Nº 589

 

O ESPÍRITO SANTO NÃO DÁ CURSOS DE LÍNGUAS!

Olá Jesus. Hoje é o Dia do Pentecostes, aquele do Espírito. O Espírito que tu levavas às pessoas e que Te levava às pessoas foi dado também àqueles que estavam unidos em teu nome. E quem escreveu essas coisas sabe contar histórias… diz que, quando chegou o Teu Espírito e começou a fazer das suas, a primeira coisa que aconteceu foi que toda a gente, mesmo na rua ou gente de outros lugares e países, entendia o que eles diziam! Altamente. 
Às vezes dá-me vontade de rir a maneira como os adultos ouvem estas coisas… não têm jeito nenhum para ouvir histórias! Imaginam que eles começaram todos a falar línguas estrangeiras, cada um a sua. EHEHEH!!! Eu sei o que é NÃO ENTENDER A LÍNGUA QUE ESTÃO A FALAR quando se põem a falar de Deus ou de Ti. Quando algumas pessoas falam de Deus ou de Ti parece que cheguei a outro país qualquer onde falam outra língua, feita com palavras como as do português mas com outra gramática estranha… Porque é que para falar de Deus ou de Ti não podemos falar com a linguagem que falamos todos os dias para dizermos as coisas da Vida?! Porque é que temos sempre que falar de Deus e de Ti em “catoliquês” ou “religiosês”?!
Adoro quando me falam de Deus ou de Ti numa LÍNGUA QUE EU ENTENDO. E sei que era assim que Tu falavas… Tu não falavas “religiosês”. Tu para falares de Deus usavas a língua da vida que se vivia à Tua volta. Dizias que Deus era como um semeador que saía a semear num campo que ainda não estava muito bem preparado, ou como um pastor que foi buscar uma ovelha perdida, ou como uma mulher que está a fazer pão e põe fermento na massa, ou como uma outra que perdeu uma moeda em casa e vira tudo para a achar, ou como um senhor que convidou os seus amigos para jantarem com ele em sua casa, ou como um ladrão que vem a meio da noite tirar-nos as coisas, ou como o céu que quando chove não escolhe os campos deste e rejeita os campos do outro, ou como um pai que gosta e cuida dos seus filhos e lhes dá o que eles precisam...
Tu também falavas uma LÍNGUA QUE TODOS ENTENDIAM. Lá está! É coisa típica do Espírito de Deus, não é?! Os que iam muito à sinagoga, entendiam-Te. Mas os que nunca lá punham os pés, também! Os que passavam a vida no templo de Jerusalém entendiam-Te (e de que maneira!!!). Mas os que nem podiam lá entrar por serem considerados impuros ou indignos, também (e de que maneira!!!). Os judeus do Teu povo entendiam-Te. Mas os estrangeiros dos países vizinhos que, passando, Te escutavam, também! Que milagre este do Espírito…
Adoro-Te!
Benjamim
Do blog Derrotar Montanhas
 

DOMINGO DE PENTECOSTES

O segredo de Deus

Ultimamente tenho recebido, de pessoas amigas, algumas sugestões para partilhar aqui neste espaço. É o que vou fazer hoje.
Alguém veio dizer-me que o Espírito Santo é em nós, o que o açúcar é no chá. Acontece algumas vezes que não achamos bom o chá. Descobrimos então a causa disso quando se chega ao fundo da chávena: era o açúcar. Havia açúcar lá, mas estava todo no fundo. Teria sido necessário mexer. Talvez o que esteja a faltar à nossa vida também tenha ficado no fundo. A nossa vida talvez não tenha o sabor esperado porque não temos a coragem de ir ao fundo das coisas. Fazemos caretas como ao tomar o chá sem açúcar. Precisamos de fazer o esforço de mexer a vida, de tocar nos segredos de Deus em nós, para que o Seu Espírito possa adoçar o todo que somos.
Assim o Espírito Santo é este segredo de Deus em nós. O Espírito está aí mas é preciso mexer.
O Patriarca Atenágoras escreveu que sem o Espírito Santo, Deus fica longe; Cristo permanece no passado; o Evangelho é letra morta, a Igreja é uma simples organização; a autoridade é um poder; o culto, uma velharia. Mas, no Espírito, o cosmos é enobrecido; Cristo torna-se presente; o Evangelho faz-se vida; a Igreja realiza a comunhão…
É preciso mexer o que Deus pôs dentro de nós.
Pe. José David Quintal Vieira, scj
 

MEDITAR

 

“Dá mais Vida à tua Vida”

Há luzes que brilham no meio das dificuldades do nosso tempo. No Ano da Fé, nos 50 Anos do Concílio Vaticano II e já sob o impulso da dádiva inestimável de Deus à sua Igreja, na pessoa do Papa Francisco, a Comissão Episcopal do Laicado e Família propõe-nos a Semana da Vida, endereçada a todos os que procuram verdadeiras razões de esperança.
O lema da Semana - Dá mais vida à tua vida! – acorda em nós a consciência de que a vida é o maior e mais precioso dos dons. Mas também desperta e mobiliza para a premente necessidade de uma nova postura: sendo a vida, hoje, tão depreciada, ameaçada e destruída, urge parar esta cultura de morte, instaurando, em seu lugar, uma sólida cultura da vida.
A Semana da Vida corresponde ao apelo do Papa João Paulo II, de uma celebração anual em defesa da vida, com o objetivo de suscitar nas consciências, nas famílias, na Igreja e na sociedade, o reconhecimento do sentido e valor da vida humana em todos os seus momentos e condições, concentrando a atenção de modo especial na gravidade do aborto e da eutanásia. … (EV 85)
A inteligência e o coração dizem-nos que a vida é direito e responsabilidade de todos e de cada um, ninguém vivendo só por si, nem apenas para si.
Cabe-nos acolher, defender e promover a vida que foi depositada em nossas mãos, a própria e a dos outros. Como valor primeiro, ela deve ser também critério fundamental, subjacente a todas as instituições humanas, privadas ou públicas. Toda a sociedade que não fundamente as suas leis no respeito total pela vida, desumaniza-se e cava a sua própria ruína.
Dar mais vida à nossa vida implica abraçá-la em todas as circunstâncias, sem ceder nem aos egoísmos, nem às modas ou correntes de opinião, nem aos mercados, nem aos parlamentos.
Fonte Agência Ecclesia
 

CONTO (450)

 

A DESCOBERTA DO POETA

Um jovem poeta vivia só, fechado numa torre de marfim que tinha apenas uma janela e que permanecia fechada. Vivia triste.
Todos os dias fazia perguntas sem resposta acerca do mundo, da vida, do homem, da alma, de Deus… E acabava sempre por se refugiar no mundo irreal e maravilhoso da fantasia. Imaginava espetáculos extraordinários de beleza ou de crueldade, sonhava em coisas impossíveis de realizar. Mas também este mundo fantástico o aborrecia e cada vez se sentia mais triste.
Uma tarde, enquanto se dispunha a escrever uma linhas, notou sobre uma folha branca um ponto negro. Observou-o de perto e viu que se movia.
Seguiu-o até à margem da folha, tentou agarrá-lo, mas ele escapou-se-lhe.
O ponto subiu para a janela da fachada. O poeta levado pela curiosidade, abriu a janela de par em par.
O ponto saiu e continuou a sua marcha pelo céu azul. O poeta seguiu-o com o olhar, até que ele se perdeu no infinito.
A janela ficou aberta e o poeta sorriu.
 In Alegre Manhã de Pedrosa Ferreira

 

Ser Feliz é como fazer Amigos: acontece-nos quando andamos à procura de outras coisas, aparece-nos nas esquinas de uma vida a caminho.
Rui Santiago

 

INFORMAÇÕES

ESCOLA DA CALHETA

A Escola Básica e Secundária da Calheta informa os interessados de que se encontram abertas, até ao dia 15 de junho, as matrículas das crianças que irão frequentar pela primeira vez o ensino público (ensino pré-escolar/primeiro ciclo).
Estas deverão ser efetuadas, presencialmente, na escola da área de residência, junto da respetiva encarregada de estabelecimento/coordenadora de núcleo, no seguinte horário:
EB1/JI da Calheta – quinta-feira 10:30 às 11:30
EB1/JI da Ribeira Seca – quinta-feira das 11:00 às 12:00
No caso de não ser possível aos encarregados de educação realizarem a matrícula neste horário, poderão, em alternativa, fazê-la nos serviços administrativos da EBS da Calheta, durante o horário normal de expediente.
   DOCUMENTOS A APRESENTAR
Fotocópia do Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão; fotocópia do número de contribuinte do aluno (se não tiver C. Cidadão); fotocópia do cartão de beneficiário do subsistema de saúde do aluno (Exemplo: ADSE; Seg. Social; etc); Boletim Individual de Saúde (vacinas), apenas dos alunos que irão frequentar o 1º ano
 

CLÍNICA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DA CALHETA

            A Direção da Associação de Bombeiros Voluntários da Calheta informa que estarão na sua clínica os seguintes médicos:
Dr. ª Alexandra Dias, Pediatria de 31 de maio a 1 de junho de 2013.
            Dr. Carlos Sarmento especialista em Cirurgia Vascular, durante a primeira semana de junho de 2013.
Dr. ª Renata Gomes Especialista em Cardiologia, no dia 4 de junho de 2013.
Dr. ª Paula Pires, Neurologista em data ainda por estabelecer. 
            Os eventuais interessados podem fazer as suas marcações para os números 295 460 110/ 295460111.

Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 589

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas