Nº772

 

O Bom Rei...
«Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigénito,
para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna.» João 3,16
 

 

Esta semana iremos recordar Jesus Cristo como Rei.

 

Jesus Cristo é aclamado Rei do Universo.

 

Lembramos o Rei que nunca usou ouro.

 

Lembramos o Rei que nunca foi servido.

 

Lembramos o Rei que trocava a superioridade, pela simplicidade, pela ternura e pelo toque de misericórdia no outro.

 

Lembramos o Rei que trocava a hipocrisia pela verdade.

 

Era o Rei de um reinado que muitos ainda não descobriram.

 

Ele não possuía um forte exército, nem tinha grandes armaduras.

 

Ele era Rei de outras andanças.

 

Ele era Rei de outras manias.

 

Era Rei da palavra. Rei do afeto. Rei da proximidade.

 

Rei do sorriso. Rei do acolhimento. Rei do amor.

 

Mas por ser diferente e por não perceberem a Sua grandiosidade não Lhe deram o reconhecimento de realeza.

 

Não conseguiram entender que ser-se Rei não é fazer divisões, mas sim uniões.

 

Não perceberam que para ser-se Rei não é preciso discriminar, mas sim acolher.

 

Não perceberam que para se conquistar o Mundo não é preciso guerra, mas sim verdadeiros ataques de amor.

 

Eles não entenderam que a Sua forma de reinar estava muito mais à frente do que alguma vez conseguiremos entender.

 

Ele reinava à Sua maneira. Ele reinava à maneira do Pai.

 

"Pois este Filho é a cara chapada de Seu Pai". Este Filho sabia muito bem que teria que agradar ao Seu Pai e não o Mundo.

 

E por causa disso o Mundo trocou o ouro pelos espinhos.

 

Trocou a contemplação pelas piadas sem graça.

 

Trocou o bem servir pelas chicotadas.

 

Trocou as boas maneiras pelas cuspidelas na Sua cara.

 

Tu Senhor, eras Rei, mas eles não entendiam... Tu eras Rei, mas eles não viam.

 

Tu eras Rei e por isso deste-nos o maior de todos os tesouros.

 

Tu eras, és e serás sempre Rei.

 

Tu eras, és e serás sempre o único Rei que percebeu a humanidade que existe em cada um de nós.

 

Tu eras, és e serás sempre o único Rei que nunca atirou uma pedra.

 

Tu eras, és e serás sempre o único Rei que usou uma coroa de espinhos.

 

Emanuel António Dias (Adaptado)

 

 
 
SOLENIDADE DE NOSSO SENHOR JESUS CRISTO, REI DO UNIVERSO
A Palavra de Deus, neste último domingo do ano litúrgico, convida-nos a tomar consciência da realeza de Jesus. Deixa claro, no entanto, que essa realeza não pode ser entendida à maneira dos reis deste mundo: é uma realeza que se exerce no amor, no serviço, no perdão, no dom da vida.

 

A primeira leitura apresenta-nos o momento em que David se tornou rei de todo o Israel. Com ele, iniciou-se um tempo de felicidade, de abundância, de paz, que ficou na memória de todo o Povo de Deus. Nos séculos seguintes, o Povo sonhava com o regresso a essa era de felicidade e com a restauração do reino de David; e os profetas prometeram a chegada de um descendente de David que iria realizar esse sonho.

 

O Evangelho apresenta-nos a realização dessa promessa: Jesus é o Messias/Rei enviado por Deus, que veio tornar realidade o velho sonho do Povo de Deus e apresentar aos homens o “Reino”; no entanto, o “Reino” que Jesus propôs não é um Reino construído sobre a força, a violência, a imposição, mas sobre o amor, o perdão, o dom da vida.

 

A segunda leitura apresenta um hino que celebra a realeza e a soberania de Cristo sobre toda a criação; além disso, põe em relevo o seu papel fundamental como fonte de vida para o homem.

 

Dehonianos

 

 
MEDITAR
 
NÃO DUVIDES!

 

 

 

O mundo dá demasiadas voltas. Mas volta sempre ao sítio certo. Não duvides.

 

A verdade há de correr sempre atrás de ti. Por muito que te escondas dela. Não duvides.

 

A esperança há de ser sempre maior que a tua paciência para a encontrar. Não duvides.

 

Não te prepares para viver. A vida está preparada para ti. Não duvides.

 

Não te esqueças do que aprendeste e não percas o rasto à tua história.

 

O silêncio pode ser uma arma mais forte que o grito. Não duvides.

 

Quem muito se ausenta, nem sempre deixa de fazer falta. Não duvides.

 

Os milagres só existem nas mãos de quem se atreve a fazê-los. Não duvides.

 

O regresso nem sempre volta a trazer a pessoa que partiu. Não duvides.

 

Há lutas que não valem a pena e há guerras que valem a pena perder. Não duvides.

 

Ninguém guarda segredos. São os segredos que nos guardam e, às vezes, nos limitam. Não duvides.

 

O que vale a pena descobrir numa pessoa está dentro dos olhos dela e nunca noutro lugar qualquer. Não duvides.

 

O que vale a pena guardar no coração é sempre leve. Se for pesado, não guardes.

 

O tempo chega sempre para tudo o que queremos, realmente, fazer. Não duvides.

 

 

 

Lá fora o mundo é sempre maior do que tu. Parece vir na tua direção, depois de ganhar balanço em todos os teus medos. Lá longe, o mundo promete a extinção das certezas e dos dias de sol. Resta-te, a cada dia que passa, ser mundo nos lugares onde falta tudo. Ser mundo com aqueles de quem o mundo se esqueceu. Ser mundo onde for preciso. Quando for preciso. Sempre que for preciso. E o mundo está debaixo dos teus pés e ao alcance das tuas mãos. Não duvides.

 

Marta Arrais

 

 
CONTO (629)
 
Se me amas, deixa sempre a porta aberta!
Um homem tinha um pássaro em casa. Sempre que estava mais triste ia até perto da gaiola e desabafava... sentia-se sempre melhor depois de o fazer. Um dia, ao fim de longos anos de convivência, disse ao pássaro:
 - Meu querido amigo, tens sido um companheiro fiel da minha vida. Dos poucos que nunca me abandonaram... pede-me o que quiseres, eu dar-to-ei...
 Ao fim de algum tempo, e de forma inesperada, eis que se fez ouvir uma voz:
 - Se me amas, deixa sempre a porta aberta. Ao longo deste tempo já te esqueceste de a fechar algumas vezes e eu nunca fui embora. Confesso-te que gostei de dar um passeio pelas redondezas, mas voltei. Fechei sempre a porta com cuidado para que não te sentisses mal. Estou aqui e estarei... mas era tão bom que merecesse a tua confiança!
 - Tenho medo de que se deixar a porta aberta, tu não voltes mais...
 - Sabes, se o fizer é porque não sou quem merece essa tua dedicação. Só com a porta sempre aberta poderás saber se te estimo ou não. Não é uma porta fechada que garante que dois corações têm o mesmo destino. Sem liberdade, não há amor. Apenas uma aparência doentia disso. Quem fica só porque tem a porta fechada ou medo do que possa acontecer depois de sair... não ama.
 O homem abriu a porta ao seu amigo e nunca mais a voltou a fechar... O pássaro por vezes voava para longe e voltava, sempre... tinha gosto em ser livre e em merecer a confiança de quem o amava. As suas asas serviam-lhe para voar, para ir e também para voltar.
 Gostava daquela casa, da gaiola, da companhia do seu amigo e da liberdade de ter o mundo inteiro.
 Uma porta aberta é sinal de amor.
José Luís Nunes Martins

 

A confiança na VIDA, no bem que existe em nós e no mundo, são o ponto de partida na construção de relações fraternas e de amizade capazes de dar colorido ao nosso mundo marcado por relações de domínio e violência.

 

FESTA DE SANTA CATARINA
TRÍDUO - 21, 22 e 23 de novembro.
                  Dia 21 - missa às 19 horas.       
                  Dia 22 - confissões às 19 horas seguidas de missa.         
                 Dia 23 - missa às 19 horas
 
 DIA 25
                  EUCARISTIA DE FESTA às 11 horas.

            INFORMAÇÕES

 Manadas - terça-feira, 22 de novembro, das 17 às 18 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.FORMAÇÃO DE CATEQUISTAS ABERTA A TODA A COMUNIDADEA Confraria do Santíssimo Sacramento da Urzelina convida toda a comunidade Cristã  a associar-se a este ato que é um momento de oração e reflexão, partilhe connosco este momento especial em adoração ao Santíssimo .
tema: “A Virgem Santa Maria na vida e na missão da Igreja”
Ribeira seca: quarta-feira, 23 de novembro, às 19 horas, na Igreja Paroquial.
 
CONFRARIA DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO DA URZELINA
No próximo domingo, dia 27, celebra-se o Dia Eucarístico na Urzelina das 9h00 ás 12h30 seguindo-se a Missa.

 

 

A Direção da Associação de Bombeiros Voluntários da Calheta informa que estará na clínica da Instituição a Dr.ª Maria Graça Almeida, Ginecologista, no dia 1 de dezembro, a Dr.ª Renata Gomes, Cardiologista, em novembro; Dr.ª Alexandra Dias, Pediatra, em janeiro de 2017; Dr.ª Paula Pires, neurologista e neuro-pediatra, em dezembro de 2016; Dr. Brasil Toste, Otorrinolaringologista, dia por estabelecer; Dr. Carlos Aguilar, Oftalmologista, dia por estabelecer; Dr.ª Guadalupe Benites, medicina interna nas áreas de Diabetes, anemias e doenças infeciosas e toda a patologia do adulto, data por estabelecer; Dr.ª Lourdes Sousa, Dermatologista, em fevereiro/março de 2017. Os interessados podem fazer as suas marcações para os números 295 460 110/ 295460111

Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº772

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas