Nº 644

ORAÇÃO AO ESPÍRITO SANTO

 

Ó Espírito Santo

dai-me um coração grande,

aberto à vossa silenciosa e forte palavra inspiradora,

fechado a todas as ambições mesquinhas,

alheio a qualquer desprezível competição humana,

compenetrado do sentido da santa Igreja!

 

Um coração grande,

desejoso de tornar-se semelhante

ao Coração do Senhor Jesus!

 

Um coração grande e forte

para amar todos,

para servir a todos,

para sofrer por todos!

 

Um coração grande e forte

para superar todas as provações,

todo o tédio, todo o cansaço,

toda a desilusão, toda ofensa!

 

Um coração grande e forte,

constante até o sacrifício, quando for

necessário! Um coração cuja felicidade

é palpitar com o Coração de Cristo

e cumprir humilde, fiel e virilmente

a vontade do Pai.

Amém.

 

Papa Paulo VI

 

DOMINGO DE PENTECOSTES

O tema deste domingo é, evidentemente, o Espírito Santo. Dom de Deus a todos os crentes, o Espírito dá vida, renova, transforma, constrói comunidade e faz nascer o Homem Novo.

O Evangelho apresenta-nos a comunidade cristã, reunida à volta de Jesus ressuscitado. Para João, esta comunidade passa a ser uma comunidade viva, recriada, nova, a partir do dom do Espírito. É o Espírito que permite aos crentes superar o medo e as limitações e dar testemunho no mundo desse amor que Jesus viveu até às últimas consequências.

Na primeira leitura, Lucas sugere que o Espírito é a lei nova que orienta a caminhada dos crentes. É Ele que cria a nova comunidade do Povo de Deus, que faz com que os homens sejam capazes de ultrapassar as suas diferenças e comunicar, que une numa mesma comunidade de amor, povos de todas as raças e culturas.

Na segunda leitura, Paulo avisa que o Espírito é a fonte de onde brota a vida da comunidade cristã. É Ele que concede os dons que enriquecem a comunidade e que fomenta a unidade de todos os membros; por isso, esses dons não podem ser usados para benefício pessoal, mas devem ser postos ao serviço de todos.

Dehonianos

 

MEDITAR

HINO AO ESPÍRITO SANTO (Edith Stein)

I
Quem és tu,
Doce luz que me preenche
e ilumina a obscuridade do meu coração?
Conduzes-me como a mão de uma mãe
E se me soltasses,
não saberia nem dar mais um passo.
És o espaço que envolve todo meu ser e o encerra em si.
Se Fosse abandonado por ti
cairia no abismo do nada,
de onde tu o elevas ao Ser.
Tu, mais próximo de mim que eu mesmo
e mais íntimo que minha intimidade,
E, sem dúvida,
permaneces inalcançável e incompreensível,
E que faz brotar todo nome:
Espírito Santo — Amor eterno!
II
Não és Tu
O doce maná
que do coração do Filho flui para o meu,
alimento dos anjos e dos bem aventurados?
Aquele que da morte à vida se elevou,
Também a mim despertou a uma nova vida
Do sono da morte.
E nova vida me doa
Dia após dia.
E um dia me cumulará de plenitude.
Vida de minha Vida.
Sim, Tu mesmo,
Espírito Santo, – Vida Eterna!

 

 

CONTO (504)

 

ESTRELAS DO MAR

Um homem caminhava numa praia deserta mexicana ao ao pôr do sol. À medida que caminhava, começou a avistar outro homem à distância. Ao aproximar-se do nativo, notou que ele se inclinava, apanhando algo e atirando à água. Repetidamente, continuava a atirar coisas no mar.

Ao aproximar-se ainda mais, o homem notou que o nativo estava a apanhar estrelas do mar que tinham sido arrastadas para a praia e, uma de cada vez, estava lança-las de volta à água.

O homem ficou intrigado. Aproximou-se do nativo e disse-lhe:

- Boa tarde, amigo. Estava a tentar adivinhar o que estás a fazer.

- Estou a devolver estas estrelas do mar ao oceano. Sabe, a maré está baixa e todas as estrelas do mar foram arrastadas para a praia. Se eu não as devolver ao mar, elas morrerão por falta de oxigénio.

- Entendo, respondeu o homem, mas deve haver milhares de estrelas do mar nesta praia. Provavelmente, não serás capaz de as apanhar todas. É que são muitas, simplesmente. Percebe que provavelmente isso está a acontecer em centenas de praias acima e abaixo desta costa? Vê que não fará diferença alguma?

O nativo sorriu, curvou-se, apanhou uma outra estrela do mar e, ao arremessá-la de volta ao mar, disse:

- Fez diferença para aquela.

O coração é o nosso sol, 

o nosso pequeno sol pessoal. 

Graças ao coração, 

damos luz e calor a quem nos rodeia. 

Graças ao coração, 

a nossa vida está cheia de alegria e de partilha. 

A abertura do coração

é o único antídoto real contra a barbarização da nossa época. 

É esse o grande caminho a percorrer 

para que o futuro não seja um tempo de desolação, 

mas de construção e esperança.»

Susanna Tamaro, em "Querida Mathilda"

 


INFORMAÇÕES

 

COLECTAS A FAVOR DA “CARTA FAMILIAR”

Como vem sendo habitual, as coletas do Domingo da Trindade revertem a favor deste Boletim. Algumas pessoas já deram a sua oferta, o que eu agradeço.

 


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 644

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas