Nº 620

«Na nossa sociedade faz frio.
E o Natal é luz e calor!


Contra o frio do egoísmo, o calor humano.
A humanidade enregela sem o Espírito que é fogo.

Contra o frio da ganância, o calor da generosidade.
Contra o frio da indiferença, o fogo da solidariedade.


Contra o frio do desencanto, o fogo do ideal.»
Contra o frio da solidão, o fogo da proximidade.

Vasco Pinto de Magalhães

 

VOTOS DE UM SANTO E FELIZ NATAL

Pe. Manuel António Santos

Pe. António Duarte Azevedo

Pe. Marcos Miranda

Pe. José Manuel Machado

 

 

IV DOMINGO DO ADVENTO

A liturgia deste domingo diz-nos, fundamentalmente, que Jesus é o “Deus-connosco”, que veio ao encontro dos homens para lhes oferecer uma proposta de salvação e de vida nova.

Na primeira leitura, o profeta Isaías anuncia que Jahwéh é o Deus que não abandona o seu Povo e que quer percorrer, de mãos dadas com ele, o caminho da história… É n’Ele (e não nas sempre falíveis seguranças humanas) que devemos colocar a nossa esperança.

O Evangelho apresenta Jesus como a incarnação viva desse “Deus connosco”, que vem ao encontro dos homens para lhes apresentar uma proposta de salvação. Contém, naturalmente, um convite implícito a acolher de braços abertos a proposta que Ele traz e a deixar-se transformar por ela.

Na segunda leitura, sugere-se que, do encontro com Jesus, deve resultar o testemunho: tendo recebido a Boa Nova da salvação, os seguidores de Jesus devem levá-la a todos os homens e fazer com que ela se torne uma realidade libertadora em todos os tempos e lugares.

Dehonianos

 

MEDITAR

 

«Porque um menino nos nasceu (...) " Isaías 9:6

 NASCEMOS, NASCEMOS, NASCEMOS

 Enganam-se os que pensam que só nascemos uma vez.

 Para quem quiser ver a vida está cheia de nascimentos.

 Nascemos muitas vezes ao longo da infância

 quando os olhos se abrem em espanto e alegria.

 Nascemos nas viagens sem mapa que a juventude arrisca.

 Nascemos na sementeira da vida adulta,

 entre invernos e primaveras maturando

 a misteriosa transformação que coloca na haste a flor

 e dentro da flor o perfume do fruto.

 Nascemos muitas vezes naquela idade

 onde os trabalhos não cessam, mas reconciliam-se

 com laços interiores e caminhos adiados.

 Enganam-se os que pensam que só nascemos uma vez.

 Nascemos quando nos descobrimos amados e capazes de amar.

 Nascemos no entusiasmo do riso e na noite de algumas lágrimas.

 Nascemos na prece e no dom.

 Nascemos no perdão e no confronto.

 Nascemos em silêncio ou iluminados por uma palavra.

 Nascemos na tarefa e na partilha.

 Nascemos nos gestos ou para lá dos gestos.

 Nascemos dentro de nós e no coração de Deus.

 O que Jesus nos diz é: "Também tu podes nascer",

 pois nós nascemos, nascemos, nascemos.

 

 José Tolentino Mendonça

 

CONTO (481)

 

O NATAL CRISTÃO

Aproximando-se a festa do Natal, os animais fizeram uma reunião acerca do assunto.

A ovelha, que orientava o diálogo, perguntou à girafa:

- O que é para ti o Natal?

- Para mim é uma linda árvore com muitas luzes e muitos presente dependurados nos ramos.

Em seguida, fez a mesma pergunta ao macaco, que respondeu:

- Par mim é comer bons e saborosos petiscos.

O urso interrompeu a conversa:

- Para mimo Natal é uma grande variedade de doces.

Também o boi quis dar a sua opinião:

- O que faz o Natal é o champanhe.

O peru também tomou a palavra para dizer:

- Para mim é um dia muito triste. Nesses dias, tenho de me esconder para não ser apanhado e ir parar a alguma cozinha.

O burro interrompeu o diálogo, dizendo com convicção:

- Estão todos loucos. O mais importante no Natal é o Menino Jesus.

O boi inclinou a cabeça e disse:

- Mas será que os Homens sabem isso?

 In  Bom dia, alegria de Pedrosa Ferreira

 

 

 

 

 

 

As pessoas cuja alma e a carne são feridos têm uma grandeza que jamais terão aquelas que vivem a sua vida em triunfo.

Christian Bobin

 


INFORMAÇÕES

CORTEJOS DE OFERENDAS

Dia 25 de dezembro - Fajã dos Vimes

Dia 29 de dezembro - Portal

Dia 1 de janeiro - Biscoitos - Loural - Ribeira Seca

Dia 5 de janeiro - Manadas - Calheta - Urzelina

Dia 12 de janeiro - Er.da de S.to António

 

CLÍNICA DENTÁRIA DA RIBEIRA SECA

Informa que a Dra. Cátia Reis, médica dentista, estará nesta Clínica a prestar consultas de medicina dentária de 30 de dezembro de 2013 a 7 de janeiro de 2014.

As marcações podem ser feitas através do nº 962577473.

 

Açores: O Natal põe em marcha uma nova sociedade

D. António de Sousa Braga na mensagem natalícia, «A festa do encontro», alerta que para além de bens é necessário “partilhar o tempo, as capacidades e competências” ao serviço do bem comum e da justiça social.

“Natal é a festa do encontro: no seio da família e entre os amigos, nas instituições, entre responsáveis e utentes. Na época natalícia, há campanhas que levam ao encontro dos que estão sozinhos, ou são abandonados, dos carenciados ou excluído”, começa por assinalar o bispo da Diocese de Angra.

O prelado explica que Jesus “veio fazer da humanidade uma família de irmãos, que cuidem uns dos outros” o que implica “solidariedade e partilha” e alerta que “sem sobriedade não há partilha de bens”.

Fonte: Agência Ecclesia

 

 

 


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 620

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 827

Pensamento da Semana

Dá-nos um coração claro que veja o céu aberto
e o mundo como os olhos de uma criança,
olhos de confiança e de descoberta
que nos salvem dos hábitos.

 

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas