Nº 801

GRATIDÃO

O Deus de Jesus Cristo tem coração. 

Entende de amor e comunhão, pois é um Deus de coração bondoso.

Também nós somos capazes de nos relacionar com amor e ternura, 

pois fomos criados deste Deus de coração bom.

O nosso Deus é uma comunhão familiar de três pessoas.

Foi ele que criou o coração dos pais, muitos dos quais, são capazes de uma doação total.

O Deus de coração bom criou-nos à sua imagem e semelhança e decidiu incorporar-nos na sua família: 

filhos em relação a Deus Pai, irmãos em relação ao Filho de Deus.

O nosso Deus é relações de bem-querer e imprimiu o selo das relações no tecido de todo o Universo. 

No Universo tudo está em relações.

Por outras palavras, Deus imprimiu as suas impressões digitais no tecido da Criação.

Desde o átomo, à galáxia e ao sistema solar o Universo proclama a bondade e o amor de Deus. Um testemunho vivo da sabedoria divina e uma revelação da ação criadora de Deus.

A pessoa humana é a obra-prima do nosso Deus que, por ser Amor, cria em total gratuidade.

Por ser para nós, o Universo foi concebido como fonte de alegria.

Foi-nos dado como morada de seres talhados para a fraternidade.

É belo o Universo onde surgimos. 

Além disso, é lógico, por isso a nossa inteligência o compreende.

É um entretecido de relações geradoras de ritmo e harmonia, 

gera ondas de música, pensamentos sublimes exprimimos cantando ou fazendo poesia.

Por estar em construção o Homem ainda está inacabado. 

Deus quis que tivéssemos parte na nossa criação, 

a fim de podermos ser pessoas livres, conscientes e responsáveis.

Deus criou o Homem de modo a este se poder construir de modo livre, consciente e responsável.

Podemos dizer que Deus criou o Homem talhado para o encontro amoroso, 

isto é, para a festa da vida partilhada.

Calmeiro Matias (Adaptado)

 

 SANTÍSSIMA TRINDADE

A Solenidade que hoje celebramos não é um convite a decifrar o mistério que se esconde por detrás de “um Deus em três pessoas”; mas é um convite a contemplar o Deus que é amor, que é família, que é comunidade e que criou os homens para os fazer comungar nesse mistério de amor.

Na primeira leitura, o Deus da comunhão e da aliança, apostado em estabelecer laços familiares com o homem, autoapresenta-se: Ele é clemente e compassivo, lento para a ira e rico de misericórdia.

Na segunda leitura, Paulo expressa – através da fórmula litúrgica “a graça do Senhor Jesus Cristo, o amor do Pai e a comunhão do Espírito Santo estejam convosco” – a realidade de um Deus que é comunhão, que é família e que pretende atrair os homens para essa dinâmica de amor.

No Evangelho, João convida-nos a contemplar um Deus cujo amor pelos homens é tão grande, a ponto de enviar ao mundo o seu Filho único; e Jesus, o Filho, cumprindo o plano do Pai, fez da sua vida um dom total, até à morte na cruz, a fim de oferecer aos homens a vida definitiva. Nesta fantástica história de amor (que vai até ao dom da vida do Filho único e amado), plasma-se a grandeza do coração de Deus.

Dehonianos

 

MEDITAR

 

Oração de agradecimento

 

Senhor Deus, dono do tempo e da eternidade,

Teu é o hoje e o amanhã, o passado e o futuro.

Ao acabar mais um dia, quero dizer-Te:

 

Obrigado por tudo aquilo que recebi de Ti,

obrigado pela vida e pelo amor, pelas flores,

 elo ar e pelo sol, pela alegria e pela dor, pelo

que foi possível e pelo que não foi.

 

Ofereço-Te tudo o que fiz, o trabalho que pude

realizar, as coisas que passaram pelas minhas

mãos e o que com elas pude construir.

 

Apresento-Te as pessoas amigas, as novas

amizades e os antigos amores, os que estão

perto de mim, as com quem compartilhei vida,

trabalho, a dor e a alegria.

 

Que os próximos dias sejam sempre abençoados,

quero viver cada dia com otimismo e bondade,

levando a toda parte um coração cheio de

compreensão e paz.

 

Fecha meus ouvidos a toda falsidade, meus

lábios a palavras mentirosas, egoístas ou que

magoem. Abre sim, meu ser, a tudo que é bom,

que o meu espírito seja repleto somente de

bênçãos para que as derrame por onde passar.

 

Dai-nos sempre dias felizes e nos ensina a

compartilhar a felicidade.

 

Amém.

 

Autor desconhecido

 

 

 

 

 

 

Se tiveres o amor enraizado em ti, nenhuma coisa senão o amor serão os teus frutos.

Santo Agostinho

 


 INFORMAÇÕES

 

PREPARAÇÃO PARA O CRISMA

Na próxima terça-feira, dia 13 de junho, haverá a preparação para o Sacramento do Crisma, na Igreja Matriz da Calheta, às 19 horas.

 

ADORAÇÃO DO SANTÍSSIMO

Er.da de Santo António - quarta-feira, 14 de junho, das 17 às 18 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

Ribeira Seca - sexta-feira, 16 de junho, das 18 às 19 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

Manadas - sexta-feira, 16 de junho, das 10 às 11 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

 

CELEBRAÇÃO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA - RIBEIRA SECA

No dia 13 de junho, terça-feira, celebração em louvor de Nossa Senhora de Fátima, na Ribeira Seca, às 19 horas com recitação do terço, eucaristia e procissão no interior da Igreja.

CELEBRAÇÃO NOSSA SENHORA DE FÁTIMA - BEIRA

No dia 13 de junho, terça-feira, celebração em louvor de Nossa Senhora de Fátima, na Beira, às  horas 20h30, eucaristia, primeiras comunhões e procissão de velas.

MISSA NO SANTUÁRIO DA CALDEIRA DE SANTO CRISTO

No próximo domingo, 18 de junho, haverá a habitual missa no Santuário da Caldeira de Santo Cristo às 16 horas.

 

FESTAS DE SANTO ANTÓNIO

 

PARÓQUIA DE SANTO ANTÓNIO

Tríduo nos dias 14 e 15 de junho, com Eucaristia às 20h00.

Dia 16 de junho, exposição do Santíssimo e confissões a partir das 19horas e Eucaristia às 20h00 e bênção das merendeiras.

Festa no dia 18 de junho com a Eucaristia às 12h00 e a procissão às 19h30.

 

ERMIDA DE SANTO ANTÓNIO - RUA DE BAIXO - CALHETA

Missa Solene às 20 horas do dia 17 de junho.

Arraial durante a noite.

 

ERMIDA DE SANTO ANTÓNIO NAS MANADAS

Domingo, dia 18 de junho, pelas 17 horas celebração da Eucaristia na Ermida de Santo António, nos Terreiros, seguida de Procissão e Sermão no porto dos Terreiros.

FESTAS DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO

RIBEIRA DA AREIA - TRÍDUO - dias 12, 13 e 14 de junho às 20 horas

                                 Dia 15 -  Eucaristia às 14 horas e procissão às 15h30.

URZELINA - Festa no dia 15 com missa às 17 horas seguida de procissão.

 

 

 


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 801

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 827

Pensamento da Semana

Dá-nos um coração claro que veja o céu aberto
e o mundo como os olhos de uma criança,
olhos de confiança e de descoberta
que nos salvem dos hábitos.

 

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas