Nº 790

A cair é que se chega ao céu...

"O Senhor sustenta todos os que caem,

e levanta todos os abatidos". Salmos 145,14 

Queremos somente seguir. Seguir. E seguir...

Dá-nos prazer termos esta teimosia dentro de nós.

Dá-nos um outro alento pensar que podemos fazer tudo e mais alguma coisa sem ninguém.

Afinal de contas somos o ser mais capacitado à face da Terra.

Mas tudo isto leva-nos a uma grande cegueira.

Não adianta ignorarmos o inevitável.

Não adianta fugir daquilo que é a nossa essência.

Não adianta negarmos esta fragilidade humana que a todos nos assiste. Todos nós somos fracos.

Todos nós somos pecadores.

Onde em cada pensamento, ato e omissão caímos perante nós. Perante os outros. Perante Deus.

Caímos desamparados pelo ódio.

Caímos desamparados pelo fanatismo.

Caímos desamparados pelas faltas de amor.

Mas é aqui que este Deus entra.

É nestas alturas que este Deus atua.

É com Ele que percebemos que não somos nada.

É com Ele que nos conseguimos reerguer. Que nos conseguimos avivar. Afinal não é Ele, o Deus da Vida? Não é Ele, o Pai que estende a mão aos filhos para eles se levantarem?

Os pais não conseguem evitar todas as quedas.

Os pais não conseguem secar todas as lágrimas.

Os pais não conseguem eliminar todas as dores.

Mas os pais conseguem ajudar na superação.

e levantar todos os abatidos.”

Conseguem trocar o choro pelo riso.

Conseguem trocar a dor pelo conforto.

É assim que este Deus se apresenta: "como um Pai cheio de ternura e de bondade, com entranhas e carinho de Mãe.".

Os erros continuarão.

As falhas serão imensas.

E as quedas? Essas não têm fim...

Mas vale a pena cair se depois formos levantados por este Pai.

Vale a pena cair se depois conseguirmos entender como é que não se volta ao chão.

Vale a pena cair se depois conseguirmos entender como é que se chega ao céu.

Vale a pena cair, pois só assim nos apercebemos que estamos a caminhar. Vale a pena cair, para nos lembrarmos que somos tão, mas tão pequeninos.

Emanuel António Dias (Adaptado) 

 

 

IV DOMINGO DA QUARESMA

As leituras deste domingo propõem-nos o tema da “luz”. Definem a experiência cristã como “viver na luz”.

No Evangelho, Jesus apresenta-Se como “a luz do mundo”; a Sua missão é libertar os homens das trevas do egoísmo, do orgulho e da autossuficiência. Aderir à proposta de Jesus é enveredar por um caminho de liberdade e de realização que conduz à vida plena. Da ação de Jesus nasce, assim, o Homem Novo – isto é, o Homem elevado às suas máximas potencialidades pela comunicação do Espírito de Jesus.

Na segunda leitura, Paulo propõe aos cristãos de Éfeso que recusem viver à margem de Deus (“trevas”) e que escolham a “luz”. Em concreto, Paulo explica que viver na “luz” é praticar as obras de Deus (a bondade, a justiça e a verdade).

A primeira leitura não se refere diretamente ao tema da “luz” (o tema central na liturgia deste domingo). No entanto, conta a escolha de David para rei de Israel e a sua unção: é um ótimo pretexto para refletirmos sobre a unção que recebemos no dia do nosso Batismo e que nos constituiu testemunhas da “luz” de Deus no mundo.

Dehonianos

 

MEDITAR

 

Saber Perdoar

Senhor,
Nos momentos de maior adversidade,
Sentimos o peso e a dificuldade
De seguir, fielmente, a Tua vontade.
Rapidamente esquecemos a lição,
Que ensinaste aos Teus discípulos na oração,
Onde o amor vem sempre de mãos dadas com o perdão.
Hoje, como Pedro, pergunto:
«Senhor, se o meu irmão me ofender, quantas vezes lhe deverei perdoar? Até sete vezes?»
Tu bem sabes como é difícil perdoar
Aqueles que insistem em nos magoar,
Porque calam, em vez de falar,
Porque empurram, em vez de abraçar,
Porque julgam, em vez de amar.
Põem-nos à margem do seu viver,
E suas bocas se abrem para nos maldizer,
Procurando dividir, em vez de congregar.
Senhor, quanto temos que suportar,
Quanto temos que nos humilhar,
Quantas vezes temos que tentar,
Perdoar aqueles que já não nos querem amar?
Respondes-me, como respondeste a Pedro: «Não te digo até sete vezes, mas até setenta vezes sete.»
Senhor, é uma lição bem dura de aprender,
Mas se é isso que me pedes,
Se é assim que deve ser,
Então que eu saiba acolhê-la,
Ainda que o meu coração se parta, Ainda que as minhas entranhas se revolvam
E ainda que me engasgue
No silêncio gritante da minha desilusão…
Raquel Dias
 
 
 
 
 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Nesta vida são inúmeras as vezes que caímos. Falhamos. Tropeçamos. Gostamos de achar que sabemos tudo e que nunca iremos errar. Preferimos ignorar os avisos e os sinais que nos dão.

 

Nesta vida são inúmeras as vezes que caímos. Falhamos. Tropeçamos. Gostamos de achar que sabemos tudo e que nunca iremos errar. Preferimos ignorar os avisos e os sinais que nos dão.

- Reza a Deus, menino?

- Sim, todas as noites.

- E o que lhe pedes?

- Nada. Só lhe pergunto se posso ajudar em alguma coisa.

Pedro Bloch

 

O objetivo não é ter Deus como alguém que faça tudo aquilo que nós  queremos, mas  tornarmo-nos participantes daquilo que Ele está a fazer.

Eugene Peterson

 

 


INFORMAÇÕES

DIA MUNDIAL DA JUVENTUDE

   O Dia Mundial da Juventude é celebrado, na nossa ilha de São Jorge, no dia 8 de abril. Este ano vamos fazer esta grande festa na Vila das Velas com todos os que quiserem, de todas as idades, que ninguém sinta necessidade de um convite, todos estão convidados. Dia 8 de abril, sábado, o Dia começa pelas 10 horas da manhã terminando com um grande convívio de apresentação dos trabalhos de grupos da ilha no Auditório de Velas. Haverá também workshops da parte da manhã, jardim do perdão, procissão de Ramos e Eucaristia por volta da 11 horas.

Venham todos que será um dia cheio de alegria e juventude.

 

ADORAÇÃO DO SANTÍSSIMO

Ribeira Seca - quinta-feira, 30 de março, das 17h30 às 19 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

Manadas - sexta-feira, 31 de março, das 17h30 às 19 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

 

 

Er.da de Santo António - sábado, 1 de abril, das 17h00 às 18 horas, seguindo-se a celebrarão da Eucaristia.

 

 

CONFISSÕES

Ribeira Seca - quinta feira, dia 30 de março, das 17h30 às 19 horas.

Velas - quinta feira, dia 30 de março a partir das 17 horas.

Manadas - sexta feira, dia 31 de março, das 17h30 às 19 horas.

Er.da de Santo António - sábado, dia 1 de abril das 17 às 18 horas.

 

 

 

Portal - sábado, dia 1 de abril após a Missa das 19 horas.

 

 

CELEBRAÇÃO COMUNITÁRIA DA UNÇÃO DOS DOENTES

Nas Manadas e na Ribeira Seca, no V Domingo da Quaresma, dia 2 de abril,  Dia Diocesano do Doente, durante as Eucaristias.

 

CLÍNICA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DA CALHETA

A Direção da Associação de Bombeiros Voluntários da Calheta informa que estará na Clínica da Instituição a Dr.ª Paula Pires, neurologista e neuro-pediatra, dia 7 de abril; Dr. Brasil Toste, otorrinolaringologista, dia 10 de abril; Dr.ª Alexandra Dias, Pediatra, em final de abril ou início de maio; Dr.ª Maria Graça Almeida, Ginecologista e obstetra, em maio; a Dr.ª Renata Gomes, Cardiologista, em maio; Dr. Rui Amaral, imagiologia e radiologia, data por estabelecer; Dr. Carlos Aguilar, oftalmologista, data por estabelecer; Dr.ª Lourdes Sousa, Dermatologista, em agosto; Elisabel Barcelos, psicóloga clínica e formadora, nas áreas de avaliação psicológica de condutores (testes psicotécnicos), avaliação psicológica, acompanhamento psicológico e formação em temas ligados à saúde mental e/ou psicologia, às quintas e sextas.

Os interessados podem fazer as suas marcações para os números 295 460 110/ 295460111.

 

 

 

 

 


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 790

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas