Nº 537

 

SILÊNCIO

Hoje não preciso de palavras.
Hoje basta o silêncio, aquele silêncio que vem habitar o coração no sossego da sombra de uma árvore. Deixar que o vento leve e o marulhar do mar me calem fundo palavras ao coração.
Estar assim, comigo mesmo, para encontrar a voz de Deus dentro de mim. Ele não está longe, está lá do outro lado da colina, escondido atrás das nuvens. Está cá dentro procurando o caminho que leva à minha mente e ao meu coração. Está entre as minhas mãos que apoiam a minha cabeça meditativa no silêncio.
É nestas horas que o silêncio é eloquente, faz penetrar em nós, diz que sou frágil porque sou humano. É nestas horas que sinto que nem sempre sou capaz, encontro a pequenez de que sou feito e que vou fazendo a minha vida.
É nestas horas que Deus me repete, que mesmo assim gosta de mim, como sou , com as minhas fragilidades. Me diz que sou pessoa, não sou uma coisa, muito menos um super-homem. Neste silêncio que procuro encontro a Sua voz a segredar que gosta de mim nesta minha fragilidade porque me vê por dentro, na minha humanidade. E, por dentro não há aparências nem falsidades nem segredos.
É aqui que Ele me conhece melhor. Na interioridade. Ele sabe dos meus projetos, dos meus sonhos, das minhas esperanças e do meu desejo de ser feliz. E, no silêncio, Deus vai animando, encorajando, sabendo dos medos, dos receios e dos desafios.
É nos momentos de maior prostração, que Ele me faz caminhar, levantar, ter vontade de procurar o melhor para combater a tentação de cruzar os braços. Ele, no silêncio, vai recordando os momentos de felicidade… Como que dizendo: lembras-te?
No silêncio lembro-me do mestre, Jesus, que se recolhia em profunda confiança com o Pai. Fazia silêncio após a pergunta maliciosa. Silêncio antes de tomar as decisões importantes da vida. Vejo-O recolhido, dobrado sobre si mesmo segredando palavras que brotam do coração a Seu Pai.
Este domingo, dedicado às comunicações sociais tem por tema: Silêncio, Palavra. Há muito material de apoio e para meditação em: www.agencia.ecclesia.pt
Pe. Manuel António

ASCENÇÃO DO SENHOR

Corações ao alto

Há alguns anos atrás, ao participar em Roma, na instalação do Secretariado Mundial da Evangelização 2000, a Madre Teresa de Calcutá foi entrevistada.
- Madre Teresa, o que é para si evangelizar?
Com uma simplicidade e profundidade impressionantes, ela respondeu:
- Evangelizar é ter Jesus no Coração e levar Jesus ao coração dos irmãos.
Só moram no nosso coração os que são amados. Para Jesus morar no coração é preciso que se tenham criado laços de amor entre a pessoa e Jesus vivo. Que Jesus nos ama, é verdade! Que Ele nos amou primeiro, está comprovado! Que Ele ama a todos porque os quer salvar, é certo! Mas é preciso que nos sintamos amados por Ele, nos deixemos amar e sintamos que O estamos amando. Não basta ter Jesus na cabeça... É preciso tê-lo no coração. Só depois podemos levá-lo ao coração do irmão porque ninguém dá o que não tem. É preciso estar evangelizado para evangelizar e fazer Jesus acontecer no coração das pessoas.
Na Ascensão, Jesus eleva-se ao Céu. Deixou de estar connosco para estar em nós. Ele continua a evangelizar através de nós. Sursum corda, isto é, Corações ao alto! Que saibamos responder efetivamente que o nosso coração está em Deus porque Ele está no nosso coração.
Pe. José David Quintal Vieira, scj

 MEDITAR

 

O Teu silêncio

Se não falas, vou encher o meu coração
Com o Teu silêncio, e aguentá-lo.
Ficarei quieto, esperando, como a noite
Em sua vigília estrelada,
Com a cabeça pacientemente inclinada.
A manhã certamente virá,
A escuridão se dissipará,
e a Tua voz
Se derramará em torrentes douradas por todo o céu.
Então as tuas palavras voarão
Em canções de cada ninho dos meus pássaros,
E as tuas melodias brotarão
Em flores por todos os recantos da minha floresta.
Rabindranath Tagore

 CONTO (401)

 

MISERICÓRDIA

Um sábio mestre, pressentindo que a sua morte estava próxima, reuniu os seus dois discípulos e anunciou-lhes:
- De entre vós, apenas um me poderá suceder. Para saber qual de vós será, terão de viver uma experiência: a do encontro com a vida.
Decidiu então que saíssem pelo mundo a fim de o conhecer. O que regressasse com mais sabedoria perante a vida e o mundo seria o seu sucessor. E assim aconteceu. Passado um ano, apenas um deles regressou.
O velho mestre perguntou-lhe:
- Que é feito do outro?
Ele respondeu:
- Sábio mestre, depois de ter percorrido meio mundo, chegamos aos subúrbios de uma grande cidade e, ao ver a miséria e as carências porque passava aquela pobre gente, o meu companheiro sentiu-se tão comovido que, sem poder vencer o sentimento de compaixão, ficou com eles a ajudá-los. Eu, pelo contrário, resisti e regressei.
O venerando mestre ficou um momento em silêncio e, como que a falar para consigo, disse:
- Só um coração compassivo poderá suceder-me. A sabedoria tem o nome de misericórdia. Ele será digno de me suceder. E o seu testemunho de misericórdia transformará as pessoas e o mundo.
 In Bom dia, alegria de Pedrosa Ferreira

 

A confiança é algo complexo, complicada de conquistar, muito fácil de perder e quase impossível recuperar.
Anselmo Júnior
 

 

INFORMAÇÕES

 

FEIRA DE USADOS

Feira de artigos de usados na Casa do Povo do Norte Pequenos nos dias 26 e 27 de maio, das 14 às 19 horas. Também haverá exposições de fotografia, pintura e trabalhos em estanho.
 

MATRÍCULAS

A Escola Básica e Secundária da Calheta informa os interessados de que se encontram abertas, até ao dia 15 de Junho, as matrículas das crianças que irão frequentar, pela primeira vez, o ensino pré-escolar ou o 1º ano de escolaridade.
Estas deverão ser efetuadas, presencialmente, na escola da área de residência, junto da respetiva encarregada de estabelecimento, no seguinte horário:
·         EB1/JI da Calheta – segunda-feira 16:00 às 17:00
·         EB1/JI da Ribeira Seca – terça-feira das 11:00 às 12:00
No caso de não ser possível aos encarregados de educação realizarem a matrícula neste horário, poderão, em alternativa, fazê-la nos serviços administrativos da EBS da Calheta, durante o horário normal de expediente.
 
DOCUMENTOS A APRESENTAR
 
·         Fotocópia do Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão
·         Fotocópia do número de contribuinte do aluno (se não tiver C. Cidadão)
·        Fotocópia do cartão de beneficiário do subsistema de saúde do aluno (Exemplo: ADSE; Seg. Social; etc)
·         Boletim Individual de Saúde (vacinas), apenas dos alunos que irão frequentar o 1º ano.

Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 537

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas