Nº 1024

 

Qual é a coroa de Cristo-Rei?

 

Cristo quer instaurar o verdadeiro reinado na consciência,  no coração e na vida dos homens, de todo homem. 

 

Cristo quer reinar em cada família e colocar o seu reinado de amor e de paz, desterrando toda as brigas, divisões e egoísmos.

 

Cristo quer reinar em cada jovem e colocar o seu reinado de pureza e honestidade.

 

Cristo quer reinar em cada comunidade eclesial e colocar o seu reinado de união, desterrando invejas, ciúmes, murmurações e ânsias de protagonismo.

 

Cristo quer reinar em cada bispo, sacerdote, diácono e colocar o seu reinado de serviço humilde, desterrando todo autoritarismo e ânsias de fazer carreira e ambições. 

 

Cristo quer reinar em cada leigo, também no incrédulo, ateu, agnóstico...

 

Cristo quer reinar em cada lar de anciãos e colocar ternura e cuidado amoroso, desterrando a ideologia do descartável. 

 

Cristo quer reinar em cada hospital e colocar paciência, alivio e interesse pelo enfermo. 

 

Cristo quer reinar em cada Parlamento e colocar o seu reinado de justiça e de verdade, desterrando a exploração, a vingança e as ânsias de domínio. 

 

Cristo quer reinar em cada nação, instaurando a sua liberdade neste mundo, com a fé e o amor, desterrando tudo o que atenta contra a dignidade da vida, desde a conceção até à morte.

 

Cristo, sobretudo, quer reinar na nossa vida: 

            Sobre a nossa mente, para termos os Seus critérios. 

Sobre a nossa afetividade, para que os nossos desejos sejam os Seus desejos. 

Sobre a nossa vontade, para que as nossas decisões sejam como as Suas.

 

Pe. Calamessa

 

MEDITAR

TESTEMUNHAS DA VERDADE

O julgamento tem lugar no palácio onde o prefeito romano reside quando vai para Jerusalém. Acaba de amanhecer. Pilatos ocupa o lugar do qual dita as suas sentenças. Jesus comparece amarrado, como um criminoso. Ali estão, frente a frente, o representante do império mais poderoso e o profeta do reino de Deus.

Pilatos considera incrível que aquele homem tente desafiar Roma: «Então, tu és rei?». Jesus é muito claro: «O meu reino não é deste mundo». Não pertence a nenhum sistema injusto deste mundo. Não pretende ocupar nenhum trono. Não procura poder nem riqueza.

Mas não lhe esconde a verdade: «Sou rei». Vim a este mundo para introduzir verdade. Se o seu reino fosse deste mundo, teria «guardas» que lutariam por Ele com armas. Mas os seus seguidores não são «legionários», mas sim «discípulos» que escutam a sua mensagem e se dedicam a colocar a verdade, a justiça e o amor no mundo.

O reino de Jesus não é o de Pilatos. O prefeito vive para extrair as riquezas dos povos e levá-las a Roma. Jesus vive «para ser testemunha da verdade». A sua vida é todo um desafio: «Todo o que é da verdade escuta a minha voz». Pilatos não é da verdade. Não escuta a voz de Jesus. Dentro de umas horas tentará apagá-la para sempre.

O seguidor de Jesus não é «guardião» da verdade, mas uma «testemunha». A sua tarefa não é disputar, combater e derrotar os adversários, mas viver a verdade do evangelho e comunicar a experiência de Jesus, que está a mudar a sua vida.

O cristão tampouco é «dono» da verdade, mas sim uma testemunha. Não impõe a sua doutrina, não controla a fé dos outros, não pretende ter razão em tudo. Vive convertendo-se a Jesus, contagia a atração que sente por ele, ajuda a olhar para o evangelho, coloca em toda a parte a verdade de Jesus. A Igreja atrairá as pessoas quando virem que o nosso rosto se parece ao de Jesus, e que a nossa vida recorda a d’Ele.

 José António Pagola

 

Encontrar o amor

 

Vivemos sempre à procura disto.

 

Se nós soubéssemos... Se nós soubéssemos que o amor não se resume. Se nós soubéssemos que o amor nos acontece todos os dias. E que somos nós quem precisa deixar-se encontrar. Deixar-se encontrar e tocar por ele. Para saber vê-lo. E encontrá-lo. Se nós soubéssemos...

 

O amor acontece-nos naqueles abraços que nos refugiam do mundo. O amor acontece-nos naquelas mãos que nos confortam a alma. O amor acontece-nos naqueles olhos que nos olham dentro e nos contam tudo o que há de mais bonito. O amor acontece-nos naqueles sorrisos que nos cruzam o caminho e nos fazem parar. O amor acontece-nos naquelas ternuras que nos curam o que dói. O amor acontece-nos naqueles risos que nos fazem rir sempre mais uma vez. O amor acontece-nos naquelas palavras que nos falam ao coração e naqueles silêncios que nos escutam o coração. O amor acontece-nos naquelas pessoas que nos são tanto. O amor acontece-nos na verdade do coração de quem nos quer bem. O amor acontece-nos naqueles gestos que nos são milagres e nos fazem acreditar. O amor acontece-nos naqueles momentos que nos iluminam o dia, a vida, o coração. O amor acontece-nos quando olhamos mais longe: com o coração. O amor acontece-nos todos os dias.

 

Se nós soubéssemos... Se nós soubéssemos que é por ele nos acontecer todos os dias, que ainda temos vida para continuar a procurá-lo. Se nós soubéssemos que é por ele nos acontecer todos os dias, que ainda nos salvamos de todos os dias.

Daniela Barreira

 

PENSAMENTO DA SEMANA

 

A ti, que abraças como quem acolhe. E vais abrigando corações, mesmo sem saberes.

A ti, que dás a mão como quem dá o coração. E vais segurando vidas, mesmo sem saberes.

A ti, que sorris como quem abraça. E vais melhorando dias, mesmo sem saberes.

A ti, que olhas como quem vê além. E vais tocando almas, mesmo sem saberes.

A ti, que falas como quem sente. E vais acalentando tanto, mesmo sem saberes. 

A ti, que cuidas como quem ampara. E vais curando dores, mesmo sem saberes.

A ti, que vives como quem ama. E vais mudando mundos, mesmo sem saberes.

A ti, que apesar de todas as marés atribuladas, continuas a remar do lado certo. Do lado do bem.

A ti, por tudo e por tanto: Obrigada. Por seres, por estares, por existires.

 

 Daniela Barreira


 FESTA DE SANTA CATARINA

Tríduo - 22 e 24 de novembro, missa às 19h00.
Dia 23 de novembro - confissões às 19h00 seguidas de missa.
Dia 25 de Novembro - Eucaristia às 11h00 seguida de arrematações e procissão.

 

MISSA NO SANTUÁRIO DA CALDEIRA DE SANTO CRISTO

Domingo, dia 28 de novembro, pelas 15h30.

 

REUNIÃO PARA CATEQUISTAS

No dia 26 de novembro, reunião para as catequistas das comunidades de Calheta, Biscoitos, Manadas e Ribeira Seca às 20 horas no Passal da Calheta.

 


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 1024

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

nº 1025

Pensamento da Semana

 

PENSAMENTO DA SEMANA

 

Senhor, dá-nos a alegria de viver a nossa vida, não como um jogo de xadrez; onde tudo é calculado;
não como uma competição onde tudo é difícil;
não como um teorema que nos quebra a cabeça,
mas como uma festa sem fim onde o nosso encontro se renova,
como um baile, uma dança, entre os braços da tua graça, na música universal do teu amor.
Senhor, vem tirar-nos para a dança.

Madeleine Delbrê

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

Visitas


Ver Estatísticas