos estimados leitores um Feliz Ano Novo! Que 2019 seja portador de muita saúde, muita paz, muitos sucessos e … muitas histórias de Gente com Alma!

Hoje trago a este espaço da nossa Carta Familiar a genial vida de um médico e professor universitário, que alcançou a plenitude da santidade através do competente e misericordioso exercício da sua profissão. Falo-vos de São José Moscati. 

Nascido na cidade italiana de Benevento a 25 de Julho de 1880, cresceu no seio de uma família verdadeiramente nobre, recebendo desde criança uma esmerada educação humana e cristã.

Em 1884 a família Moscati muda-se para Nápoles. Nesta belíssima cidade José destaca-se enquanto excelente aluno do curso de medicina, concluindo o doutoramento em 1903.

Enquanto profissional de saúde, São José Moscati sempre primou por conciliar os saberes científicos com a humanidade e com a compaixão no tratamento dos doentes – segundo ele era tão importante aliviar as dores do corpo como confortar a alma do paciente.

O nosso santo vai ainda dedicar-se à formação dos futuros médicos. Ensina-lhes com rigor os procedimentos próprios da medicina – mas testemunha com o seu exemplo – que a compaixão e a caridade para com a pessoa doente fazem parte integrante do processo da cura.

Os pobres de Nápoles e dos seus arredores tinham em São José Moscati um verdadeiro Amigo! Atendia-os gratuitamente no seu consultório e ainda lhe dava dinheiro para comprarem os medicamentos!

Toda esta compaixão pelos doentes e toda esta caridade para com as pessoas mais pobres, eram os frutos mais excelentes da sua profunda comunhão com Jesus Cristo. Diariamente participava na Missa e recebia com grande devoção a sagrada Comunhão. Apesar dos imensos afazeres profissionais, não era raro encontrar o Doutor Moscati em adoração junto do Santíssimo Sacramento.

Faleceu a 12 de Abril de 1927 tinha 47 anos! Deus recebia no seu Reino uma vida completamente dedicada ao serviço dos irmãos mais fragilizados pela doença e pela pobreza.

São José Moscati foi canonizado por São João Paulo II a 25 de Outubro de 1987, ficando conhecido como o Médico Santo.

Padre Alexandre Medeiros

 

CONTO (683)

 

O MELHOR PRESENTE

Três pastores de Belém aqueciam-se à fogueira. E eis que veio um anjo do Senhor anunciar-lhes:

- Alegrai-vos! Hoje nasceu o Salvador. Encontrareis o Menino deitado num presépio.

Todos quiseram ir visitá-Lo e levar-Lhe presentes. Todos, também o Filipe, que era o mais novo.

E quem ficaria a guardar o rebanho? Foi então que um dos pastores teve uma ideia:

- Ficará com as ovelhas aquele que tiver o presente mais leve para o Menino.

Foram buscar uma balança. O primeiro pastor colocou no prato uma ânfora cheia de leite. O segundo colocou um recipiente cheio de mel. Filipe, o mais novo, olhava para a pequena lanterna, a única riqueza que possuía. Era o dom que levaria ao Menino. Mas pesava tão pouco!

Hesitou uns instantes. Depois sentou-se ele próprio na balança e disse:

- Sou eu o presente para o Menino Jesus! Uma criança recém-nascida necessita de alguém que segure a lâmpada.

Fez-se um grande silêncio. Os companheiros olharam para o pastorinho na balança, admirados com as suas palavras.

Uma coisa ficou certa: em nenhum caso Filipe ficaria a guardar as ovelhas. O presente mais agradável ao Menino era certamente o seu.

in, Bom dia, alegria de Pedrosa Ferreira

 

 

PENSAMENTO DA SEMANA

 

Um olhar que se alonga e prolonga no horizonte...

"Há olhos tão pequenos que só veem pequeno… 
Há olhos tão GRANDES e tão LINDOS que tudo o que veem é BELO e GRANDE e LINDO!

Esses, parece que puxam, constantemente, por si mesmos e pela própria realidade...
e tudo fica MAIOR... mais BONITO... mais LEVE... mais APAIXONANTE... TUDO!!!

Porque os nossos olhos também crescem…
Se quisermos..."

Glória Marques

 

 


 

INFORMAÇÕES

 

ADORAÇÃO DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO

BISCOITOS - 3ª feira, 8 de janeiro, das 17 horas  às 18 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

MANADAS - 5ª feira, 10 de janeiro, das 10 horas  às 11 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

RIBEIRA SECA - 6ª feira, 11 de janeiro, das 17 horas  às 18 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

 

 

CELEBRAÇÃO DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

No domingo, dia 13 de janeiro, celebração em louvor de Nossa Senhora de Fátima, na Ribeira Seca, às 12 horas com Procissão no interior da Igreja.

 

RECEITAS

Cortejo de Oferendas - PORTAL 900,00€

Cortejo de oferendas e Beija-Pé - FAJÃ dos VIMES 1.373,00€


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 883

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 925

Pensamento da Semana

 

PENSAMENTO DA SEMANA

 A oração faz desaparecer a distância entre o homem e Deus.

Padre Pio

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas