Nº 539

 

TRINDADE

Neste domingo celebramos a Festa da Santíssima Trindade. Trindade que é família, é amor.
As festas que estamos a viver, acontecem num tempo em que parece que estamos a aprender a viver sem Deus. Em que o interior, o espiritual parece já não fazer sentido.
Vivemos entretidos com umas coisas, preenchendo a vida com o imediato, enganando todos os horizontes por onde possa entrar Deus.
Estamos a aprender a viver sem metas, sem raízes. Vivemos ao sabor dos de fora, os programas de outros que nos entretêm e nos ditam o que devemos fazer e por onde ir. Vivemos com muita mais informação e tecnologia mas parece que estamos cada vez mais desorientados e perdidos.
Parece que nos interessamos com as grandes questões da vida mas prontamente caímos na apatia e na indiferença. Arrastamo-nos pela opinião alheia e pouco profunda. Por vezes, o que está na moda, o que os outros dizem e fazem. Por mais estranho que pareça, parece que temos tudo para sermos felizes, mas vivemos numa infelicidade e numa angústia. Habituamo-nos a chamar-lhe stress. Novos e velhos usam esta palavra como quem se arrasta no tempo.
Estamos a aprender a viver sozinhos, sem laços de amizade. Não vivemos mais com os outros, temos o nosso canto as nossas coisas que não nos dão amor.
Estamos a aprender a viver sem Deus. Já não Lhe damos lugar e nem vez. Fazemos muito ruído, preenchemos a nossa vida com muito barulho e desassossego para não ouvirmos a Sua voz. Desaprendemos que Jesus nos dá um rosto de Deus cheio de amor e ternura. Um Deus próximo que nos deixa livres até para nos afastarmos d’Ele. Para O esquecermos.
Nestas Festas do Divino Espírito Santo é bom perguntar o que fizemos de Deus? Que lugar Ele tem em nossas vidas? (se é que ainda tem ou alguma vez teve).
Pe. Manuel António

DOMINGO DA SANTÍSSIMA TRINDADE

Deus não é solidão

Nas aulas de Educação Moral e Religiosa, quando eu perguntava que nome davam a Deus os muçulmanos ou os Hebreus, os alunos, em geral, respondiam corretamente Alá e Javé. Mas sempre hesitavam ao apresentar o nome pelo qual nós católicos chamamos a Deus. Só quando eu fazia o sinal da cruz sobre mim mesmo é que se lembravam que do nome de Pai, Filho e Espírito Santo. Acho isto interessante porque afinal Deus é relação. Mais do que por definições, é pelos gestos e atitudes que percebemos quem é Deus.
A solenidade da Santíssima Trindade recorda-nos que Deus não é um ser solitário, perdido nos espaços infinitos. É um Deus comunitário, uma família divina, uma comunidade de vida e de amor. Deus é comunicação.
Uma vez perguntei:
- Quem quer dizer como se chama Deus?
Um aluno respondeu de imediato:
- Deus chama-se rezando.
Gostei da resposta que foi mais profunda do que esperava. Não referia o nome de Deus, como eu pretendia, mas a maneira de entrar em relação com Ele.
Todo o ano 2000 é um ano santo, ano jubilar, marcado pela alegria do conhecimento e da experiência dum contacto vivencial com o nosso Deus que é Pai e Filho e Espírito Santo, isto é Trindade.
Pe. José David Quintal Vieira, scj

 MEDITAR

1 junho (Dia Mundial da Criança)

 
Quando eu for crescida e já puder fazer tudo o que me apetecer, 
ensina-me a amar sempre primeiro, para que me apeteçam sempre coisas boas...
 
quando eu for crescida e puder ir para onde eu quiser, 
ajuda-me a escolher caminhos onde encontre muitas pessoas fixes e possa fazer amigos...
 
quando eu for crescida e puder imaginar o que eu quiser 
e pôr-me a pensar nos programas que eu gostar mais,
faz que eu não pense só em mim...
 
E agora ponho aqui “amen” para que não tenhas dúvidas que isto é mesmo a sério. 
Gosto muito MUITO de ti.
 
AMEN
 Rui Santiago cssr

CONTO (403)

O ACIDENTE

Uma jovem mulher, terminado o dia de trabalho, regressava a casa de automóvel.
Conduzia com muita atenção porque o automóvel que estava a utilizar era novo, retirado no dia anterior do «stand». Fora comprado sobretudo com as economias do marido. Este tinha feito bastantes renúncias para poder adquirir aquele modelo.
Numa encruzilhada particularmente movimentada, a mulher teve um momento de indecisão e foi bater com o pára-choques numa outra viatura.
A jovem mulher, terminado o susto do embate, começou a chorar. Como iria ela explicar ao marido o que acontecera ao carro novo?
O condutor da outra viatura foi compreensivo, mas explicou que ambos deviam tomar nota do número de matrícula e dos documentos necessários para a Companhia de Seguros.
A mulher procurou então esses documentos numa grande bolsa de plástico. Da bolsa caiu então uma folha de papel.
Depois do outro condutor se ter retirado, ela, sozinha, desdobrou esse papel para ver de que se tratava.
Numa caligrafia masculina estavam estas palavras: «Em caso de acidente… recorda, meu tesouro, eu amo-te a ti, não ao automóvel!».
 In Alegre Manhã de Pedrosa Ferreira

 

Ter fé é assinar uma folha em branco e deixar que Deus nela escreva o que quiser.
Santo Agostinho 
 

 

INFORMAÇÕES

 

FESTA DO SANTÍSSIMO NA RIBEIRA D’AREIA

Tríduo nos dias 4, 5 e 6 de junho às 20 horas.
Dia 7 de junho - Missa de festa às 13 horas e procissão às 19:30 horas
 

REUNIÃO DE PREPARAÇÃO PARA O CRISMA - CALHETA E VELAS

As reuniões para os que vão receber o sacramento do crisma nas Igrejas Matrizes da Calheta e Velas serão na próxima sexta-feira, 8 de junho, às 20 horas, nas respetivas Igrejas Matrizes.
 Devem estar presentes os padrinhos, os pais e os que vão receber o sacramento do crisma.
 

ENCERRAMENTO DA CATEQUESE NAS MANADAS

No próximo domingo, dia 10 de junho, faremos o encerramento da Catequese na Paróquia das Manadas. No sábado, dia 9 de junho, pede-se a presença de todos os catequistas, crianças e jovens do centro de catequese para prepararmos a celebração. A preparação vai ser realizada na igreja de S. Bárbara.

Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 539

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas