Nº 733

 

QUEM, SENÃO O AMOR?
 

 

Deus Bom e Santo,

 

Jesus ensinou-nos que o sucesso da realização humana passa sempre pelo amor.

 

 

 

Assim como a componente básica da nossa vida corporal é a água, 

 

a componente básica da nossa vida espiritual é o amor.

 

Sem água o corpo definha e morre em poucos dias. 

 

Do mesmo modo, sem contexto de amor, a pessoa fica em estado de morte espiritual.

 

 

 

Aquilo a que chamamos "inferno" 

 

não é mais que o estado de uma pessoa que, por própria decisão, 

 

se estruturou numa linha de recusa total ao amor.

 

"Inferno" não é um lugar, mas uma situação de egoísmo absoluta 

 

em que a pessoa fica reduzida a si mesma!

 

De igual modo, "inferno" não é nunca uma decisão Tua, Pai Bom, 

 

mas apenas a maneira de falarmos da possibilidade terrível 

 

de alguém rejeitar todo e qualquer apelo do amor. 

 

 

 

Não estamos feitos para existirmos sozinhos. 

 

Não temos futuro sozinhos! 

 

É por isso que nos sentimos num "inferno" 

 

quando nos falta a Esperança, o Futuro, ou a confiança de sermos amados.

 

Fomos postos no mundo para sermos amados.

 

 

 

Na verdade, o amor é o coração, a origem e a cúpula do Universo, 

 

pois Tu, Deus Bendito, és Amor (1 Jo 4, 16).

 

 

 

A Primeira Carta de São João diz o seguinte: 

 

“Caríssimos, amemo-nos uns aos outros, porque o amor vem de Deus.

 

Aquele que ama nasceu de Deus e chega ao conhecimento de Deus.

 

Pelo contrário, aquele que não ama não conheceu Deus, pois Deus é amor”.

 

 

 

Uma vez que o pecado é dizer não ao amor, 

 

podemos dizer que o pecado atinge negativamente o ser humano no seu coração.

 

O pecado é, de facto, o único caminho que conduz ao fracasso da pessoa, 

 

pois atinge-a na sua essência.

 

 

 

Ámen

 

 
II DOMINGO DA QUARESMA
Escutar o Senhor

 

Alguns alunos mostraram curiosidade em saber o que é que os padres do Colégio faziam antes do horário das aulas e depois da hora de fechar. Eu lá fui explicando que os padres viviam ali, que trabalhavam e rezavam mais ou menos com este horário:

 

- Às 07H00 rezam Laudes ou a oração da manhã, seguida de missa e mais meia hora de meditação. Entretanto chegam os alunos. À tarde, pelas 19H00 rezam o Ofício de Leitura, o Terço e antes do jantar fazem meia hora de adoração eucarística com recitação de Vésperas. À noite, depois de preparem as aulas para o dia seguinte, ainda rezam as Completas…

 

Alguém mais perspicaz perguntou:

 

- Afinal, quanto tempo vocês rezam por dia?

 

- Fazendo bem as contas... mais de duas horas.

 

- Caramba, eu vou dois minutos à Capela e já nem sei o que dizer a Deus. O que é que vocês têm para Lhe dizer durante esse tempo todo?

 

Então respondi que, de facto, tinha muito pouco para lhe dizer mas que Deus tinha sempre muita coisa para me falar.

 

No Tabor Deus disse: 'Este é o meu Filho muito amado, escutai-O.' É por isso que o cristão não reza: Escuta Senhor que o teu servo quer falar mas fala Senhor que o teu servo escuta. O tempo de quaresma é tempo de oração, tempo de escuta.

 

Pe. José David Quintal Vieira, scj
 
MEDITAR
 

 

Deus Santo,
sem amor o coração humano está vazio,
acabando por ficar árido como um deserto ressequido.

 

No coração vazio não germina a alegria que dá vigor à existência.
Com o coração vazio,
a pessoa não se pode estruturar
como ser de encontro e comunhão.
O coração é o núcleo profundo
a partir do qual emerge e se configura
a nossa interioridade espiritual.

 

É a raiz da qual brota a seiva que alimenta
as nossas relações de comunhão.
No coração vazio só habita a solidão,
isto é, o tormento de não poder comungar.
Sem amor no coração
a pessoa não consegue possuir-se nem atingir a sua plenitude.
Na verdade, a pessoa só se possui
na medida em que comunga com os outros.
Sem um coração animado pelo amor
a pessoa não tem capacidade para se encontrar com os outros
de modo construtivo.
Sem amor no coração o ser humano está afundado
num abismo insondável de silêncio.
Mesmo que grite não consegue fazer-se ouvir.
Porque só encontramos eco
nas pessoas com as quais comungamos.
Sem amor, o coração da pessoa
é um espaço onde apenas habita a angústia e a solidão.
Quando o coração está vazio de amor
a pessoa experimenta a morte!

 

Sem água, as plantas secam e os animais não podem viver.
Assim acontece à pessoa que não tem amor no coração.

 

in Salmos para o Terceiro Milénio 2, 2010

 

 
 
 
CONTO (593)
O PARAÍSO
Em conversa descontraída com o seu pároco, um jovem perguntou:
- O senhor tem falado tantas vezes e de forma tão poética do céu. Mas nunca nos disse onde está o céu. Diga-nos onde é que ele fica.
Apontando para um bairro afastado da cidade, o bom padre respondeu:
- Olha, meu amigo. No lugar para onde aponta o meu braço, lá no fundo da rua, mora uma pessoa muito pobre. Uma excluída da sociedade consumista. Ainda ontem lá estive a fazer-lhe uma visita. Trata-se de uma viúva com vários filhos menores. Todos eles passam grande necessidade.
O jovem interrompeu:
- E que tem isso a ver com o paraíso?
O pároco continuou:
- Pois bem, se fores lá ajudar a limpar a casa, a levar alimentos e a servir no que for necessário, sentirás um pouco de paraíso no teu coração.

 

O nosso coração, por vezes, sofre porque há situações em que provoca sofrimento no outro quando o objetivo não é esse, mas fazer caminho para se ser feliz. O ser humano é muito complexo. Precisamos de dar espaço ao amor e à bondade para nos descomplexarmos, para nos simplificarmos.
Grão de Mostarda

 


 

INFORMAÇÕES
 
MUSEU FRANCISCO LACERDA
Estará patente ao público, no Museu Francisco Lacerda, a exposição “Das Mãos Nasce a Obra”, da coleção de cerâmica do museu de Ilha, de 15 de fevereiro a 31 de março de 2016.
 
PROCISSÃO DE PASSOS - URZELINA

 

A procissão da mudança da imagem do Senhor dos Passos, realizar-se-á no dia 27 de fevereiro às 20h.

 

A procissão do Encontro, será no dia 28 de fevereiro às 15horas.

 

 

 

ADORAÇÃO DO SANTÍSSIMO
MANADAS - Quinta-feira, dia 25 de fevereiro, das 17 às 18 horas.
RIBEIRA SECA - Sexta-feira, dia 26 de fevereiros, adoração do Santíssimo das 17 às 18 horas.
 
ENCONTRO DE REFLEXÃO SOBRE O TEMPO DA QUARESMA
Na próxima quinta-feira, pelas 19 horas, haverá um encontro nas Manadas, aberto a catequistas, escuteiros, grupo coral, comissão administrativa e comunidade em geral, sobre o Tempo da Quaresma que estamos a viver.

Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 733

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas