Nº 800

 

Diálogo com o Espírito Santo (Mt 6, 21).
Um dia tu disseste aos discípulos que as coisas que saem da nossa boca
têm origem no nosso coração e tornam o ser humano uma pessoa pura ou impura.


Espírito Santo,
Tu estás sempre em nós e disponível para nós.
És tu quem vai modelando o nosso coração em conformidade com o coração de Jesus.
O coração, segundo a Bíblia, é o núcleo mais nobre da nossa interioridade espiritual.
O nosso coração é o ponto de encontro contigo, Espírito Santo,
e, através de ti, o ponto de encontro com Deus Pai e com o Filho de Deus.
Ainda antes de nós decidirmos fazer o bem já tu no-lo estás a inspirar.
No entanto, nunca nos substituis. Na verdade, tu estás connosco,
mas nunca em nosso lugar.

Deus Santo,
Nós somos pessoas em construção.
Como ainda não estamos feitos, somos seres vulneráveis e inseguros.
O nosso coração ainda não está plenamente configurado
e por isso ainda estamos habitados pela ambiguidade:
Tão depressa optamos pelo bem como nos sentimos atraídos para o mal.

Espírito Santo,
Torna-nos fortes e cura as feridas que o nosso pecado abriu no nosso íntimo.
Ajuda-nos, a fim de moldarmos um coração cada vez mais semelhante
ao coração de Jesus.
Ajuda-nos a ser homens novos, a fim de vencermos
os aspetos que nos separam de Deus e dos irmãos.

Senhor Jesus,
Tu ensinaste uma verdade importante quando disseste aos discípulos
que onde está o tesoiro de uma pessoa, aí está também o seu coração

Espírito Santo
Ajuda-nos a modelar o nosso coração como ajudaste Jesus a modelar o seu.
Com efeito, o coração de Jesus estava moldado plenamente
em harmonia com a vontade de Deus.
Por isso ele podia dizer aos seus discípulos para o imitarem...

Calmeiro Matias (Adaptado)

 

DOMINGO DE PENTECOSTES

O tema deste domingo é, evidentemente, o Espírito Santo. Dom de Deus a todos os crentes, o Espírito dá vida, renova, transforma, constrói comunidade e faz nascer o Homem Novo.

O Evangelho apresenta-nos a comunidade cristã, reunida à volta de Jesus ressuscitado. Para João, esta comunidade passa a ser uma comunidade viva, recriada, nova, a partir do dom do Espírito. É o Espírito que permite aos crentes superar o medo e as limitações e dar testemunho no mundo desse amor que Jesus viveu até às últimas consequências.

Na primeira leitura, Lucas sugere que o Espírito é a lei nova que orienta a caminhada dos crentes. É Ele que cria a nova comunidade do Povo de Deus, que faz com que os homens sejam capazes de ultrapassar as suas diferenças e comunicar, que une numa mesma comunidade de amor, povos de todas as raças e culturas.

Na segunda leitura, Paulo avisa que o Espírito é a fonte de onde brota a vida da comunidade cristã. É Ele que concede os dons que enriquecem a comunidade e que fomenta a unidade de todos os membros; por isso, esses dons não podem ser usados para benefício pessoal, mas devem ser postos ao serviço de todos.

Dehonianos

 

MEDITAR

 

Os 7 dons do Espírito Santo explicados pelo Papa Francisco

 

1- Dom de Ciência

O dom da ciência faz que o cristão penetre na realidade deste mundo sob a luz de Deus; vê cada criatura como reflexo da sabedoria do Criador e como caminho a Deus. Leva o homem a compreender o vestígio de Deus que há em cada ser criado.

2- Dom do Entendimento / Inteligência

O dom do entendimento ou inteligência ajuda-nos a penetrar no íntimo das verdades reveladas por Deus e entendê-las. Por ele o cristão contempla os mistérios da fé. O dom da inteligência é eficaz mesmo sem estudo; é dado aos pequeninos e ignorantes, desde que tenham grande amor a Deus.

3- Dom da Sabedoria

O dom da sabedoria dá-nos um conhecimento da verdade revelada por Deus. Abrange todos os conhecimentos do cristão e põe-nos sob a luz de Deus, mostra a grandeza do plano do Criador e a sua onipotência. Vem da intimidade com o Senhor.

4- Dom do Conselho

O dom do conselho permite ao cristão tomar as decisões oportunas nas horas difíceis da vida, para que se comporte como verdadeiro filho de Deus. Isso, às vezes, exige coragem.

5- Dom da Piedade

O dom da piedade orienta-nos em todas as relações que temos com Deus e com o próximo.

6- Dom da Fortaleza

O dom da fortaleza dá-nos força para a fidelidade à vida cristã, cheia de dificuldades. Jesus disse que “o Reino dos céus sofre violência dos que querem entrar, e violentos apoderam-se dele” (Mt 11,12). Pelo dom da Fortaleza o Espírito Santo dá-nos a coragem necessária para a luta diária contra nós mesmos, as nossas paixões e problemas, com paciência, perseverança, coragem e silencio. Dá-nos forças para além das naturais. Esta força divina transforma os obstáculos em meios e dá-nos a paz mesmo nas horas mais difíceis.

7- Dom do Temor

O dom do temor de Deus leva-nos a amá-Lo tão profundamente que temos receio de ofendê-Lo. Nada tem a ver com o temor do mercenário ou o temor do castigo (do escravo); mas é o temor do amor do filho. É a rejeição que o cristão experimenta diante da possibilidade de ofender a Deus; brota das entranhas do amor. Não há verdadeiro amor sem este tipo de temor. Medo de ofender o Amado.

 

CONTO (654)

 

A JOIA

Atravessando o deserto, um viajante viu um árabe sentado ao pé de uma palmeira. Aproximou-se dele e disse:

- Pareceis muito preocupado. Posso ajudar-vos em alguma coisa?

- Ah! - respondeu o árabe com tristeza - estou muito aflito, porque acabo de perder a mais preciosa de todas as joias.

- Que joia era essa? - perguntou o viajante.

- Era uma joia como jamais haverá outra. Estava talhada num pedaço de Pedra da Vida e tinha sido feita na Oficina do Tempo. Adornavam-na vinte e quatro brilhantes, em volta dos quais se agrupavam sessentas menores.

- Por minha fé - disse o viajante - a vossa joia deve ser preciosa. Mas não será possível que, com muito dinheiro, se possa fazer outra igual?

- A joia perdida - respondeu o árabe voltando a ficar pensativo - era um DIA, e um dia que se perde não torna a encontrar-se!

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Muitos pensam de modo diferente, sentem de modo diferente. Procuram Deus ou encontram Deus de muitos modos. Nesta multidão, nesta variedade de religiões, só há uma certeza que temos para todos: somos todos filhos de Deus. Que o diálogo sincero entre homens e mulheres de diferentes religiões produza frutos de paz e de justiça.

Papa Francisco, 2016

 


INFORMAÇÕES

ADORAÇÃO DO SANTÍSSIMO

Ribeira Seca - quinta-feira, 8 de junho, das 18 às 19 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.

 

 

Manadas - sexta-feira, 9 de junho, das 10 às 11 horas, seguindo-se a celebração da Eucaristia.


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 800

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas