Nº 682

CAMINHOS

 

Senhor, quão enigmáticos são os Teus caminhos,

Difícil de discernir a Tua vontade,

Insondável o Teu mistério. 

Ajuda-me, porque o meu coração vive inquieto,  

Enquanto não repousa em Ti. (Santo Agostinho, Confissões)

Nas encruzilhadas da vida,

Quando nada parece fazer sentido,

Que eu saiba ter a coragem de seguir em frente,

Ainda que tropece e me perca,

Pois sei que caminho para Ti.

No mar das minhas tribulações,

Que eu saiba despir-me dos meus medos

E revestir-me da Tua palavra,

Para que ela me renove e fortaleça

Dando rumo a esta alma que anda à deriva. 

No deserto das tentações,

Que me deixe guiar pela Tua voz,

Jejuando o orgulho e a indiferença,

Para encontrar, no silêncio do meu coração,

O oásis onde possa saciar a minha sede de água viva.

Na noite escura da minha fé,

Que eu saiba deixar-me conduzir pela Tua luz,

Ainda que ela me pareça ofuscada e distante,

Percorrendo com confiança os Teus caminhos

Mesmo quando não saiba bem para onde ir. 

Envolta no Teu manto de amor,

Que eu saiba beber sempre da Tua esperança,

Alimentar-me da Tua paz,

Descansar na Tua misericórdia

E exultar na Tua alegria.

Neste “tempo favorável de graça" (cf 2 Cor 6, 2) e de encontro,

De purificação e conversão, que é a Quaresma,

Que eu saiba trilhar de coração aberto,

O caminho que me pedes para seguir,

Ainda que não o consiga compreender.  

Raquel Dias

 

II DOMINGO DA QUARESMA

Está nos olhos

- Foste tu?

- Eu não.

E todos negaram, ninguém dissera nada. Voltaram-se para os que os seguiam e perguntaram:

- Porque nos seguis?

- Porque encontrastes ouro.

- Quem vos disse?

- Ninguém.

- Então como sabeis?

Ouviram então a resposta mais maravilhosa de toda a sua vida:

- Como sabemos? Vê-se-vos nos olhos!

O mesmo aconteceu no Monte Tabor. Jesus pediu que não falassem a ninguém dessa experiência. Os outros deviam descobrir por si nos olhos, espelho da sua alma.

E eu interrogo-me: notar-se-á em nós, cristãos, que encontrámos a Cristo, o tesouro da nossa felicidade. Porque deveria ver-se nos nossos olhos! Ao falar do Transfigurado, notarão os meus ouvintes que acredito n'Ele? Gostaria muito que assim fosse.

Pe. José David Quintal Vieira, scj

 

MEDITAR

 

E DEUS CHORA…

 

 

 

Acredito num Deus que vê o sofrimento dos filhos dos homens…

E ouve os gritos mais silenciosos dos angustiados da terra…

 

Um Deus que rasga o céu, incrédulo e horrorizado, e, com os olhos rasos de água e as entranhas revolvidas, pergunta sem cessar: “Que fazes, tu, do teu irmão!?”

Acredito num Deus que chora… E Espera… Porque este é o sétimo Dia.

E a Criação ainda está incompleta:  Tudo está ainda incompleto…TODOS estamos ainda incompletos.

Acredito num Criador que pediu as nossas mãos e não virou as costas…

 

E que o FIM não é isto que vemos, os jornais dizem, os medos nos anunciam.

E que na cruz que todo o sofrimento desHumano desenha, Deus está…

 

E que o sofrimento do Homem e de Deus são um só sofrimento.

Acredito num Deus que chora…E Espera… Porque é d’ Ele a última Palavra.

 

E nós já VIMOS a Sua Palavra, Aquela que fez maravilhas na Terra.Palavra dita e feita no Seu Jesus… E, nEle, dita e feita no Seu Judas…Jn)

Tu és Meu!

Porque o Senhor é um Deus mole. Mãe esperançada que ameaça castigar mas...Não!
Pai paciente, lento para a ira e cheio Misericórdia e de Amor…

“Será que eu não devo ter pena de Nínive, esta cidade enorme, onde moram mais de cento e vinte mil pessoas, que não sabem distinguir a mão direita da mão esquerda, além de muitos animais?” (

E se as contas de Jonas saíram furadas, as nossas não vão ter melhor sorte…

 

Porque os Seus critérios são diferentes dos nossos…. E os Seus julgamentos também…

 

 

Acredito num Deus que SÓ é Bom...Um Deus que na passagem deixa um rasto de Bênção

 

 

 

Glória Marques

 

 

CONTO (542)

 

A fábula do Rato

Um rato, olhando pelo buraco na parede, vê o fazendeiro e a sua esposa a abrir um pacote. Pensou logo no tipo de comida que teria lá dentro.

 

Ao descobrir que era uma ratoeira ficou aterrorizado.

 

Correu ao pátio da fazenda avisando todos:

 

- Há uma ratoeira em casa, uma ratoeira em casa!

 

A galinha disse:

 

- Desculpe-me Sr. Rato, eu entendo que isso seja um grande problema para o senhor, mas não me prejudica em nada, não me incomoda.

 

O rato foi ter com o porco e disse:

 

- Há uma ratoeira em casa, uma ratoeira !

 

- Desculpe-me Sr. Rato, disse o porco, mas não há nada que eu possa fazer, a não ser orar. Fique tranquilo que o Sr. será lembrado nas minhas orações.

 

O rato dirigiu-se à vaca. E ela disse-lhe:

 

- O quê? Uma ratoeira? Por acaso estou em perigo? Acho que não!

 

Então o rato voltou para casa abatido, para encarar a ratoeira. Naquela noite ouviu-se um barulho, como o da ratoeira que apanhou uma vítima.

 

A mulher do fazendeiro correu para ver o que tinha caído na ratoeira.

 

Como estava escuro, ela não viu que a ratoeira tinha apanhado a cauda de uma cobra venenosa. E a cobra mordeu a mulher… O fazendeiro levou-a imediatamente para o hospital. Ela voltou para casa com febre.

 

Todos sabem que para alimentar alguém com febre, nada melhor que uma canja de galinha. O fazendeiro pegou numa faca e foi providenciar o ingrediente principal.

 

Como a doença da mulher continuava, os amigos e vizinhos vieram visitá-la.

 

Para alimentá-los, o fazendeiro matou o porco.

 

A mulher não melhorou e acabou por morrer.

 

Muita gente veio ao funeral. O fazendeiro então sacrificou a vaca, para alimentar toda aquela gente.

 

 

 

Nunca devemos ter medo de ladrões ou assassinos. São perigos externos e os menores que existem. Temamos a nós mesmos. Os preconceitos é que são os ladrões; os vícios é que são os assassinos. Os grandes perigos estão dentro de nós. Que importância tem aquele que ameaça a nossa vida ou a nossa fortuna? Preocupemo-nos com o que põe em perigo a nossa alma.

Victor Hugo em "Os Miseráveis"

 


INFORMAÇÕES

PROCISSÃO DE PASSOS - URZELINA

A procissão da mudança da imagem do Senhor dos Passos, realizar-se-á no dia 7 de março às 20h.

A procissão do Encontro,  será no dia 8 de março às 15horas

 

CLÍNICA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DA CALHETA

A Associação de Bombeiros Voluntários da Calheta informa que estarão na Clínica da Instituição os seguintes especialistas: Dr.ª Maria Graça Almeida, Ginecologista e Obstetra, no dia 3 de março de 2015; Dr.ª Lourdes Sousa Dermatologista, de 11 e 12 março de 2015; Dr.ª Alexandra Dias, Pediatra, de13 e 14 de março de 2015; Dr. Brasil Toste,  Otorrinolaringologista, em finais de março de 2015 (dia ainda por estabelecer); Dr.ª Paula Pires, Neurologista, na segunda semana de abril de 2015 (dia ainda por estabelecer); Dr. José Abreu Freire, Mamografia e Ecografia, em abril de 2015 (dias ainda por estabelecer). Os interessados podem fazer as suas marcações para os números 295 460 110/ 295460111.

 

MOVIMENTO DA MENSAGEM DE FÁTIMA

O Movimento da Mensagem de Fátima de Ribeira Seca, vai fazer  um convívio com idosos da Paroquia, no próximo sábado, dia 7 de março. Este convívio tem início pelas 14h com a celebração da Eucaristia na Igreja, e prossegue na Casa do Espírito Santo com cantoria pelas 15h seguida de um lanche.

 

 

 

 

 

 

 

 

 


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 682

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas