Nº 674

A VERDADE É O SILÊNCIO (adaptado)

Cada homem tem em si uma fonte de vida, de onde lhe nascem todas as suas obras: o sentir, o pensar, o dizer, o calar e o agir. É um silêncio carregado de sentido, uma fonte que não deixa nunca de correr... uma tempestade boa.

Aquele que quer ser feliz deve dar-se. Ser é amar e amar é dar-se. Ninguém pode ser nada se não na sua relação com os outros e com o mundo. O ser mais perfeito seria imperfeito se se fechasse em si mesmo e assim se reduzisse à sua própria individualidade. A vida é o dom de ser dom. Serve para se chegar à vida do outro. Para ser o que lhe falta... amando-o.

A felicidade só é possível quando compreendo que não preciso senão do essencial e resolvo libertar-me do que me sobra.

É comum, que os mais generosos sejam aqueles que menos têm. Estes, são capazes de dar o devido valor à verdadeira carência, distinguindo de forma sábia o que é importante de tudo quanto apenas o parece ser. Na verdade, são bastantes os que, afortunados, vivem atormentados pela possibilidade de não só perderem o que têm, como ainda de não conseguirem o sempre muito que ainda sonham alcançar... nunca têm descanso, nem paz. Talvez nem saibam o que é o silêncio...

Só uma pessoa capaz de se dar, de se realizar, é feliz. Quem vive centrado em si , mesmo que passe o tempo a alimentar o seu egoísmo, nunca terá paz.

Umas mãos vazias cheias de amor, dispostas a criar o que for preciso, são o melhor e mais belo presente que podemos dar a alguém!

Que as minhas mãos sejam de quem delas precisa. Que o meu silêncio seja um espaço onde o outro se encontre a si mesmo e descubra a sua paz.

Longa é uma vida cheia. Quando somos capazes de nos despreocuparmos, de nos descentrarmos de nós mesmos e das nossas necessidades, tornamo-nos mais capazes de ser felizes com o pouco que temos e somos.

A nossa verdade somos nós. A verdade é a presença. Aqui. Em silêncio.

Mas a verdade nunca chega a tocar quem não a quer aceitar. O silêncio é tantas vezes sentido como um vazio... quando é, afinal, a resposta que tanto procuramos.

Um silêncio é a mais bela forma de dizer o amor.

Para sermos anjos (e não é nada do outro mundo) basta que tenhamos a coragem de estar presentes, de acreditar que o silêncio pode dizer muito... e de escolhermos gestos simples que possam levar ao outro o essencial que lhe falta.

Presença. Silêncio. Simplicidade.

José Luís Nunes Martins

 

EPIFANIA DO SENHOR

Ser estrela

Os cometas passam, as estrelas permanecem.

Há gente cometa que passa pela vida apenas por instantes, gente que não prende ninguém e a ninguém se prende, gente sem amigos que passa pela vida sem iluminar, sem guiar ou marcar presença.

O importante é ser estrela, estar junto, ser luz, ser calor, ser vida. Um amigo é uma estrela. Podem passar anos, podem surgir distâncias mas a marca fica no coração. Há necessidade de criar um mundo de estrelas. Todos os dias poder contar com elas e poder sentir a sua luz e calor.

Ser estrela neste mundo passageiro de pessoas cometas é um desafio e uma recompensa.

Recompensa por ter sido luz para muitos amigos, ter sido calor para muitos corações, ter nascido e ter vivido e não apenas existido.

Na nossa constelação cada estrela tem o seu brilho próprio onde o importante não é brilhar mais mas brilhar sempre.

Há um autor desconhecido que escreveu: "Para que a sua estrela brilhe, não é preciso apagar a minha."

Pe. José David Quintal Vieira, scj

 

Dehonianos

 

MEDITAR

 

A SOMA  DE TODAS AS ESCOLHAS.

 

Agradecer por tudo o que foi bom, que nos fez bem. Agradecer a quem nos fez bem. Abraçar os amigos que estiveram sempre do nosso lado. Dizer-lhes o quanto são importantes e imprescindíveis na nossa vida. Agradecer à nossa família, os alicerces de uma vida inteira.

 

Depois, fazer um esforço para não levar nada que não nos faz bem. Deixar lágrimas, desilusões, dúvidas, incertezas, medos. Acreditar que vai ser tudo melhor.

Perdoar a quem nos fez mal, soltar o que nos magoou, libertar bagagens pesadas. Limpar a cabeça e o coração.

 

Pedir um desejo por cada mês do ano:

 

Que cada caminho escolhido nos reserve boas surpresas.

Que nunca nos falte vontade de sorrir apesar dos pesares.

Que sejamos leves.

Que saibamos sempre ouvir os outros.

Que não tenhamos medo de fazer ouvir a nossa voz.

Que sejamos livres de culpas e preconceitos.

Que nunca nos esqueçamos da força que temos.

Que a resiliência seja a nossa única arma.

Que a gratidão seja conjugada como um verbo.

Que recomeço seja, sempre, uma palavra feliz.

Que a esperança seja a bússola que nos orienta.

Que nunca nos falte fé e amor.

 

asnovenomeublogue

 

CONTO (533)

 

ACREDITAR

Um viajante ia a caminho de uma terra distante, deparou-se com um grande lago de águas cristalinas e tinha de chegar à outra margem.

Suspirou profundamente enquanto tentava fixar o olhar no horizonte.

A voz de um velho barqueiro, quebrou o silêncio momentâneo, oferecendo-se para o transportar.

O pequeno barco já muito velho, no qual a travessia seria feita, tinha dois remos de madeira de carvalho.

Imediatamente os seus olhos perceberam que havia algumas letras em cada um dos remos. Ao colocar os pés empoeirados dentro do barco, o viajante pode ver que se tratava de duas palavras, num deles estava entalhada a palavra ACREDITAR e no outro AGIR.

Não podendo conter a curiosidade, o viajante perguntou porque os remos tinham aqueles nomes tão originais. O barqueiro pegou no remo ACREDITAR e começou a remar com toda a força. O barco, começou a dar voltas sem sair do lugar em que estava. Em seguida, pegou no remo AGIR e remou com todo a força. Novamente o barco girou em sentido oposto, sem sair do mesmo lugar.

Então, o velho barqueiro, pegando nos dois remos, remou com eles ao mesmo tempo e o barco, impulsionado por ambos os lados, começou a andar calmamente sobre as águas do lago chegando à outra margem.

Então o barqueiro disse ao viajante:

- Esse porto chama-se autoconfiança. Para se ter autoconfiança é preciso ao mesmo tempo ACREDITAR e AGIR para que se possa alcançar!

Autor desconhecido

 

 

Os Magos chegaram a Belém guiados por uma estrela. É que as pessoas são como estrelas ou como cometas.

Quando a simplicidade está intimamente ligada à bondade de coração, o ser humano pode criar um espaço de esperança à sua volta.

Quem avança de começo em começo, está a construir uma VIDA FELIZ.

Dia após dia, mesmo na noite, iremos à FONTE: nas suas profundidades resplandece água viva.

Irmão Roger

 


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 674

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 827

Pensamento da Semana

Dá-nos um coração claro que veja o céu aberto
e o mundo como os olhos de uma criança,
olhos de confiança e de descoberta
que nos salvem dos hábitos.

 

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas