Nº 814

SALMO

Oh Bom Deus…

Sei que não és o “governador cósmico”,

aquele “todo-poderoso” obsoleto

de quem tantas vezes se fala com o Teu Nome,

capaz de pegar nas estrelas com a palma da mão

e resolver os nossos problemas numa penada só,

se assim quisesses…

Sei bem que isto é um ídolo de mau gosto

sonhado pelas nossas experiências humanas de impotência…

mas não é com “ele” que falo, é contigo!!!

Que habitas no mais íntimo da Vida Humana

e por isso te comunicas ao nosso Coração

como uma Brisa que vem de dentro de nós…

 

É a Ti que me dirijo, em nome daqueles que amo e Te amam! Percebes o que Te peço, meu Senhor?! Dá-lhes mimo…

Tira de mim, se quiseres, descuida-Te de mim,

mas fá-los experimentar as minúcias dos Teus mimos

e a permanência da Tua Fidelidade.

 

Oh, Senhor, quantas asneiras digo…

Desculpa…

Eu sei que Tu não precisas de dividir para dar,

mas estas são as nossas palavras, isto é falar à nossa moda…

Sei que me entendes, porque não lês as minhas palavras

mas a Verdade do meu Coração.

 

Tu és tão bom para mim…

Fecho os olhos e toco com a ponta do dedo no princípio de Ti… Sei que não Te domino nem agarro…

Toco no princípio de Ti,

e depois é que estás Tu todo, todinho,

infinito, inteiro, inesgotável, para além de mim,

numa Comunhão de Vida

em que o Amor não permite que abrande a Festa… "

 

in Salmos para o Terceiro Milénio

 

 XXIII DOMINGO DO TEMPO COMUM

Corrigir-se

Necessidade da correção fraterna.

O pecado nunca é um facto isolado pois nenhum homem é uma ilha. Cada um é parte dum continente. Quando uma ave poisa num ramo é perturbado o equilíbrio de toda a planta. Quando uma pedra cai no lago comunica o movimento a toda a água.

Como corrigir.

Com serenidade para não aumentar o mal; a sós; na intimidade e num relacionamento pessoal. Conta-se que um dia Platão teve que corrigir um aluno impertinente. Sentando-se, pediu ajuda a um amigo dizendo: Eu não posso corrigi-lo agora porque não me encontro suficientemente calmo.

Em espírito de comunhão e oração. É por isso que Jesus, no Evangelho deste Domingo, conclui que onde dois ou três se reunirem em seu nome, estaria no meio deles. Isto porque a comunidade reúne-se para fazer oração mas afinal é a oração que constrói a comunidade.

Um dia, uma mãe lamentava-se ao pároco que o seu filho, em crise espiritual, andava transviado pelas más companhias. Dizia com tristeza:

– Eu falo muitas vezes de Deus ao meu filho mas não serve de nada.

Então o santo pároco, consolando-a respondeu:

– Coragem! Se quer obter melhores resultados, mais do que falar de Deus ao seu filho, fale do seu filho a Deus.

E assim fez.. Quanto mais rezava mais calma e compreensiva ficava de modo que o seu filho, assim acolhido, não precisou mais de procurar satisfações longe de casa e corrigiu-se. E a mãe chegou à conclusão que para corrigir é preciso corrigir-se.

Pe. José David Quintal Vieira, scj

 

MEDITAR

Que Senhora?!

Tudo começou com um encontro.

«Ai! Que Senhora tão bonita!» - exclamava a pequena, feliz pela presença e deslumbrada pela beleza de tal Senhora.

Quase conseguimos imaginar a alegria daquela menina que, durante todo o caminho para casa, enquanto pulava de alegria, exclamava continuamente «Que Senhora tão bonita!».

Tudo começou com este encontro.

Um encontro que, para esta criança, ficou marcado pela beleza.

Mas, que beleza?

Que beleza é esta que fazia a pequena Jacinta não conseguir conter tanto encanto em seu coração? Que beleza é esta que emergia dentro dela, lhe fazia arder o peito e não lhe permitia estar calada?

Que Senhora é esta que, ainda que questionada, não revelou o Seu nome? Que Senhora é esta que abre as mãos e nos mostra o Seu Coração?

Que Senhora?

«Aquela Senhora» – como referia a pequena – toda vestida de branco, mais brilhante que o Sol, que um dia incendiou o seu coração e colocou nele todo o amor pelos pobres pecadores, é a mesma Senhora cujo Coração, hoje, está atento a mim, a ti, e a cada um de nós.

A Senhora que chorou diante da Cruz, aos pés d’O Cruxificado, é a mesma Senhora que me pede e te pede, a cada dia, «Anda. Fica. Faz-me companhia».

É esta a Senhora que espera pacientemente que eu, e tu, e cada um de nós, abramos a porta do nosso coração e a convidemos a entrar.

Mas é também a Senhora que não quer, nem pode entrar sozinha.

É Ela a Senhora que, para onde quer que vá, leva consigo O Amor. É Ela a Senhora que traz, dentro de si, «Jesus Escondido». É Ela a Senhora que é «refúgio» e «caminho que conduz até Deus».

É Ela A Mãe que, a cada Encontro, nos faz exclamar como a pequena Jacinta:

«Ai! Que Senhora tão bonita!»

Rita Santos

 

CONTO (664)

 

A LAMENTAÇÃO

 Era uma vez um jovem que tinha o costume de se lamentar. Dizia que Deus tinha dado aos seus vizinhos tantas riquezas e a ele nada tinha dado.

A sua lamentação chegou a um sábio que lhe perguntou:

- Tens mesmo a certeza que és assim tão pobre como dizes? Será que Deus não te deu a força e a saúde?

O jovem, enchendo o peito de ar, exclamou:

- Isso deu. Sinto orgulho da minha juventude. Mas não me deu riquezas.

Pegando-lhe na mão direita, o sábio prosseguiu:

- Estarias disposto a deixar cortar a tua mão por dez mil euros?

- Nunca. Só se fosse maluco.

- E estarias disposto a cortar a esquerda pelo mesmo dinheiro?

- Nem pensar.

- E aceitarias vender os teus olhos por um milhão de euros?

- Jamais. Não daria os meus olhos nem em troca da maior fortuna.

O sábio concluiu:

- Então porque é que te lamentas? Afinal Deus deu-te presentes mais valiosos que a maior fortuna.

in, Tutti Frutti” de Pedrosa Ferreira

 

Há profissões de alta sublimidade. Permito-me destacar a do professor.

Educar não é simplesmente passar conhecimentos, mas trocar corações.

A educação é uma obra de amor. O verdadeiro educador cinzela, com mãos especiais, o carácter dos seus alunos e constrói, através deles, as certezas futuras e os destinos de um povo.

E que recompensa terão os educadores pela dedicação e grandes renúncias da sua profissão, senão a de, uma vez esquecidos, ainda se lembrarem dos seus alunos?

Pe. Neylor J. Tonin

 


INFORMAÇÕES

RECEITA

A festa de Nossa Senhora da Boa Viagem, Portal, teve a receita de 1.200,00€ em arrematações, coleta e ofertas no andor.

CELEBRAÇÃO DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA - RIBEIRA SECA

No dia 13 de setembro, quarta-feira, celebração em louvor de Nossa Senhora de Fátima, na Ribeira Seca, às 19 horas com recitação do Terço, Eucaristia e Procissão no interior da Igreja.

CLÍNICA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DA CALHETA

A Direção da Associação de Bombeiros Voluntários da Calheta informa que estará na Clínica da Instituição a Dr.ª Maria Graça Almeida, Ginecologista e Obstetra, a 19 de setembro; Dr.ª Alexandra Dias, Pediatra, a 30 de setembro e 1 de outubro; Dr.ª Renata Gomes, Cardiologista, em setembro; Dr.ª Paula Pires, neurologista e neuro-pediatra, em outubro; Dr. Brasil Toste, otorrinolaringologista, em outubro; Dr. Rui Amaral, imagiologia e radiologia, em outubro;  Dr.ª Lourdes Sousa, Dermatologista, em fevereiro; Dr. Carlos Aguilar, oftalmologista, data por estabelecer; Elisabel Barcelos, psicóloga clínica e formadora, nas áreas de avaliação psicológica de condutores (testes psicotécnicos), avaliação psicológica, acompanhamento psicológico e formação em temas ligados à saúde mental e/ou psicologia, às quintas e sextas.

Os interessados podem fazer as suas marcações para os números 295 460 110/ 295460111.

 

FESTA DE SANTA RITA DE CÁSSIA

MANADAS

Dia 17 de setembro - Eucaristia de festa às 17 horas seguida de procissão.

 

FESTA DE NOSSA SENHORA DAS DORES

FAJÃ DO OUVIDOR

Tríduo - 13, 14 e 15 de setembro às 20 horas.

 

Festa dia 17 de setembro: - Eucaristia de festa às 12 horas,  procissão às 19 horas.

 


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 814

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas