Nº 556

 

CANSADO E EXAUSTO

Cansado e exausto
Senhor,
neste final de dia.
Não parei,
não me deixaram parar
e até parece que não fiz nada…
 
Mas estou alegre, contente, feliz.
Dei-me Senhor,
Tu sabes que sim.
E isso faz-me feliz.
Só quem dá é que recebe.
 
E quem se dá, apesar do cansaço,
Recebe Paz, Alegria, Felicidade.
 
Agradeço-Te, Senhor, o meu cansaço
que me não veio do egoísmo.
Agradeço-Te, Senhor a alegria que sinto
que é fruto do dom
e retribuição da dádiva.
 
Tu és bom, Senhor,
e sabes dar, retribuir,
recompensar
os nossos pequenos nadas.
In, Firmes na Fé de Dário Pedroso
 

XXVI DOMINGO DO TEMPO COMUM

Muito obrigado

Quem vos der a beber um copo de água, por serdes de Cristo, em verdade vos digo que não perderá a sua recompensa, diz Jesus no Evangelho. Qualquer gesto de amor não ficará sem fruto ou sem gratidão.
Contaram-me que em Madagáscar a galinha é tida como o símbolo da gratidão. Porquê?
- É que ela por cada gole de água que recebe, ergue a cabeça para agradecer a Deus. Por cada copo de água dos homens haverá uma recompensa mas as galinhas agradecem por cada gota de água. Elas não são miudinhas, são sim reconhecidas.
Há dias alguém tentava compreender a expressão exclusiva da língua portuguesa para agradecer: Muito obrigado. Porquê?
- Isto é a abreviatura de uma frase completa: Eu sinto-me obrigado a reconhecer esse gesto durante toda a vida.
E há muitas maneiras de agradecer ou de mostrar o nosso contentamento: erguer o olhar, um sorriso, uma atenção, uma simples palavra, ou qualquer gesto espontâneo.
Deus promete valorizar qualquer ação feito por amor. Podemos ser como Ele. Por isso rezamos: Vós não precisais dos nossos louvores e poder glorificar-vos é dom da vossa bondade, porque os nossos hinos de bênção, nada aumentando à vossa infinita grandeza, alcançam-nos a graça da salvação.
Pe. José David Quintal Vieira, scj
 

MEDITAR

 

HÁ TANTO TEMPO!...

 
Há tanto tempo, Senhor,
Tanto tempo de cinza e fogo,
Tanto tempo que Te rezamos pela Paz!
Vê-la-emos alguma vez, Senhor?
 
Há tanto tempo, Senhor,
Tanto tempo de deserto e esquecimento,
Tanto tempo que nos deixaste a Paz!
Que fizemos dela, Senhor?
 
Esta espera, Senhor,
Esta espera de tempo jovem e velho,
Esta espera sem corpo,
Não passaria de um tempo morto, Senhor?
In Paz de J. Debruynne
 

CONTO (420)

 OBRIGADO

Uma professora pediu aos alunos da primeira classe que desenhassem alguma coisa pela qual sentissem desejo de agradecer ao Senhor. Pensou que estas crianças iriam ter uma certa dificuldade em encontrar razões de louvor, pois eram de bairros muito pobres. Mas certamente que iriam encontrar razões para agradecimento.
A professora ficou admirada por ver o Rui a desenhar, de maneira infantil, uma simples mão.
Pegou no desenho e perguntou aos alunos o que representaria este desenho abstrato. Um deles disse:
- Na minha opinião, é a mão de Deus que nos criou.
Um outro disse:
- Deve ser a mão do camponês, que trabalha a terra e dá de comer aos animais.
Um outro disse:
- Talvez seja a sua própria mão.
Quando terminou o diálogo, a professora aproximou-se do Rui e perguntou-    -lhe baixinho de quem era a mão. Ele murmurou:
- É a tua mão, professora!
Foi então que ela se recordou que todas as tardes pegava no Rui pela mão e o acompanhava até à saída. Fazia o mesmo com outras crianças, mas para o Rui significava muito.
 In Alegre Manhã de Pedrosa Ferreira

 

Deus é um Deus do presente: como te encontra, assim te assume e te permite vires a Ele.

Deus não pergunta o que tens sido, mas o que tu és agora.


 

Mestre Eckhart

 


 

INFORMAÇÕES

Catequese dos Biscoitos
 
Ano                   Catequista                 Dia
 1º                           Jéssica                   Domingo
 2º                          Ana Sofia                   
 3º                          Anabela                  Sábado
 4º                          Andreia                  Domingo
 5º                          Goretti                   Domingo
 7º                          Aldora                   Terça-feira

 

ABERTURA DE CLÍNICA DENTÁRIA

A D.ra Cátia Reis (Dentista) informa que começará a fazer consultas  de medicina dentária a partir do dia 15 de outubro de 2012, na Casa do Povo da Ribeira Seca. As marcações podem ser feitas através do nº 962577473.

 

PONTAPÉ SOLIDÁRIO

No próximo dia 5 de outubro haverá um torneio de futebol entre equipas de veteranos da Fundação Pauleta e equipa de veteranos de São Jorge, no campo da Urzelina pelas 15h30.

Pelas 20h30, jantar de solidariedade, com a presença de Pedro Pauleta, no pavilhão do Futebol Clube Marítimo Velense.

As receitas reverterão a favor dos C.A.O. de Calheta e Velas. As marcações para o jantar podem ser feitas através dos nos 295412418 e 295416265.

  

FESTA DE NOSSA SENHORA DO ROSÁRIO

RIBEIRA SECA

Tríduo - dias 3, 4, e 5 de outubro às 20 horas.

Festa - dia 7 de outubro com Eucaristia às 12 horas e procissão as 18 horas.

 


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 556

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 827

Pensamento da Semana

Dá-nos um coração claro que veja o céu aberto
e o mundo como os olhos de uma criança,
olhos de confiança e de descoberta
que nos salvem dos hábitos.

 

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas