Nº 782

 

Obrigado, Senhor,
pois o medo deixa de habitar os que começam a tomar-Te a sério.
 
Quando começamos a acreditar
que O Espírito Santo está em nós e atua por meio de nós,
o medo começa a desaparecer.
Quando começamos a fazer render os talentos que Tu nos dás,
Pai Santo, começam a acontecer-nos coisas maravilhosas.
 
De facto, os nossos talentos são capacidades
para nos realizarmos e facilitarmos a realização dos outros.
Eis a razão pela qual Tu nos pedes, Jesus Cristo,
para sermos fieis aos talentos que possuímos.
 
Senhor, quero ser agradecido,
realizando e partilhando com alegria os bens que Tu me deste.
Reconheço, Deus Santo, a vossa bondade para mim.
Por isso quero mostrar a minha gratidão
partilhando com os irmãos os dons que me deste.
Quero proclamar, Pai Santo,
a força libertadora que existe na partilha.
 
Pouco a pouco fui compreendendo esta verdade importante:
aquilo que partilho nunca me fará falta.
 
Agora compreendo, meu Deus,
que me deste os dons que possuo para eu ser administrador
de algo que é também fonte de felicidade para os meus irmãos.
 
Dou-Te graças porque à medida em que Te ia conhecendo melhor
me fazias sentir a alegria e a segurança
de que estou a caminhar não para o fracasso da morte
mas para a vitória da ressurreição.
 
Quando começamos a meditar a Tua Palavra
o medo deixa de ter morada no nosso coração.
Espírito Santo, ensina-me a orar à maneira de Jesus,
a fim de que a minha vida dê Frutos de Vida
como a vida de Jesus deu."
 
 in Salmos para o Terceiro Milénio
 
IV DOMINGO DO TEMPO COMUM
As leituras deste domingo propõem-nos uma reflexão sobre o “Reino” e a sua lógica. Mostram que o projeto de Deus – o projeto do “Reino” – roda em sentido contrário à lógica do mundo… Nos esquemas de Deus – ao contrário dos esquemas do mundo – são os pobres, os humildes, os que aceitaram despir-se do egoísmo, do orgulho, dos próprios interesses que são verdadeiramente felizes. O “Reino” é para eles.
Na primeira leitura, o profeta Sofonias denuncia o orgulho e a autossuficiência dos ricos e dos poderosos e convida o Povo de Deus a converter-se à pobreza. Os “pobres” são aqueles que se entregam nas mãos de Deus com humildade e confiança, que acolhem com amor as suas propostas e que são justos e solidários com os irmãos.
Na segunda leitura, Paulo denuncia a atitude daqueles que colocam a sua esperança e a sua segurança em pessoas ou em esquemas humanos e que assumem atitudes de orgulho e de autossuficiência; e convida os crentes a encontrar em Cristo crucificado a verdadeira sabedoria que conduz à salvação e à vida plena.
O Evangelho apresenta a magna carta do “Reino”. Proclama “bem-aventurados” os pobres, os mansos, os que choram, os que procuram cumprir fielmente a vontade de Deus, porque já vivem na lógica do “Reino”; e recomenda aos crentes a misericórdia, a sinceridade de coração, a luta pela paz, a perseverança diante das perseguições: essas são as atitudes que correspondem ao compromisso pelo “Reino”.
Dehonianos
 
MEDITAR
 
A BELEZA DA CRUZ
 
Senhor, como é bela a Tua cruz!

 

Para alguns, escândalo e loucura

 

Para mim resplandece de luz

 

E dela jorra misericórdia e ternura.

 

 

 

Memória da Tua paixão,

 

Cravada de espinhos e de dor,

 

Sinal visível da nossa redenção.

 

Como é bela a tua cruz, Senhor!

 

 

 

Por ela me deixo envolver

 

neste mistério paradoxal

 

Que dá sentido ao meu viver.

 

 

 

Beleza inigualável vestida de horror,

 

Serenidade de uma entrega livre e radical

 

Símbolo da maior prova de amor.

 

Raquel Dias
 
CONTO (639)
 
ESPELHO PARTIDO
Um professor deu a sua lição e no fim fez a pergunta ritual:
- Há alguma pergunta?
Um estudante perguntou:
- Qual é o significado da vida?
Alguns dos presentes sorriram. O professor olhou longamente para o estudante, perguntando com o olhar se era uma pergunta séria. Compreendeu que era.
- Vou responder-te.
Tirou da carteira um pequeno pedaço de espelho. Depois disse:
- Era criança durante a guerra. Um dia, no caminho, vi um espelho partido. Conservei o fragmento maior. Ei-lo. Comecei a brincar e deixei-me encantar pela possibilidade de dirigir a luz refletida nos ângulos escuros onde o sol nunca brilhava. Conservei o pequeno espelho. Tornando-me adulto, acabei por perceber que não era apenas uma brincadeira de criança, mas a metáfora daquilo que eu poderia fazer na vida.
Perguntas pelo significado da vida. Para mim, a vida tem sentido se posso projetar um pouco de luz - a verdade, a compreensão, a bondade, a ternura - para os recantos mais escuros do coração das pessoas. Talvez outras pessoas, vendo o que eu faço, decidam fazer o mesmo. E o mundo será mais luminoso e feliz.
 In ALEGRE MANHÃ de Pedrosa Ferreira

 

As estórias das crianças é que estão certas:
só os amigos nos resgatam do medo.
só um beijo nos pode salvar da morte.
 
Rui Santiago Cssr

ADORAÇÃO DO SANTÍSSIMO

Ribeira Seca - quinta-feira, 2 de fevereiro, das 17 às 18 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

Manadas - sexta-feira, 3 de fevereiro, das 17 às 18 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

Er.da de Santo António - sábado, 4 de fevereiro, das 16h00 às 17h00, seguindo-se a celebrarão da Eucaristia.

 

NOSSA SENHORA DAS CANDEIAS

No próximo dia 2 de fevereiro, dia de Nossa Senhora das candeias, na Ermida a ela dedicada no caminho que vai para a Ribeira do Nabo, haverá uma Eucaristia em seu louvor às 18 horas.

 

RECEITAS

Cortejo de Oferendas da Ermida de Santo António - 593,00€

Cortejo de Oferendas da Ribeira Seca - 423,00€

 


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 782

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas