Nº 726

 

ORAÇÃO DE GRATIDÃO
 
Pai Santo,
o nosso coração é o ponto de encontro entre nós e a Tua Palavra.
É aí que a Tua Palavra se faz sentir de modo suave, mas firme e sem ambiguidade.
Quando nos toca, 
a Tua Palavra nunca nos deixa confusos e sem ver claro o caminho que devemos seguir.
 
Pai Santo,
quando experimentamos a novidade da Tua Palavra, 
os ruídos incomodam-nos e por isso preferimos o silêncio.
Porque a Tua Palavra não é como os trovões que assustam as crianças 
nem como os relâmpagos que aterrorizam os velhinhos.
A Tua Palavra liberta e dá sabedoria às pessoas de todas as idades, raças, línguas e povos.
 
Pai Santo,
a Tua Palavra faz-se ouvir no íntimo do nosso ser, pois o Espírito Santo fala no nosso coração.
A pessoa que saboreia a Tua Palavra nunca fica igual, porque é uma Palavra criadora e eficaz.
 
Apesar de ser forte e dinâmica, 
a Tua Palavra não é como um ciclone que destrói e provoca o caos.
Também não é como as chuvas torrenciais que destroem as sementeiras e as árvores de fruto.
 
Apesar das marcas indeléveis que a Tua Palavra imprime em nós, 
ela nunca é ruidosa, pois faz-se ouvir nas vibrações do amor.
A Tua Palavra gera luz no nosso coração, 
fazendo nascer o dia na escura noite da nossa solidão. 
 
Pai Santo,
Tu és o Deus da Palavra.
Quando falas no nosso íntimo, nós sentimos o nosso coração a vibrar, 
pois a Tua Palavra agarra-nos por dentro.
Quando o homem acolhe a Tua Palavra 
começa a nascer nele uma vontade irresistível de anunciar a vida e amor.
De facto, a Tua Palavra suscita profetas e apóstolos.
 
Pai Santo,
Tu és a Fonte da Palavra. 
Falas hoje como ontem, 
falas de manhã e à tarde.
Calmeiro Matias (Adaptado)
 
SOLENIDADE DA EPIFANIA
Ser estrela
Os Magos chegaram a Belém guiados por uma estrela. É que as pessoas são como estrelas ou como cometas.

 

Os cometas passam, as estrelas permanecem.

 

Há gente cometa que passa pela vida apenas por instantes, gente que não prende ninguém e a ninguém se prende, ente sem amigos que passa pela vida sem iluminar, sem guiar ou marcar presença.

 

O importante é ser estrela, estar junto, ser luz, ser calor, ser vida. Um amigo é uma estrela. Podem passar anos, podem surgir distâncias mas a marca fica no coração. Há necessidade de criar um mundo de estrelas. Todos os dias poder contar com elas e poder sentir a sua luz e calor.

 

Ser estrela neste mundo passageiro de pessoas cometas é um desafio e uma recompensa.

 

Recompensa por ter sido luz para muitos amigos, ter sido calor para muitos corações, ter nascido e ter vivido e não apenas existido.

 

Na nossa constelação cada estrela tem o seu brilho próprio onde o importante não é brilhar mais mas brilhar sempre.

 

Há um autor desconhecido que escreveu: "Para que a sua estrela brilhe, não é preciso apagar a minha."

 

Pe. José David Quintal Vieira, scj
 
MEDITAR
 
PARA OS 365 DIAS DE UM NOVO ANO
 
Quero saber de cor o verbo recomeçar, conjugá-lo sempre que for preciso e o meu coração me mandar.
 
Quero reinventar o verbo acreditar, e de braços abertos à vida confiar no chão que pisar.
 
Quero ser, apaixonar, agradecer, ir e voltar. Quero estar, permanecer, fazer e confiar. Quero esperar, planear, cumprir e celebrar. Quero partilhar, pertencer, proteger e abraçar.
 
Quero rir, sorrir, equilibrar e serenar. quero gostar, adorar, amar, amar, amar. Quero respeitar, cuidar, persistir e {para sempre} lutar. Quero aprender, ensinar, entender e perdoar. Quero ouvir, calar, valorizar e iluminar. Quero começar, recomeçar, decidir e enfrentar. Quero procurar, saber esperar, valorizar e continuar.
 
Quero saber de cor o verbo recomeçar, conjugá-lo sempre que for preciso e o meu coração me mandar.
 
Quero reinventar o verbo acreditar, e de braços abertos à vida confiar no chão que pisar.
Àsnovenomeublog.com
 
CONTO (585)
 
SOLICITUDE MATERNAL
Era uma tribo pacífica que vivia nos Andes, na América do Sul. Todos se respeitavam uns aos outros e os dias decorriam com toda a serenidade.
Um dia, bandidos ferozes atacaram a aldeia. Além das riquezas que encontraram, levaram consigo para as montanhas uma criança, filha de uma família importante da tribo.
Os membros da tribo mobilizaram-se para resgatar essa criança, mas depararam logo com grandes dificuldades. Os bandidos não deixaram rasto e tinham fugido para as montanhas. Ora, os membros da tribo desconheciam os caminhos dessas montanhas rochosas.
Apesar disso, o chefe da tribo enviou os seus melhores guerreiro. Estes foram seguindo caminhos agrestes, tendo muitas vezes de voltar para trás para experimentar outros. Estava a ser muito difícil a caminhada. Passados alguns dias, tinham andado alguns quilómetros sem nada encontrar. Nem os rastos dos bandidos, nem qualquer sinal de criança.
Dando-se por vencidos, decidiram regressar à aldeia. Ao descerem, já perto da povoação, depararam com a mãe da criança, que vinha atrás deles. Viram que descia da montanha, e trazia a criança ao colo. Perguntaram-lhe:
- Não fomos capazes de escalar a montanha. Que fizeste tu para o conseguires?
A mulher sorriu e respondeu:
- Não era o vosso filho!
  In Bom dia, alegria de Pedrosa Ferreira
 
 

 

Jesus é um Presente sonhado e preparado desde sempre, ideia presente já no Coração de Deus enquanto o Poema da Criação ia nos seus primeiros versos.
Jesus é um Presente de Deus necessitado de acolhimento e cuidado. Não apela primeiramente à nossa obediência, mas ao nosso carinho. Não puxa pelas nossas forças, mas mete-se com o que em nós há de mais entranhável, capaz de ternura e compaixão.
Rui Santiago Cssr

 

INFORMAÇÕES
 
A Eucaristia por alma de Luís Serpa será no Domingo, dia 10 de janeiro, às 12 horas na Igreja da Ribeira Seca
 
 

 


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 726

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 832

Pensamento da Semana

Se Deus é luz, e tantas religiões usam esta imagem para falar do divino, então Ele é o que não se vê mas faz ver. A luz não é para ser vista, é para iluminar tudo o resto. Se vejo as coisas, e as vejo em profundidade e com o seu verdadeiro sentido, escondido aos olhos comuns, então é porque algo, alguém, me faz ver. Procuras Deus? Olha para o mundo com olhos de ver.

Vasco Pinto de Magalhães, s.j.

 

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas