Nº 537

 

SILÊNCIO

Hoje não preciso de palavras.
Hoje basta o silêncio, aquele silêncio que vem habitar o coração no sossego da sombra de uma árvore. Deixar que o vento leve e o marulhar do mar me calem fundo palavras ao coração.
Estar assim, comigo mesmo, para encontrar a voz de Deus dentro de mim. Ele não está longe, está lá do outro lado da colina, escondido atrás das nuvens. Está cá dentro procurando o caminho que leva à minha mente e ao meu coração. Está entre as minhas mãos que apoiam a minha cabeça meditativa no silêncio.
É nestas horas que o silêncio é eloquente, faz penetrar em nós, diz que sou frágil porque sou humano. É nestas horas que sinto que nem sempre sou capaz, encontro a pequenez de que sou feito e que vou fazendo a minha vida.
É nestas horas que Deus me repete, que mesmo assim gosta de mim, como sou , com as minhas fragilidades. Me diz que sou pessoa, não sou uma coisa, muito menos um super-homem. Neste silêncio que procuro encontro a Sua voz a segredar que gosta de mim nesta minha fragilidade porque me vê por dentro, na minha humanidade. E, por dentro não há aparências nem falsidades nem segredos.
É aqui que Ele me conhece melhor. Na interioridade. Ele sabe dos meus projetos, dos meus sonhos, das minhas esperanças e do meu desejo de ser feliz. E, no silêncio, Deus vai animando, encorajando, sabendo dos medos, dos receios e dos desafios.
É nos momentos de maior prostração, que Ele me faz caminhar, levantar, ter vontade de procurar o melhor para combater a tentação de cruzar os braços. Ele, no silêncio, vai recordando os momentos de felicidade… Como que dizendo: lembras-te?
No silêncio lembro-me do mestre, Jesus, que se recolhia em profunda confiança com o Pai. Fazia silêncio após a pergunta maliciosa. Silêncio antes de tomar as decisões importantes da vida. Vejo-O recolhido, dobrado sobre si mesmo segredando palavras que brotam do coração a Seu Pai.
Este domingo, dedicado às comunicações sociais tem por tema: Silêncio, Palavra. Há muito material de apoio e para meditação em: www.agencia.ecclesia.pt
Pe. Manuel António

ASCENÇÃO DO SENHOR

Corações ao alto

Há alguns anos atrás, ao participar em Roma, na instalação do Secretariado Mundial da Evangelização 2000, a Madre Teresa de Calcutá foi entrevistada.
- Madre Teresa, o que é para si evangelizar?
Com uma simplicidade e profundidade impressionantes, ela respondeu:
- Evangelizar é ter Jesus no Coração e levar Jesus ao coração dos irmãos.
Só moram no nosso coração os que são amados. Para Jesus morar no coração é preciso que se tenham criado laços de amor entre a pessoa e Jesus vivo. Que Jesus nos ama, é verdade! Que Ele nos amou primeiro, está comprovado! Que Ele ama a todos porque os quer salvar, é certo! Mas é preciso que nos sintamos amados por Ele, nos deixemos amar e sintamos que O estamos amando. Não basta ter Jesus na cabeça... É preciso tê-lo no coração. Só depois podemos levá-lo ao coração do irmão porque ninguém dá o que não tem. É preciso estar evangelizado para evangelizar e fazer Jesus acontecer no coração das pessoas.
Na Ascensão, Jesus eleva-se ao Céu. Deixou de estar connosco para estar em nós. Ele continua a evangelizar através de nós. Sursum corda, isto é, Corações ao alto! Que saibamos responder efetivamente que o nosso coração está em Deus porque Ele está no nosso coração.
Pe. José David Quintal Vieira, scj

 MEDITAR

 

O Teu silêncio

Se não falas, vou encher o meu coração
Com o Teu silêncio, e aguentá-lo.
Ficarei quieto, esperando, como a noite
Em sua vigília estrelada,
Com a cabeça pacientemente inclinada.
A manhã certamente virá,
A escuridão se dissipará,
e a Tua voz
Se derramará em torrentes douradas por todo o céu.
Então as tuas palavras voarão
Em canções de cada ninho dos meus pássaros,
E as tuas melodias brotarão
Em flores por todos os recantos da minha floresta.
Rabindranath Tagore

 CONTO (401)

 

MISERICÓRDIA

Um sábio mestre, pressentindo que a sua morte estava próxima, reuniu os seus dois discípulos e anunciou-lhes:
- De entre vós, apenas um me poderá suceder. Para saber qual de vós será, terão de viver uma experiência: a do encontro com a vida.
Decidiu então que saíssem pelo mundo a fim de o conhecer. O que regressasse com mais sabedoria perante a vida e o mundo seria o seu sucessor. E assim aconteceu. Passado um ano, apenas um deles regressou.
O velho mestre perguntou-lhe:
- Que é feito do outro?
Ele respondeu:
- Sábio mestre, depois de ter percorrido meio mundo, chegamos aos subúrbios de uma grande cidade e, ao ver a miséria e as carências porque passava aquela pobre gente, o meu companheiro sentiu-se tão comovido que, sem poder vencer o sentimento de compaixão, ficou com eles a ajudá-los. Eu, pelo contrário, resisti e regressei.
O venerando mestre ficou um momento em silêncio e, como que a falar para consigo, disse:
- Só um coração compassivo poderá suceder-me. A sabedoria tem o nome de misericórdia. Ele será digno de me suceder. E o seu testemunho de misericórdia transformará as pessoas e o mundo.
 In Bom dia, alegria de Pedrosa Ferreira

 

A confiança é algo complexo, complicada de conquistar, muito fácil de perder e quase impossível recuperar.
Anselmo Júnior
 

 

INFORMAÇÕES

 

FEIRA DE USADOS

Feira de artigos de usados na Casa do Povo do Norte Pequenos nos dias 26 e 27 de maio, das 14 às 19 horas. Também haverá exposições de fotografia, pintura e trabalhos em estanho.
 

MATRÍCULAS

A Escola Básica e Secundária da Calheta informa os interessados de que se encontram abertas, até ao dia 15 de Junho, as matrículas das crianças que irão frequentar, pela primeira vez, o ensino pré-escolar ou o 1º ano de escolaridade.
Estas deverão ser efetuadas, presencialmente, na escola da área de residência, junto da respetiva encarregada de estabelecimento, no seguinte horário:
·         EB1/JI da Calheta – segunda-feira 16:00 às 17:00
·         EB1/JI da Ribeira Seca – terça-feira das 11:00 às 12:00
No caso de não ser possível aos encarregados de educação realizarem a matrícula neste horário, poderão, em alternativa, fazê-la nos serviços administrativos da EBS da Calheta, durante o horário normal de expediente.
 
DOCUMENTOS A APRESENTAR
 
·         Fotocópia do Bilhete de Identidade/Cartão de Cidadão
·         Fotocópia do número de contribuinte do aluno (se não tiver C. Cidadão)
·        Fotocópia do cartão de beneficiário do subsistema de saúde do aluno (Exemplo: ADSE; Seg. Social; etc)
·         Boletim Individual de Saúde (vacinas), apenas dos alunos que irão frequentar o 1º ano.

Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 537

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 827

Pensamento da Semana

Dá-nos um coração claro que veja o céu aberto
e o mundo como os olhos de uma criança,
olhos de confiança e de descoberta
que nos salvem dos hábitos.

 

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas