Nº 729

 

PROGRAMA DA VISITA DA IMAGEM PEREGRINA DE
NOSSA SENHORA DE FÁTIMA
À OUVIDORIA DE SÃO JORGE
 
14 – 18 de fevereiro de 2016
14 de fevereiro
                               19h30 Chegada da Imagem ao cais das Velas e receção
                               Procissão até à Igreja Matriz de Velas
                               20h30 - Eucaristia solene
                               22h00 às 24h00 - Vigília de adoração
15 de fevereiro
                               09h00 - Abertura da Igreja Matriz de Velas
                               09h30 – Celebração para os alunos do pré-escolar, jardins de infância e                            1º ciclo das escolas das Velas
                               11h00 – Celebração para os alunos de 2º; 3º ciclos e secundário da                                    Escola de Velas e da Escola Profissional de São Jorge.
                               14h00 – Exposição do Santíssimo e Confissões
                               16h00 – Eucaristia com a administração da Unção dos Doentes
                               18h30 – Terço meditado, recitado pelas obras da catequese do conce-                                              lho
                               No fim do terço, saída em cortejo automóvel até à Calheta                                                  20h00 – Chegada à Calheta. Procissão de velas com início junto ao                                         dragoeiro até à Igreja Matriz da Calheta.
                               21h00 – Vigília de Oração orientada pela Equipa da Pastoral Juvenil de                            São Jorge
16 de fevereiro
                               09h00 – Abertura da Igreja Matriz da Calheta
                               10h00 – Celebração para os alunos do 1º ciclo das escolas da Calheta;                                             Topo; e jardins de infância e pré-escolar
                               14h00 – Exposição do Santíssimo
                               16h00 – Missa com administração da Unção dos Doentes    
                               20h00 – Terço Meditado seguido de Eucaristia
17 de fevereiro
                               09h00 – Abertura da Igreja Matriz da Calheta
                               10h00 – Celebração para os alunos do 2º; 3º Ciclos e Secundário das                                                Escolas da Calheta e Topo
                               14h00 – Exposição do Santíssimo e confissões
                               20h00 – Eucaristia Solene de encerramento
                               22h00 – Terço
18 de fevereiro
                               09h30 Saída para a Ilha Graciosa de avião 
 
III DOMINGO COMUM
A luz da Palavra
As vossas palavras, Senhor, são espírito e vida, são a luz do meu caminho que tudo ilumina e clarifica.

 

Um dia desafiei seis crianças a fazerem uma fogueira com uma lente, captando os raios do sol. As lentes eram iguais, o sol era o mesmo mas só uma delas conseguiu acender.

 

A primeira não alinhava a lente com o sol. Olhava para os outros lados menos para cima, em direção do sol.

 

Outra, alinhava bem a lente, mas esta estava suja e os raios do sol não a podiam atravessar.

 

Outra não era calma. Estava sempre a mover a lente de modo que o foco não se fixava num só ponto, apesar de bem orientada e limpa.

 

Outra era calma, tinha a lente impecavelmente limpa, mas era precipitada, tinha pressa e não dava tempo a que o foco aquecesse.

 

Outra era calma, tinha a lente limpa, era paciente mas não tinha preparado a lenha que estava verde ou húmida.

 

Finalmente uma conseguiu acender o fogo visto que era muito cuidadosa.

 

Assim, os raios do sol são a Palavra de Deus e a lente é a nossa vontade ou dedicação.

 

Para acender a nossa fé são precisas várias condições:

 

Colocar-se na direção correta, ter o coração puro, incidir a atenção e não vaguear, ser paciente e dar tempo ao tempo e ter o seu terreno bem preparado

 

Pe. José David Quintal Vieira, scj
 
MEDITAR
 
LOUVADO SEJAS POR ESTE DIA

 

 

 

Louvado sejas por este dia

 

Que encheu o meu cálice de alegria

 

E salgou o meu pão com amor.

 

 

 

Louvado sejas pelos reencontros que abraçam,

 

Pelas conversas que alimentam

 

E pelas pessoas que dão à vida sabor.

