Nº 400

 

CAMINHAR 

Estamos perto do início da catequese.

Catequese, para alguns, soa a coisas de e para crianças.

Catequese é para todos e para todas as idades.

Catequese é mergulhar em Deus e viver o amor que Ele tem por cada um dos seus filhos e filhas.

Catequese é fixar olhos nos olhos e penetrar no íntimo de Deus.

Catequese é fazer amizade com Deus e querer que Ele seja o amigo de todas as ocasiões.

Catequese é caminhar. Como todo o caminho, precisa de orientação, precisa de conhecimento. No caminho encontramos obstáculos que é preciso enfrentar com coragem e fortaleza. O caminho faz-se passo a passo. O caminho tem subidas para as quais é preciso estar preparado para não se desistir. O caminho tem descidas que são mais fáceis de percorrer. O caminho tem sinais e é preciso saber o seu significado.

Vendo a catequese como caminhada percebemos bem que ela tem de ser percorrida sem queimar etapas tal como não podemos passar de uma idade para a outra sem termos passado os dias e os anos. Percebemos que encontramos muitas coisas que nos fazem felizes e nos dão paz e tranquilidade. Percebemos que nos vamos deixar extasiar por vezes com as descobertas que fazemos quais novas paisagens na nossa vida.

Vendo a catequese como caminhada vamos perceber que vamos ter dúvidas, interrogações, desânimos. É nestas ocasiões que precisamos mais da mão amiga dos outros: primeiro a família, é nela que se aprende a gostar das coisas, dos outros e também de Deus. É fundamental que a família tenha Deus como um amigo e companheiro. Alguém com quem contamos. Se a família tem a Deus como um intruso, algo a mais e que vem desestabilizar a nossa casa, como posso gostar de Deus e querer que os outros gostem d’Ele?

A catequese conta com a comunidade. Dela saem os catequistas e estes sentem-se mandatados pela comunidade. Seria bom ver todas as pessoas da paróquia empenhadas nas festas da catequese, interessadas pela participação dos sacramentos. Às vezes, há crianças que moram perto de nós que não têm quem os leve à missa, e posso prontificar-me a levá-la. Tantas coisas que podem ser feitas sem ser só o fazer a catequese e que não são feitas porque ninguém se oferece para as fazer. Há algum tempo alguém ofereceu-se para limpar a sala da catequese e aceitei. Pois, é uma forma de ajudar na catequese e existem muitas outras que aliviam os que já estão tão sobrecarregados

Vamos dar as mãos nesta caminhada alegre de fé.

                                                                                                                         Pe. Manuel António dos Santos

 

 

XXVII DOMINGO COMUM

TEMA

As leituras do 27º Domingo do Tempo Comum apresentam, como tema principal, o projecto ideal de Deus para o homem e para a mulher: formar uma comunidade de amor, estável e indissolúvel, que os ajude mutuamente a realizarem-se e a serem felizes. Esse amor, feito doação e entrega, será para o mundo um reflexo do amor de Deus.

A primeira leitura diz-nos que Deus criou o homem e a mulher para se completarem, para se ajudarem, para se amarem. Unidos pelo amor, o homem e a mulher formarão “uma só carne”. Ser “uma só carne” implica viverem em comunhão total um com o outro, dando-se um ao outro, partilhando a vida um com o outro, unidos por um amor que é mais forte do que qualquer outro vínculo.

No Evangelho, Jesus, confrontado com a Lei judaica do divórcio, reafirma o projecto ideal de Deus para o homem e para a mulher: eles foram chamados a formar uma comunidade estável e indissolúvel de amor, de partilha e de doação. A separação não está prevista no projecto ideal de Deus, pois Deus não considera um amor que não seja total e duradouro. Só o amor eterno, expresso num compromisso indissolúvel, respeita o projecto primordial de Deus para o homem e para a mulher.

A segunda leitura lembra-nos a “qualidade” do amor de Deus pelos homens… Deus amou de tal forma os homens que enviou ao mundo o seu Filho único “em proveito de todos”. Jesus, o Filho, solidarizou-Se com os homens, partilhou a debilidade dos homens e, cumprindo o projecto do Pai, aceitou morrer na cruz para dizer aos homens que a vida verdadeira está no amor que se dá até às últimas consequências. Ligando o texto da Carta aos Hebreus com o tema principal da liturgia deste domingo, podemos dizer que o casal cristão deve testemunhar, com a sua doação sem limites e com a sua entrega total, o amor de Deus pela humanidade.

(Dehonianos)

  

MEDITAR

 

CREIO?

 

Creio em Ti, Senhor

- ou és Tu que crês na minha vida?

Entrego-me ao Teu amor

- ou és Tu que me amas em medida

 

Oro, chamo-Te «Pai»,

Digo «seja feita a Tua vontade»

- ou é o Teu Espírito que em mim reza e vai

Moldando a imagem da Tua divindade?

 

Esforço-me por viver

Os Teus Mandamentos

- ou apenas Te deixo mover

Meus actos e pensamentos?

 

Amo-Te no meu semelhante,

Comungo-Te na Palavra e no Pão

- ou é Teu amor vigilante

Que me convida à festa e à comunhão

 

                                                            In CRER de Lopes Morgado

 

 

O SILÊNCIO
 
Deixem-me cantar…
Deixem-me cantar um hino a Deus,
Um hino ao silêncio.
Um hino de acção de graças
À bondade, ao amor, à vida.
Um hino de júbilo pascal
Dedicado às crianças, aos jovens, aos adultos,
A todos aqueles cuja sabedoria
Me fez descobrir a verdade,
Viver a fé, sentir o amor.
Deixem-me cantar aleluias
Por tudo o que Deus criou.
Partilhando seus dons
Eu canto hinos a Deus, meu Senhor.
 
          Roque Schneider, O silêncio que eu perdi
 

 

RECEITAS DA FESTA DOS BISCOITOS

A festa de Nossa Senhora do Socorro dos Biscoitos teve a seguinte receita: Ofertas 428,00€ e arrematações 326,00€. A Comissão agradece toda a colaboração prestada.
 

RECEITAS DO BOM JESUS

A festa do Bom Jesus da Fajã Grande teve a seguinte receita: Ofertas 207,00€ e arrematações 354,00€. A Comissão agradece a colaboração de todos.
 

CATEQUESE

Vamos iniciar a catequese em breve e faltam catequistas. No Norte Pequeno falta 1 catequista. Nos Biscoitos falta 1 catequista. Nas Manadas faltam 3 catequistas.
A Semana da Educação Cristã começa a 4 de Outubro e termina a 11. A catequese deve ter início o mais tardar a 11 de Outubro.
 

FESTA DE NOSSA SENHORA DE FÁTIMA

O Tríduo para a festa de Nossa Senhora de Fátima na Fajã da Ribeira da Areia é nos dias 10, 11 e 12 de Outubro às 20 horas e a missa de festa no dia 13 de Outubro às 13 horas seguida de procissão.
 

LEGIÃO DE MARIA

Na próxima terça-feira às 18h30 começa as reuniões da Legião de Maria na paróquia da Ribeira Seca e na quinta-feira às 18h30 nas Manadas.

 

MINISTROS EXTRAORDINÁRIOS DA COMUNHÃO

Na quarta-feira às 16 horas haverá reunião no Passal da Ribeira Seca para os Ministros Extraordinários da Comunhão daquela paróquia.
 

REUNIÃO DE CATEQUISTAS

Na quinta-feira pelas 19 horas haverá reunião de catequistas nas Manadas.
 
 

 

 
Catequista
dia
hora
Sandra Silva
Sábado
15h
Marina Ribeiro/Dina Vieira
Sábado
15h
Noélia Ávila
Sábado
15h
Cláudia Ávila / Elisabete Brasil
3ªfeira
17h 30m
Virgínia Reis
3ªfeira
17h 30m
Fernanda Gomes
4ªfeira
17hAno
 30m
Fátima Homem
4ªfeira
17h 30m
Dalva Fagundes
4ªfeira
17h 30m
Maria José Candeias
2ªfeira
17h 30m
10º
Marcos Miranda
2ªfeira
17h 30m
 
Catequista
dia
hora
Sandra Silva
Sábado
15h
Marina Ribeiro/Dina Vieira
Sábado
15h
Noélia Ávila
Sábado
15h
Cláudia Ávila / Elisabete Brasil
3ªfeira
17h 30m
Virgínia Reis
3ªfeira
17h 30m
Fernanda Gomes
4ªfeira
 
Fátima Homem
4ªfeira
17h 30m
Dalva Fagundes
4ªfeira
17h 30m
Maria José Candeias
2ªfeira
17h 30m
10º
Marcos Miranda
2ªfeira
17h 30m
 
Catequista
dia
hora
Sandra Silva
Sábado
15h
Marina Ribeiro/Dina Vieira
Sábado
15h
Noélia Ávila
Sábado
15h
Cláudia Ávila / Elisabete Brasil
3ªfeira
17h 30m
Virgínia Reis
3ªfeira
17h 30m
Fernanda Gomes
4ªfeira
17hAno
 30m
Fátima Homem
4ªfeira
17h 30m
Dalva Fagundes
4ªfeira
17h 30m
Maria José Candeias
2ªfeira
17h 30m
10º
Marcos Miranda
2ªfeira
17h 30m
 
Catequista
dia
hora
Sandra Silva
Sábado
15h
Marina Ribeiro/Dina Vieira
Sábado
15h
Noélia Ávila
Sábado
15h
Cláudia Ávila / Elisabete Brasil
3ªfeira
17h 30m
Virgínia Reis
3ªfeira
17h 30m
Fernanda Gomes
4ªfeira
17hAno
 30m
Fátima Homem
4ªfeira
17h 30m
Dalva Fagundes
4ªfeira
17h 30m
Maria José Candeias
2ªfeira
17h 30m
10º
Marcos Miranda
2ªfeira
17h 30m


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 400

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas