Nº 736

 

A Ilha de São Jorge celebra o Dia Mundial da Juventude no próximo sábado, 19 de março. Este ano é no Norte Grande, começa pelas 10 horas e prolonga-se por todo o dia, havendo variedade de eventos que, durante esta semana, a Equipa da Pastoral Juvenil fará chegar a todos os lares através de um programa. O tema deste ano é: “AMAR SEM MEDIDA” baseado na proposta do Papa Francisco. Deixo um pequeno texto para a nossa preparação.

 

 

 

O desafio é “Amar sem medida”.

 

Amar exige que derrubemos os muros que nos impeçam de olhar olhos nos olhos, estar frente a frente. Pede que as portas do nosso coração se abram aos outros, os que connosco vivem e quem encontramos na vida. Quer o silêncio interior no encontro belo e harmonioso de um bem-querer permanente.

 

Amar sem medida é tirar de nós toda a forma de julgar os outros. É desejar que a felicidade e o bem se estenda a todos, até aos que não são da nossa opinião, aos que não gostam tanto de nós.

 

O mundo tem falta deste amor sem medida porque está habituado a pôr em tudo um preço, um número. Parece que já não contamos pela dignidade, pelo amor sem medida que habita o nosso coração. É um mundo feito de poderes e foram estes que mataram Jesus. Ele que dá totalmente por amor, não guarda nada para si. Dá-se inteiramente.

 

Jesus é Aquele que nos ensina que “Amar sem medida” vale mais do que tudo. Ensina que este “sem medida” é a maior alegria que está dentro de nós.

 

“Amar sem medida” mesmo quando temos o nosso coração magoado, ferido pelo mal dos outros e do mundo. Mesmo quando o nosso coração parece sangrar pelo mal que vê no mudo e à sua volta. Mesmo nessas horas é necessário pôr muito amor, um amor ilimitado para podermos continuar a amar e a querer fazer todo o bem que está ao nosso alcance.

 

Como gostaria de dizer o quanto vale e é importante “Amar sem medida”. Amar ao jeito de Maria minha mãe que junto à cruz, perante o olhar terno de Seu amado Filho recebe-nos a todos como seus muito preciosos filhos, mesmo aqueles que escarneciam de seu Filho, aqueles que acabavam de lhe tirar a vida, que fizer esgotar a última gota de sangue, aqueles que puseram diante dos nossos olhos o coração amado de Jesus. A estes Maria também recebe como seus filhos em seu coração maternal. Este é um amor sem medida. Um amor de Mãe.

 

Vamos experimentar a viver o “Amor sem medida”.

 

 

V DOMINGO DA QUARESMA

Saber perdoar

Um dia o Zeca regressou da escola cheio de raiva. Antes que o pai lhe perguntasse alguma coisa, gritou irritado:

 

- O Pedro não devia ter feito aquilo para comigo. Humilhou-me à vista de todos. Quero que ele sofra como eu. Quem me dera que ele parta uma perna...

 

O pai escutou tudo calado enquanto caminhou para o fundo do jardim onde guardava um saco cheio de carvão. O Zeca viu o saco aberto e o pai a propor-lhe:

 

- Filho, faz de conta que aquela camisa branca a secar no varal é o amigo que te ofendeu e cada pedaço de carvão é uma acusação que tens contra ele. Atira-lhe este carvão todo.

 

O miúdo achou a brincadeira divertida e descarregou assim a sua fúria mas a camisa estava longe demais e poucos pedaços acertaram o alvo. No final sentiu-se cansado mas satisfeito por ter conseguido alguma coisa. O pai levou-o então até ao espelho do quarto onde pôde ver a sua figura toda suja de carvão. Só enxergava os dentes e os olhos. O pai concluiu ternamente:

 

- Filho, viste que aquela camisa quase que nem se sujou mas, olha para ti. O mal que desejamos aos outros é aquilo que nos desfigura. Por mais que possamos atrapalhar a vida de alguém com as nossas acusações, a borra, os resíduos e a fuligem ficam sempre em nós mesmos.

 

Jesus ensinou o mesmo: quem não tiver pecado que atire a primeira pedra!

 

Pe. José David Quintal Vieira, scj

 

MEDITAR

 

"Deus Santo,

 

 sem amor o coração humano está vazio,

 

 acabando por ficar árido como um deserto ressequido.

 

 

 

No coração vazio não germina a alegria que dá vigor à existência.

 

 Com o coração vazio,

 

 a pessoa não se pode estruturar

 

 como ser de encontro e comunhão.

 

 O coração é o núcleo profundo

 

 a partir do qual emerge e se configura

 

 a nossa interioridade espiritual.

 

 

 

É a raiz da qual brota a seiva que alimenta

 

 as nossas relações de comunhão.

 

 No coração vazio só habita a solidão,

 

 isto é, o tormento de não poder comungar.

 

 Sem amor no coração

 

 a pessoa não consegue possuir-se nem atingir a sua plenitude.

 

 Na verdade, a pessoa só se possui

 

 na medida em que comunga com os outros.

 

 Sem um coração animado pelo amor

 

 a pessoa não tem capacidade para se encontrar com os outros

 

 de modo construtivo.

 

 Sem amor no coração o ser humano está afundado

 

 num abismo insondável de silêncio.

 

 Mesmo que grite não consegue fazer-se ouvir.

 

 Porque só encontramos eco

 

 nas pessoas com as quais comungamos.

 

 Sem amor, o coração da pessoa

 

 é um espaço onde apenas habita a angústia e a solidão.

 

 Quando o coração está vazio de amor

 

 a pessoa experimenta a morte!

 

 Sem água, as plantas secam e os animais não podem viver.

 

 Assim acontece à pessoa que não tem amor no coração."

 

  in Salmos para o Terceiro Milénio 2, 2010

 

 

CONTO (596)

 

O PAPAGAIO DE PAPEL E A FLOR

Era uma vez um papagaio de papel de cara risonha que ficou enfeitiçado por uma flor maravilhosa. Não conseguindo viver sem ela, deu sua linha à flor, para que a segurasse. A flor, então, soltou a linha para o papagaio voar muito alto.

Mas a flor, cá em baixo, começava a ficar com raiva. Que injustiça o papagaio poder voar tão alto, e ela ter de ficar plantada no chão. E teve inveja. «Se o papagaio me amasse de verdade, não poderia estar feliz lá em cima longe de mim. Ficaria sempre comigo…», dizia. E à inveja juntou o ciúme, tornou-se malvada, amuava quando o papagaio voltava à terra e exigia uma explicação para tudo.

O papagaio de papel começou a ter medo de ficar feliz, pois sabia que isso iria fazer a flor sofre.

A flor foi, aos pouco, encurtando a linha. E o papagaio já não conseguia voar.

Ai, baixinho, via os outros papagaios de papel lá no alto. E percebeu que não era amor o que havia entre ele e a flor. E que teria de tomar uma decisão:

- Não voarei mais, para não ferir a flor, mas também não lhe darei a alegria do meu sorriso.

Ou, se a flor fosse uma borboleta enfeitiçada por uma bruxa má, teria de ajudá-la a vencer o feitiço, pondo de parte a inveja e o ciúme, e, então, voariam juntas.

Ou, teria de se ir em busca de uma outra mão que ficasse feliz vendo-a voar nas alturas.

Revista Audácia de março de 2016

 

Se um dia todos os livros forem queimados, então o rosto passará a ser a biblioteca do homem, as rugas as suas linhas, o olhar a sua história.
Henrik Nilsson

 

INFORMAÇÕES
 
NOSSA SENHORA de FÁTIMA na RIBEIRA SECA
Segunda-feira, dia 14 de março, às 18h30 recitação do terço, seguida de Eucaristia e procissão no interior da Igreja.
 
ADORAÇÃO DO SANTÍSSIMO
MANADAS - Quinta-feira, 17 de março das 17 às 18 horas.
Às 18 horas, eucaristia em honra de São José.
RIBEIRA SECA - Sexta-feira, 18 de março das 18 às 19 horas
Às 18 horas, eucaristia em honra de São José.
 
MISSA NO SANTUÁRIO DA CALDEIRA
No próximo Domingo, 20 de março, pelas 15 horas, haverá Eucaristia no Santuário da Caldeira de Santo Cristo.
 
CONFISSÕES
URZELINA - Dia 20 de março a partir das 17horas
VELAS - Dia 17 de março a partir das 17 horas
 
EXPOSIÇÃO DO SANTÍSSIMO E CONFISSÕES
NORTE PEQUENO - Exposição do Santíssimo, confissões e eucaristia, dia 15 de março, às 17 horas
NORTE GRANDE - Exposição do Santíssimo, confissões e eucaristia, dia 16 de março, às 17 horas
 
BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DA CALHETA

 

A direção dos Bombeiros Voluntários da Calheta informa que estarão na Clínica da Instituição os seguintes especialistas: Dr.ª Maria graça Almeida, ginecologista e obstetra no dia 31 de março; Dr.ª Renata Gomes, cardiologista, nos dias 11 e 12 de abril; Dr.ª Paula Pires, neurologista e neuropediatra, no dia 13 de abril; Dr. Brasil Toste, otorrinolaringologista, em abril/maio; Dr.ª Alexandra Dias, pediatra, em abril/maio; Dr.ª Lourdes Sousa, dermatologista, em agosto. As marcações podem ser feitas através dos n.os: 295460110/111

 

 

Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 736

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas