Nº 590

  

DOMINGO DA SANTÍSSIMA TRINDADE

Amores de Deus

A Santíssima Trindade é a manifestação do amor inesgotável de Deus. Ele é Pai criador mas também Irmão redentor e Espírito santificador. Tudo isto porque é Amor:
Perguntaram-me quem é Deus. Eu, alegre, respondi que era a melhor melodia que até agora já ouvi. Mas um surdo ali estava, e para ele olhei. Compreendi que estava errada esta resposta que inventei. Pensei então que Deus era palavra ou poesia, mas o surdo também não falava e conhecer tal Deus não podia. Que pergunta mais difícil! Como O irei definir? Talvez a melhor sensação que alguém possa sentir. Minhas mãos arrepiaram-se e começaram a tremer; quantos homens como eu, que nem mãos chegaram a ter? Talvez o melhor perfume, o melhor cheiro ou algo parecido, mas parece não haver nenhum que afinal não seja enjoativo. A coisa mais saborosa não será, pois a minha língua pode mostrar que nem sempre é capaz de saborear. Só me falta um sentido, este, com certeza, servirá: Deus é a luz que nunca se apagará. Mas como pode um cego este Deus experimentar? Procurarei outra resposta que a todos possa contentar. Quem é Deus? Pois já sei o que responder e toda a gente será capaz de entender: Não é música, nem poesia, nem luz, mas seja para quem for, Deus é mais do que um amigo, Deus é amor.
Pe. José David Quintal Vieira, scj
 

MEDITAR

 

aproxima-te

 
Dizes que sou nascente abundante e não vens beber.
Dizes que sou um vinho de grande reserva e não te embriagas.
Dizes que sou brisa suave e não abres as tuas janelas.
 
Dizes que sou luz e segues pelas trevas.
Dizes que sou óleo perfumado e não te unges.
Dizes que sou música e não te ouço cantar.
 
Dizes que sou fogo e continuas com frio.
Dizes que sou força divina e estás muito frágil.
Dizes que sou advogado e não me deixas defender-te.
 
Dizes que sou consolador e não me contas os teus sofrimentos.
Dizes que sou dom e não abres para mim as tuas mãos.
Dizes que sou paz e não escutas o som da minha flauta.
 
Dizes que sou vento forte e continuas sem mover-te.
Dizes que sou defensor dos pobres e tu afastas-te deles.
Dizes que sou liberdade e não deixas que te impulsione.
 
Dizes que sou oceano e não queres mergulhar.
Dizes que sou amor e não me deixas amar-te.
Dizes que sou testemunha e não me perguntas.
 
Dizes que sou sabedoria e não queres aprender.
Dizes que sou sedutor e não te deixas seduzir.
Dizes que sou médico e não me chamas para curar-te.
 
Dizes que sou hóspede e não queres que entre.
Dizes que sou sombra fresca e não te abrigas debaixo das minhas asas.
Dizes que sou fruto e não me provas.
 
Florentino Ulibarri
 

CONTO (451)

 

A PROTEÇÃO

Era uma vez um homem que vivia numa casa à beira do rio. Uma manhã de chuva, viu que as águas tinham subido e já lambiam a soleira da porta. Escutou pela rádio uma apelo: «Todos os que vivem junto ao rio devem abandonar as suas casas». Esse homem era piedoso e tinha uma grande confiança no Senhor. Ajoelhou-se e começou a rezar: «Senhor, salva-me!»
Naquele momento pareceu-lhe ouvir a voz do Senhor: «Não tenhas medo. Pensarei em ti!»
O homem recomeçou as suas tarefas quotidianas como se nada estivesse a acontecer. Entretanto, a água ia subindo e teve de ir para o andar de cima. Passou um barco dos bombeiros. Um deles viu-o e gritou:
- Desça e venha connosco!
Ele, apontando para o céu, respondeu:
- Não, tenho uma proteção superior.
Horas mais tarde, a água tinha subido mais e teve de ir para o telhado. Passou a Cruz Vermelha com um barco e ele de novo recusou. Aconteceu o pior. As águas subiram ainda mais e morreu afogado. Ao chegar ao Paraíso, apresentou-se ao Senhor e protestou:
- Disseste que pensavas em mim. E afinal morri.
O Senhor fixou nele o olhar cheio de bondade:
- Mas eu pensei em ti. Mandei-te três barcas!
 In Alegre Manhã de Pedrosa Ferreira

 

Diálogos com Jorge Bergoglio
«Quero acreditar em Deus Pai, que me ama como um filho,
e em Jesus, o Senhor, que me infundiu o seu Espírito na minha
vida para me fazer sorrir e levar-me assim ao reino eterno da vida.
Creio na minha história, que foi trespassada pelo olhar amoroso de Deus e,
num dia de Primavera, 21 de Setembro, me saiu ao encontro para me convidar a segui-lo.
Creio na minha dor, infecunda pelo egoísmo, em que me refugio.
Creio na mesquinhez da minha alma, que procura receber sem dar... sem dar.
Creio que os outros são bons, e que devo amá
-los sem temor,
e sem nunca os trair na busca de seguranças para mim.
Creio na vida religiosa.
Creio que desejo amar muito.
Creio na morte quotidiana, ardente, à qual eu fujo,
mas que me sorri convidando-me a aceitá-la.
Creio na paciência de Deus, acolhedora, boa como uma noite de verão.
Creio que o meu papá está no Céu junto do Senhor.
Creio que o padre Duarte também lá está intercedendo pelo meu sacerdócio.
Creio em Maria, a minha mãe, que me ama e nunca me deixará só.
E espero pela surpresa de cada dia na qual se manifestará
o amor, a força,
a traição e o pecado, que me acompanharão até ao encontro definitivo
com esse rosto maravilhoso que não sei como é, a quem escapo continuamente,
mas que quero conhecer e amar.
Ámen.»

 

 

 

 Sergio Rubin e Francesca Ambrogetti, Papa Francisco. Conversas com Jorge Bergoglio, Madrid 2013 (orig. 2010),

 

Nota: O Pe. Duarte foi o confessor de J. Bergoglio no dia 21 de setembro.

 

Quem me dera voltar a ter os olhos dos meus cinco anos. 
A luz do verão era tão grande – e agora é tão pequena. 
Cabe num bolso. 
Gabriel Magalhães
 

 

INFORMAÇÕES

FESTA DO SANTÍSSIMO NA RIBEIRA D’AREIA

Tríduo nos dias 30, 31 de maio e 1 de junho, com Exposição do Santíssimo às 18h30 e missa às 19h30.
Dia 3 de junho - Missa de festa às 12h30 e procissão às 19:30 horas
 

EXPOSIÇÃO DO SANTÍSSIMO - URZELINA

Haverá Exposição do Santíssimo na Urzelina, no dia 2 de junho, das 9 às 16 horas.
 

VISITA DO PÁROCO AOS DOENTES DA RIBEIRA SECA

 Quarta-feira os doentes visitados pela Sr.ª Fátima Pereira a partir das 9h30m
 Quinta feira: os doentes visitados pela Sr.ª Noélia a partir das 9h30m
 

PRIMEIRA COMUNHÃO - RIBEIRA SECA

Pra preparar a Festa da Primeira Comunhão na Ribeira Seca, haverá uma reunião na próxima terça feira, às 19h30, na Igreja de São Tiago.
 

CLÍNICA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DA CALHETA

A Direção da Associação de Bombeiros Voluntários da Calheta informa que o Carlos Aguilar Especialista em Oftalmologia, estará na Clínica da Instituição no dia 30 de maio de 2013. Mais se informa que virá acompanhado da Óptica Flores. Os interessados podem procurar este serviço de Óptica, a funcionar nas instalações da Instituição, mesmo sem virem à consulta de Oftalmologia. As marcações podem ser feitas para os números 295 460 110 / 295460111.

Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 590

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas