Nº 782

 

Obrigado, Senhor,
pois o medo deixa de habitar os que começam a tomar-Te a sério.
 
Quando começamos a acreditar
que O Espírito Santo está em nós e atua por meio de nós,
o medo começa a desaparecer.
Quando começamos a fazer render os talentos que Tu nos dás,
Pai Santo, começam a acontecer-nos coisas maravilhosas.
 
De facto, os nossos talentos são capacidades
para nos realizarmos e facilitarmos a realização dos outros.
Eis a razão pela qual Tu nos pedes, Jesus Cristo,
para sermos fieis aos talentos que possuímos.
 
Senhor, quero ser agradecido,
realizando e partilhando com alegria os bens que Tu me deste.
Reconheço, Deus Santo, a vossa bondade para mim.
Por isso quero mostrar a minha gratidão
partilhando com os irmãos os dons que me deste.
Quero proclamar, Pai Santo,
a força libertadora que existe na partilha.
 
Pouco a pouco fui compreendendo esta verdade importante:
aquilo que partilho nunca me fará falta.
 
Agora compreendo, meu Deus,
que me deste os dons que possuo para eu ser administrador
de algo que é também fonte de felicidade para os meus irmãos.
 
Dou-Te graças porque à medida em que Te ia conhecendo melhor
me fazias sentir a alegria e a segurança
de que estou a caminhar não para o fracasso da morte
mas para a vitória da ressurreição.
 
Quando começamos a meditar a Tua Palavra
o medo deixa de ter morada no nosso coração.
Espírito Santo, ensina-me a orar à maneira de Jesus,
a fim de que a minha vida dê Frutos de Vida
como a vida de Jesus deu."
 
 in Salmos para o Terceiro Milénio
 
IV DOMINGO DO TEMPO COMUM
As leituras deste domingo propõem-nos uma reflexão sobre o “Reino” e a sua lógica. Mostram que o projeto de Deus – o projeto do “Reino” – roda em sentido contrário à lógica do mundo… Nos esquemas de Deus – ao contrário dos esquemas do mundo – são os pobres, os humildes, os que aceitaram despir-se do egoísmo, do orgulho, dos próprios interesses que são verdadeiramente felizes. O “Reino” é para eles.
Na primeira leitura, o profeta Sofonias denuncia o orgulho e a autossuficiência dos ricos e dos poderosos e convida o Povo de Deus a converter-se à pobreza. Os “pobres” são aqueles que se entregam nas mãos de Deus com humildade e confiança, que acolhem com amor as suas propostas e que são justos e solidários com os irmãos.
Na segunda leitura, Paulo denuncia a atitude daqueles que colocam a sua esperança e a sua segurança em pessoas ou em esquemas humanos e que assumem atitudes de orgulho e de autossuficiência; e convida os crentes a encontrar em Cristo crucificado a verdadeira sabedoria que conduz à salvação e à vida plena.
O Evangelho apresenta a magna carta do “Reino”. Proclama “bem-aventurados” os pobres, os mansos, os que choram, os que procuram cumprir fielmente a vontade de Deus, porque já vivem na lógica do “Reino”; e recomenda aos crentes a misericórdia, a sinceridade de coração, a luta pela paz, a perseverança diante das perseguições: essas são as atitudes que correspondem ao compromisso pelo “Reino”.
Dehonianos
 
MEDITAR
 
A BELEZA DA CRUZ
 
Senhor, como é bela a Tua cruz!

 

Para alguns, escândalo e loucura

 

Para mim resplandece de luz

 

E dela jorra misericórdia e ternura.

 

 

 

Memória da Tua paixão,

 

Cravada de espinhos e de dor,

 

Sinal visível da nossa redenção.

 

Como é bela a tua cruz, Senhor!

 

 

 

Por ela me deixo envolver

 

neste mistério paradoxal

 

Que dá sentido ao meu viver.

 

 

 

Beleza inigualável vestida de horror,

 

Serenidade de uma entrega livre e radical

 

Símbolo da maior prova de amor.

 

Raquel Dias
 
CONTO (639)
 
ESPELHO PARTIDO
Um professor deu a sua lição e no fim fez a pergunta ritual:
- Há alguma pergunta?
Um estudante perguntou:
- Qual é o significado da vida?
Alguns dos presentes sorriram. O professor olhou longamente para o estudante, perguntando com o olhar se era uma pergunta séria. Compreendeu que era.
- Vou responder-te.
Tirou da carteira um pequeno pedaço de espelho. Depois disse:
- Era criança durante a guerra. Um dia, no caminho, vi um espelho partido. Conservei o fragmento maior. Ei-lo. Comecei a brincar e deixei-me encantar pela possibilidade de dirigir a luz refletida nos ângulos escuros onde o sol nunca brilhava. Conservei o pequeno espelho. Tornando-me adulto, acabei por perceber que não era apenas uma brincadeira de criança, mas a metáfora daquilo que eu poderia fazer na vida.
Perguntas pelo significado da vida. Para mim, a vida tem sentido se posso projetar um pouco de luz - a verdade, a compreensão, a bondade, a ternura - para os recantos mais escuros do coração das pessoas. Talvez outras pessoas, vendo o que eu faço, decidam fazer o mesmo. E o mundo será mais luminoso e feliz.
 In ALEGRE MANHÃ de Pedrosa Ferreira

 

As estórias das crianças é que estão certas:
só os amigos nos resgatam do medo.
só um beijo nos pode salvar da morte.
 
Rui Santiago Cssr

ADORAÇÃO DO SANTÍSSIMO

Ribeira Seca - quinta-feira, 2 de fevereiro, das 17 às 18 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

Manadas - sexta-feira, 3 de fevereiro, das 17 às 18 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

Er.da de Santo António - sábado, 4 de fevereiro, das 16h00 às 17h00, seguindo-se a celebrarão da Eucaristia.

 

NOSSA SENHORA DAS CANDEIAS

No próximo dia 2 de fevereiro, dia de Nossa Senhora das candeias, na Ermida a ela dedicada no caminho que vai para a Ribeira do Nabo, haverá uma Eucaristia em seu louvor às 18 horas.

 

RECEITAS

Cortejo de Oferendas da Ermida de Santo António - 593,00€

Cortejo de Oferendas da Ribeira Seca - 423,00€

 


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 782

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 827

Pensamento da Semana

Dá-nos um coração claro que veja o céu aberto
e o mundo como os olhos de uma criança,
olhos de confiança e de descoberta
que nos salvem dos hábitos.

 

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas