Nº 533

 

De 22 a 29 de abril, decorre a Semana das Vocações que tem por tema “As Vocações, Dom do Amor de Deus”.
Para a nossa reflexão transcrevo a seguir alguns extratos da mensagem do Papa para este ano.

O AMOR DE DEUS

A verdade profunda da nossa existência está contida neste mistério admirável: cada criatura, e particularmente cada pessoa humana, é fruto de um pensamento e de um ato de amor de Deus, amor imenso, fiel e eterno (cf. Jer 31, 3). É a descoberta deste facto que muda, verdadeira e profundamente, a nossa vida.
«Tarde Vos amei, ó beleza tão antiga e tão nova, tarde Vos amei! Vós estáveis dentro de mim, mas eu estava fora, e fora de mim Vos procurava; com o meu espírito deformado, precipitava-me sobre as coisas formosas que criastes. Estáveis comigo e eu não estava convosco. Retinha-me longe de Vós aquilo que não existiria, se não existisse em Vós. Chamastes-me, clamastes e rompestes a minha surdez. Brilhastes, resplandecestes e dissipastes a minha cegueira. Exalastes sobre mim o Vosso perfume: aspirei-o profundamente, e agora suspiro por Vós. Saboreei-Vos e agora tenho fome e sede de Vós. Tocastes-me e agora desejo ardentemente a Vossa paz» (Confissões, X, 27-38).
Trata-se de um amor sem reservas que nos precede, sustenta e chama ao longo do caminho da vida e que tem a sua raiz na gratuidade absoluta de Deus. De facto, cada vocação específica nasce da iniciativa de Deus, é dom do amor de Deus! É Ele que realiza o «primeiro passo», e não o faz por uma particular bondade que teria vislumbrado em nós, mas em virtude da presença do seu próprio amor «derramado nos nossos corações pelo Espírito Santo» (Rm 5, 5).
Na origem do chamamento divino está a iniciativa do amor infinito de Deus, que se manifesta plenamente em Jesus Cristo. Na realidade, a medida alta da vida cristã consiste em amar «como» Deus; trata-se de um amor que, no dom total de si, se manifesta fiel e fecundo.
Neste terreno de um coração em oblação, na abertura ao amor de Deus e como fruto deste amor, nascem e crescem todas as vocações. E é bebendo nesta fonte durante a oração, através duma familiaridade assídua com a Palavra e os Sacramentos, nomeadamente a Eucaristia, que é possível viver o amor ao próximo, em cujo rosto se aprende a vislumbrar o de Cristo Senhor (cf. Mt 25, 31-46). 
 

III DOMINGO DA PÁSCOA

Falar de Deus

Certo dia, ao regressar da escola, eu e os meus colegas de escola, avistámos ao longe um homem a quem costumávamos provocar com o nome de Zé Feio, por não ser muito dotado a nível da aparência. Uma chuva de nomes, tão bonitos quanto ele, encheu o ar. Mas nesse dia ele não reagiu, não correu atrás de nós, nem nos ameaçou. Vinha diferente. De vez em quando parava, falava com as plantas, tocava nas pedras dos muros, bailava no meio da estrada e dizia:
- Eu gosto da Maria e a Maria gosta de mim.
Nós ríamos com aquela atitude e concluíamos que para além de Zé limitado na beleza também era no juízo. E lá continuava ele com a mesma ladainha, dizendo a torto e a direito que gostava da Maria e esta gostava dele. Não se importava com a nossa presença nem com o nosso gozo. Só pensava na pessoa amada e repetia vezes sem conta.
Quando o coração está cheio, tem de transbordar. Só falamos daquilo que enche o nosso coração. Recordo isto, ao ouvir os Apóstolos a falar de Cristo. Eles não paravam de falar, sendo por toda a parte Suas testemunhas.
É preciso transformar-se para O ver transformado.
És tu, sou eu que pomos em causa Jesus, dizendo ao mundo se ressuscitou ou não. A nossa pregação só é longa se a devoção for curta.
Pe. José David Quintal Vieira, scj
 

MEDITAR

Oração pelas Vocações

Senhor da messe e pastor do rebanho,faz ressoar em nossos ouvidoso Teu forte e suave convite: “Vem e segue-Me”!Derrama sobre nós o Teu Espírito:que Ele nos dê sabedoria para ver o caminhoe generosidade para seguir a Tua voz.Senhor, que a messe não se perca por falta de operários.Desperta as nossas comunidades para a missão.Ensina a nossa vida a ser serviço.Fortalece os que querem dedicar-se ao Reino,na vida consagrada e religiosa.Senhor, que o rebanho não pereça por falta de pastores.Sustenta a fidelidade dos nossos bispos,padres e ministros.Dá perseverança aos nossos seminaristas.Desperta o coração dos nossos jovenspara o ministério pastoral na Tua Igreja.Senhor da messe e pastor do rebanho,chama-nos para o serviço do Teu povo.Maria, Mãe da Igreja,modelo dos servidores do Evangelho,ajuda-nos a responder “sim”.Ámen.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

CONTO (397)

 O QUE NOS FAZ CORRER

Era uma vez um famoso galgo que participava numa competição. Chamavam- -lhe o Invisível pois era grande a sua velocidade. Os galgos correm atrás de presas: coelhos, aves, veados e outras. Mas este galgo era tão veloz que corria atrás de lebres. E todos queriam apostar nele.
Um dia, enquanto participava numa corrida, sentiu uma dor aguda numa pata. Então deixou de escutar os gritos dos que o animavam e pôs-se a olhar para uma lebre que estava a pouca distância dos seus olhos.
Descobriu que ela tinha um olhar sem expressão e se mantinha sempre à mesma distância. Depressa se deu conta que não era verdadeira: era de farrapos. Olhou para os dois lados e viu também que as lebres que perseguiam os seus companheiros galgos eram também falsas.
Nesse momento, o galgo Invisível sentiu-se ridículo e deixou de correr.
Imediatamente, as vozes que o aclamavam converteram-se em insultos. Mas o galgo fez ouvidos de surdo e, logo que o soltaram, desapareceu.
Interrogou-se a si próprio:
- Tem algum sentido que eu ande a correr atrás de uns trapos? Vou mudar de vida.
A partir daí, passou a andar, livremente, pelos parques e jardins da cidade, a brincar com quem encontrava. Era um cão feliz.
 In Bom dia, alegria de Pedrosa Ferreira

 

"Quando rezamos, falamos com Deus. Quando lemos a Sagrada Escritura, Deus fala connosco."
Santo Isidoro

No domingo 29 de abril haverá coroação e festa do Divino Espírito Santo para a qual se convida toda a comunidade da Calheta a participar no terço que será cantado no Império às 20h15m durante toda a semana; na missa de domingo, pelas 12h00, pede-se às crianças que integrem o cortejo tanto antes como depois da missa. Convida-se, igualmente, toda a comunidade para as sopas do Divino Espírito Santo que serão servidas no edifício da casa do povo. SEMANA DAS CIÊNCIASDe 23 a 27 de abril decorrerá a semana das ciências organizada pelo Departamento de Ciências 1 da Escola da Calheta, na Pousada da Juventude, com as seguintes atividades:- visitas ao planetário nos dias 24, 26 e 27 de abril das 8h45m às 12h45m e das 14h00 às 17h00 e no dia 23 de abril das 14h00 às 17h00.- observações noturnas com telescópio nos dias 24 e 26 de abril à noite. Tendo em conta as condições atmosféricas, são marcados dois dias , mas se as observações forem efetuadas no dia 24 não se repetirão no dia 26.- exposição de trabalhos dos alunos na sala de entrada da Pousada da Juventude.REUNIÃO PARA PAIS NA RIBEIRA SECAConvocam-se os pais das crianças da catequese da Ribeira Seca para uma reunião na próxima terça-feira, dia 24 de abril, às 21 horas na Igreja para a preparação da coroação.

 

 

 

 

 


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 533

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 827

Pensamento da Semana

Dá-nos um coração claro que veja o céu aberto
e o mundo como os olhos de uma criança,
olhos de confiança e de descoberta
que nos salvem dos hábitos.

 

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas