Nº 886

 

SEM O ESPÍRITO...

«Os primeiros que escutaram o evangelho de Marcos tiveram que ficar surpreendidos. Segundo o seu relato, ao sair das águas do Jordão, depois de ser batizado, Jesus “viu rasgar-se o céu” e experimentou que “o Espírito de Deus baixava sobre ele”. Por fim era possível o encontro com Deus. Sobre a terra caminhava um homem cheio do Espírito de Deus. Chamava-se Jesus e vinha de Nazaré.

Esse Espírito que desce sobre Ele é o alento de Deus que cria a vida, a força que renova e cura os vivos, o amor que transforma tudo. Por isso Jesus dedica-se a libertar a vida, a curá-la e a fazê-la mais humana. Os primeiros cristãos não quiseram ser confundidos com os discípulos de João Batista. Eles sentiam-se batizados por Jesus com o Seu Espírito.

Sem esse Espírito tudo se apaga no cristianismo. A confiança em Deus desaparece. A fé debilita-se. Jesus fica reduzida a um personagem do passado, o Evangelho converte-se em letra morta. O amor arrefece e a Igreja não passa de ser mais uma instituição religiosa.

Sem o Espírito de Jesus, a liberdade afoga-se, a alegria apaga-se, a celebração converte-se em rotina, a comunhão perde a força. Sem o Espírito a missão fica esquecida, a esperança morre, os medos crescem e o seguir Jesus termina em mediocridade religiosa.

O nosso maior problema é o esquecimento de Jesus e o descuido do Seu Espírito. É um erro pretender conseguir alcançar com organização, trabalho, devoções ou estratégias diversas o que só pode nascer do Espírito. Temos de voltar à raiz, recuperar o Evangelho em toda a sua frescura e verdade, batizar-nos com o Espírito de Jesus:

Não temos de nos enganar. Se não nos deixamos reavivar e recriar por esse Espírito, não temos nada importante que aportar à sociedade atual, tão vazia de interioridade, tão incapacitada para o amor solidário e tão necessitada de esperança.»

José Antonio Pagola

 

III DOMINGO DO TEMPO COMUM

A luz da Palavra

Um dia desafiei seis crianças a fazerem uma fogueira com uma lente, captando os raios do sol. As lentes eram iguais, o sol era o mesmo mas só uma delas conseguiu acender:

A primeira não alinhava a lente com o sol. Olhava para os outros lados menos para cima, em direção do sol.

Outra, alinhava bem a lente, mas esta estava suja e os raios do sol não a podiam atravessar.
Outra não era calma. Estava sempre a mover a lente de modo que o foco não se fixava num só ponto, apesar de bem orientada e limpa.

Outra era calma, tinha a lente impecavelmente limpa, mas era precipitada, tinha pressa e não dava tempo a que o foco aquecesse.

Outra era calma, tinha a lente limpa, era paciente mas não tinha preparado a lenha que estava verde ou húmida.

Finalmente uma conseguiu acender o fogo visto que era muito cuidadosa.

Assim, os raios do sol são a Palavra de Deus e a lente é a nossa vontade ou dedicação.

Para acender a nossa fé são precisas várias condições:

Colocar-se na direção correta, ter o coração puro, incidir a atenção e não vaguear, ser paciente e dar tempo ao tempo e ter o seu terreno bem preparado.

Pe. José David Quintal Vieira, scj.

 

Negar a morte e afirmar a vida», este é o simbolismo da custódia que será usada na vigília de oração da Jornada Mundial da Juventude no Panamá

 

A custódia das Jornadas Mundiais da Juventude, no Panamá, “é uma monumental figura da Virgem, com três metros de altura, que alberga e oferece no seu seio Jesus na Eucaristia.

A originalidade da imagem está no facto de se haver prescindido de usar um material precioso, tendo-se optado por um forte conteúdo simbólico: centenas de balas retiradas de circulação — o que converte esta obra numa homenagem à paz.

«Recuperámos milhares de cartuchos de balas e tirámo-los de circulação. Nós os fundimos e os transformámos na Virgem. Isso tem uma carga poética, que é fundamental para mim: é negar a morte e afirmar a vida», explicou Armando Granja, escultor natural da Colômbia, que, há quarenta anos, chegou ao Panamá a fugir da violência no seu país. 

Armando Granja foi o escolhido para construir a custódia diante da qual o Papa Francisco e os jovens permanecerão em Adoração do Santíssimo Sacramento durante a vigília na noite de sábado 26 de janeiro.

A custódia é uma representação fora do comum e com a qual se  tenta refletir a realidade que a América Latina vive num ambiente de violência. «Desta forma, pretendemos transformar esse conflito numa mensagem de reconciliação, paz e amor», explica Granja.

Aos pés de Maria há uma meia lua dourada, numa referência ao livro do Apocalipse (Ap 12, 1-6).

Além disso, a coroa é inspirada nos pentes e vestes das polleras(1), típico vestido feminino do Panamá.

(1) A pollera é uma grande saia de peça única usada principalmente em festividades tradicionais e folclore em toda a América Latina de língua espanhola . São feitas de materiais diferentes, como algodão ou lã, e tendem a ter decorações coloridas.

alfayomega.es

 

PENSAMENTO DA SEMANA

 

Esperar significa confiar, ter consciência de que sozinhos não somos capazes...
Esperar quer dizer dar tempo, libertar...
Esperar faz-nos parar para contemplar...
Esperar ensina-nos a inclinar para cuidar...
Esperar ajuda-nos a pensar, a mergulhar na intimidade de nós mesmos...
Esperar para crescer e ver crescer...
Esperar... eis o desafio, algo a aprender!

Quem sabe ESPERAR está sempre de ESPERANÇAS…

Eugénia Pereira


 

INFORMAÇÕES

 

ADORAÇÃO DO SANTÍSSIMO SACRAMENTO

MANADAS - 5ª feira, 31 de janeiro, das 10 horas  às 11 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

RIBEIRA SECA - 6ª feira, 1 de fevereiro, das 17 horas  às 18 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

ERMIDA DE SANTO ANTÓNIO - sábado, 2 de fevereiro, das 16 horas  às 17 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

 

10º ANIVERSÁRIO DO AGRUPAMENTO DE ESCUTEIROS DAS MANADAS

Eucaristia de Ação de Graças no Domingo, dia 3 de fevereiro, às 15 horas com  Promessas dos Escuteiros.

 

RECEITAS

Cortejo de oferendas

Ermida de Santo António –773€

Calheta - 316 €

Coletas e ofertas  Fajã dos Vimes - 2.158,80€

 

CURSO DE PREPARAÇÃO PARA O MATRIMÓNIO

Nos dias 5, 6 e 7 de fevereiro, às 20 horas, na Sede da Cáritas, Rua Nova, Calheta, para todos os casais que pretendem contrair o Sacramento do Matrimónio durante o ano de 2019 e todos os outros que queiram aproveitar mesmo que já tenham casado.

 

CURSO GERAL DE CATEQUISTAS

Nos dias 11 e 12 de fevereiro, na Sede da Cáritas,  nos dias 13 a 15 de fevereiro no Salão Recreativo da Boa Hora

 

CLÍNICA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DA CALHETA

A Direção da Associação de Bombeiros Voluntários da Calheta informa que estará na Clínica da Instituição a Dr.ª Renata Gomes, Cardiologista, 29 de janeiro; Dr.ª Paula Pires, Neurologista e neuropediatra, dias 2 e 3 de fevereiro; Dr. Brasil Toste, Otorrinolaringologista, a 4 de fevereiro; Dr. Tiago Ribeiro, osteopata, em fevereiro; Dr.ª Alexandra Dias, Pediatra, em março: Dr.ª Lourdes Sousa, Dermatologista de 4 a 6 de março; Elisabel Barcelos, Psicóloga Clinica e Formadora, nas áreas de avaliação Psicológica de Condutores (Testes psicotécnicos), Avaliação Psicológica, acompanhamento Psicológico e formação em temas ligados à Saúde Mental e /ou Psicologia, quintas e sextas-feiras.

 Os interessados podem fazer as suas marcações para os números 295 460 110/ 295460111.

EXPILCAÇÕES PARA INICIANTES EM INFORMÁTICA

A loja Açorilhas vai dar um explicações a todos aqueles que queiram ter mais conhecimentos na área de informática como, utilização de email, facebook e outras forma de trabalhar, procurar e informação na Internet.  A inscrição será de 16,99€. O inicio da formação será combinado no ato da inscrição. As inscrições podem ser feitas através dos n.os 295416272 ou 919008992


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 886

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 925

Pensamento da Semana

 

PENSAMENTO DA SEMANA

 A oração faz desaparecer a distância entre o homem e Deus.

Padre Pio

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas