Nº 869

 

Solenidade de Todos os Santos

No dia 1 de novembro, a Igreja Católica enche-se de alegria ao celebrar a Solenidade de Todos os Santos, os que foram e os que não foram canonizados, mas que, com a sua vida, são exemplo de que a santidade é possível.

Diz o Catecismo da Igreja Católica: “Todos os fiéis cristãos, de qualquer estado ou ordem, são chamados à plenitude da vida cristã e à perfeição da caridade. Todos são chamados à santidade: “Deveis ser perfeitos como o vosso Pai celeste é” . 

Cada cristão leva dentro de si o dom da santidade dado por Deus, como diz a Carta de São Paulo aos Efésios: “Deus escolheu-nos em Cristo, antes da criação do mundo, para sermos santos e irrepreensíveis, diante de seus olhos” (Ef 1,4).

O culto aos santos por parte dos cristãos remonta aos primeiros séculos, começando pelos mártires. Ao viver essa tradição, a Igreja convida cada um a contemplar essas pessoas, exemplos de fé, esperança e caridade, e a lançar o olhar ao Alto.

“Hoje estamos imersos com o nosso espírito entre esta grande multidão de santos, de salvos, os quais, a partir do “justo Abel”, até a quem neste momento talvez esteja a morrer em qualquer parte do mundo, nos fazem coroa, nos dão coragem, e cantam todos juntos um poderoso coro de glória Aquele a quem os Salmistas chamam justamente “o Deus meu Salvador” e “o Deus que é a minha alegria e o meu júbilo”, afirmou São João Paulo II em uma data como esta de 1980.

A Solenidade de Todos os Santos foi instaurada em consequência da Grande Perseguição do Imperador Diocleciano, no princípio do século IV, pela grande quantidade de mártires causados pelo poder romano.

O Papa Gregório III  fixou-a no dia 1 de novembro no século VIII, como resposta à celebração pagã do “Samhain” ou ano novo celta, que se celebrada na noite de 31 de outubro. Mais adiante Gregório IV estenderia esta festividade a toda a Igreja.

A Solenidade de Todos os Santos antecede o Dia de Fiéis Defuntos, 2 de novembro, data que recorda aqueles que já estão salvos, mas que ainda precisam ser purificados.

Ao celebrar esta data em 2014, o Papa Francisco indicou como devem ser vividos esses dois dias: com esperança, seguindo os exemplos dos santos.

“Esta é a esperança que não cria desilusão. Hoje e amanhã são dias de esperança. A esperança é como o fermento que faz ampliar a alma. Mas também existem momentos difíceis na vida, mas com a esperança, a alma vai adiante. Olha o que te espera”.

AciDigital

 

XXX DOMINGO DO TEMPO COMUM

Abrir os olhos

Perguntei na catequese:

– Qual é a primeira coisa que fazes quando acordas de manhã?

Eu queria motivar as crianças para a oração da manhã, para assim iniciarem o novo dia na companhia de Jesus mas as respostas diversificavam-se:

– Ponho música, tomo o pequeno-almoço, vou para o duche etc.

Uma criança, à laia de brincadeira, sentenciou:

– A primeira coisa que faço é abrir os olhos!

Nem mais. Quem reza abre os olhos, encara a realidade na perspetiva de Deus.

No episódio da cura do cego de Jericó, não sei o que foi mais importante: se a oração que começou por fazer ou a vista que a seguir recuperou.

– Jesus, Filho de David, tem compaixão de mim.

Antes de abrir os olhos da cara, abriu os olhos da fé.

Todos nós somos, em certa medida, cegos. Só pela fé podemos descobrir o sinal da presença de Deus.

E o texto evangélico conclui que logo que recuperou a vista, Bartimeu começou a seguir Jesus pelo caminho e não mais pediu esmola. Quem acorda reza e quem reza acorda. Só assim não irá sozinho pelos caminhos da vida.

Pe. José David Quintal Vieira, scj

 

GENTE COM ALMA (6)

 

BEM-AVENTURADA CHIARA BADANO (1971 – 1990)

Depois da visita que fizemos a El Salvador onde visitamos a genial figura de Santo Óscar Romero estamos de regresso à “magnífica” Itália, para nos encontrarmos com a gloriosa memória da Bem-aventurada Chiara Badano – uma jovem que vivendo apenas 19 anos encarnou o espírito do Evangelho com uma perfeição sublime. 

Única filha de Ruggero e Maria Teresa Badano, Chiara veio a este mundo a 29 de outubro de 1971 vivendo a maior parte da sua vida na localidade de Sassello, na Ligúria italiana.

Educada por seus pais na escola do Evangelho, Chiara aprende e pratica a essência da mensagem de Jesus. Já na escola primária está atenta aos colegas mais pobres partilhando com eles o seu almoço ou as suas “coisas da escola”.

Aos 9 anos Chiara insere-se no Movimento dos Focolares, fundado por Chiara Lubich, e aí continua a sua formação humana e cristã. Consegue de forma genuína viver o Evangelho de Jesus no seu dia-a-dia – cultiva para com todos sentimentos e atitudes de bondade, de simpatia, de caridade e de misericórdia.

Dotada de uma beleza invulgar Chiara a todos cativa deixando transparecer o imenso brilho da sua alma. Ama a vida, a família, o desporto, a escola e as amizades genuínas. Chiara é tida como uma jovem normal – queria ser médica para ajudar as crianças pobres do continente africano – mas deixa sempre um raio de santidade por onde quer que passa.

Aos 17 anos é-lhe diagnosticado um cancro nos ossos! Aí começava o seu longo e penoso calvário: aceita a doença, os tratamentos e a debilidade progressiva da sua saúde! Vive os últimos tempos da sua vida acolhendo com amor e paciência a vontade de Deus.

Unindo-se ao mistério da Paixão do Senhor, oferece os seus sofrimentos pelo bem da Igreja, pelo futuro feliz dos jovens e pela paz do mundo.

Parte deste mundo a 7 de outubro de 1990 – a poucos dias de completar 19 anos de idade – deixando como marca indelével no coração da Igreja o corajoso desejo de fazer sempre a vontade de Deus!

O Papa Bento XVI proclamou Chiara Badano como Bem-aventurada a 25 de setembro de 2010.

 Padre Alexandre Medeiros

 

CONTO (673)

 

A NOITE DOS POETAS

- Como é a noite dos poetas?

- Os poetas sonham acordados e, por isso, à noite não têm sono e dormem mal. Dão muitas voltas na imaginação e contam estrelas para adormecer ou histórias para embalar o tempo. Os poetas dormitam à porta de casa para não deixarem a escuridão entrar e para abrirem a luz da manhã.

- E não têm frio? Não se tapam com um manto?

- Os poetas são reis pobres. Não têm manto. Cobrem-se com uma manta de retalhos que vai crescendo com os dias, mas quanto mais se tapam, mais se descobrem. Fica sempre um pouco da alma de fora. Quanto mais se tapam de um lado, mais revelam o outro. Os poetas são aqueles que nunca conseguem esconder-se do mundo e que passam a noite ao relento para nos aquecer os dias e o coração.

lado.a.lado

 Há laços que nos vinculam para a eternidade e é preciso bem mais que a morte para os quebrar.

Henrique Manuel Pereira

 


 

INFORMAÇÕES

 

ADORAÇÃO DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO

Er.da de SANTO ANTÓNIO - Sábado, 3 de novembro, das 16 horas às 17 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

 

100 ANOS DO INSTITUTO DE SANTA CATARINA - URZELINA

Dia 3 de Novembro: Missa na Ermida de Nossa Senhora da Boa Morte às 14 horas seguida de Procissão.

 

MÊS DAS ALMAS NA RIBEIRA SECA

Durante o mês de novembro, também chamado “Mês das Almas”, haverá missa na Ribeira Seca, de segunda a sexta-feira, às 8 horas.

O peditório para as “Missas das Almas” será feito nos moldes dos  anos anteriores.

 

CLÍNICA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DA CALHETA

A Direção da Associação de Bombeiros Voluntários da Calheta informa que estará na Clínica da Instituição o Dr. Tiago Ribeiro, Osteopata, 8 de outubro a 22 de dezembro; ; Dr.ª Renata Gomes, Cardiologista, 5 e 6 de novembro; Dr. Brasil Toste, Otorrinolaringologista, 26 de novembro; Dr.ª Alexandra Dias, Pediatra, em dezembro/janeiro; Dr.ª Paula Pires, neurologista e neuropediatra, em janeiro; Dr.ª Lourdes Sousa, dermatologista, em março; Dr.ª Maria Graça Almeida, Ginecologista e Obstetra, data por estabelecer; Dr. Rui Amaral (ecografia e mamografia), data por estabelecer; Dr. Carlos Aguilar, oftalmologista, data por estabelecer; Elisabel Barcelos, Psicóloga Clinica e Formadora, nas áreas de avaliação Psicológica de Condutores (Testes psicotécnicos), Avaliação Psicológica, acompanhamento Psicológico e formação em temas ligados à Saúde Mental e /ou Psicologia, quintas e sextas-feiras.

Os interessados podem fazer as suas marcações para os números 295 460 110/ 295460111.

 


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 869

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

nº 1015

Pensamento da Semana

 

PENSAMENTO DA SEMANA

 

Educar é produzir um homem feliz e sábio. Educar é produzir um homem que ama o espetáculo da vida. Desse amor, emana a fonte da inteligência. Educar é produzir uma sinfonia em que rimam dois mundos: o das ideias e o das emoções.

 

Há dois tipos de educação: a que informa e a que forma. A educação que informa ensina o homem a conhecer o mundo em que habita; a educação que forma vai além, ensina-o também a conhecer o mundo que ele é.

Augusto Cury

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

Visitas


Ver Estatísticas