 

 

 

Louvado sejas pelas gargalhadas,

 

Melodias de vidas partilhadas,

 

Que só um coração que se dá sabe compor.

 

 

 

Louvado sejas pelas estrelas que brilham,

 

Pelos olhares que nos iluminam

 

E que nos fazem querer ser mais e melhor.

 

 

 

Louvado sejas pela felicidade

 

Concretizada na amizade

 

E alicerçada no amor.

 

 

 

Louvado sejas pelas crianças,

 

Promessa de um futuro cheio de esperanças

 

E fruto de uma história de amor.

 

 

 

Louvado sejas por cada lição

 

Que aprendemos com o ritmo descompassado do coração

 

E que, ainda que traga lágrimas e dor,

 

Louvado sejas por mais este dia, Senhor.

 

Raquel Dias
 
CONTO (588)
 
O Diamante
Conta-se que um certo homem caminhava pela praia numa noite de lua cheia, enquanto pensava:
“Se tivesse uma automóvel novo, seria feliz”;
“Se tivesse uma casa grande, seria feliz”;
“Se tivesse um bom trabalho, seria feliz”;
“Se tivesse uma esposa perfeita, seria feliz”;
A certa altura, tropeçou num pequeno saco cheia de pedras e começou a atirá-las, uma a uma, ao mar, cada vez que pensava: “Seria feliz se tivesse…”
Até que ficou somente com uma no saco, que guardou, quase como recordação.
Ao chegar a casa deu-se conta de que aquela pequena pedra era um diamante muito valioso.
Imaginas quantos diamantes atirou ao mar sem parar para os apreciar?
Para e contempla os tesouros que tens em ti. Não deites fora à espera do idealizado, do perfeito.
Toma consciência do afortunado és e da felicidade que está ao teu alcance.
Cada um dos nossos dias é um diamante precioso, que juntos formam o colar da vida.
Depende de ti aproveitá-lo ou deitá-lo fora.
 
 
 
 
 

 

Quando não tens nada a dizer de bom sobre alguém de quem se está a falar, não digas nada.
Rui Santiago
 
 
Aquele que vive no amor é livre... Por isso, não teme. E, não temendo, não precisa de acumular coisas, nem de fingir ser o que não é...
Paulo Costa

 


 

INFORMAÇÕES
 
MORDOMOS - RIBEIRA SECA
Os mordomos nomeados para a Casa dos Bolos da Ribeira Seca para a Festa da Santíssima Trindade de 2016 são: Victor Manuel Nunes Manso; Ernesto Machado Azevedo; Serafim Diniz Gomes; Hélder Manuel Cabral Pavão e Paulo Sérgio Cabral.
 
CLÍNICA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DA CALHETA
A Clínica dos Bombeiros Voluntários da Calheta vai receber os seguintes especialistas: Dr. Brasil Toste, otorrinolaringologista, no dia 25 de janeiro; Dr.ª Maria Graça Almeida, ginecologista e obstetra, 26 de janeiro; Dr.ª Alexandra Dias, pediatra, em fevereiro; Dr.ª Renata Gomes, cardiologista, em fevereiro; Dr. José Abreu Freire, ecografia e mamografia, em fevereiro; Dr.ª Lourdes Sousa, dermatologista, em fevereiro ou março; Dr.ª Paula Pires, neurologista e neuropediatra, abril ou maio . Os interessados podem fazer as suas marcações para os números 295 460 110 / 295460111.
 
RETIRO PARA JOVENS
No fim de semana de 12, 13 e 14 de fevereiro de 2016, irá realizar-se o Retiro de preparação para o Crisma, Esquema 0.
Arrisca-te e vem passar um fim de semana diferente, à descoberta Jesus!
Para participar é necessário preencher a ficha de inscrição que se encontra no Facebook em anexo no evento da Pastoral Juvenis, ou junto do pároco ou catequista até dia 3 de fevereiro. A ficha pode ser enviada para:
pastoraljuvenilsaojorge@hotmail.com.
 
 

Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 729

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas