Nº 751

 

 

 
 
Deixa Deus entrar...Deixa-me ouvir a Tua voz
Deixa-me sentir a Tua alegria
Eu quero encontrar-Te."First-Lauren DaigleQueremos que tudo seja instantâneo. Achamos, muitas das vezes, que esta construção, de onde Deus é protagonista, é feita à semelhança do .
A vontade d'Ele não é a nossa vontade.
É certo que são muitas as questões, as dúvidas e as dores.
E quando alguém acompanha o outro nunca elimina a dor, o sofrimento, nem dá todas as respostas, mas ampara. Segura. Protege. Dá alento. Divide tristezas e multiplica a felicidade.
Tudo isto acontece se abrirmos a porta e O deixarmos cear connosco.
Para isso não podemos ignorar todas as questões.
Precisamos que a paciência com este Deus seja enorme, pois só assim perceberemos o seu amor.
A fé nunca será totalmente adquirida.
Tudo depende do relacionamento.
Por isso, antes de partirmos, deixemos que Ele entre.
Antes de desanimarmos, experimentemos a Sua alegria, a Sua misericórdia e o Seu amor. Emanuel António Dias
 
 
XIII DOMINGO TEMPO COMUM
Olhar para trás
- Porquê? – Perguntei às crianças da catequese.
- É uma falta de educação olhar para trás. – Respondeu alguém - Jesus não nos quer mal-educados. De facto, olhar para trás é distrair-se, não prestar atenção…
- Eu acho é que nos faz doer o pescoço. Por isso não devemos olhar para trás senão Deus ter-nos-ia feito com um pescoço que desse uma volta completa. Nós fomos feitos para olhar em frente.
- É também perigoso para a estrada ou para aquilo que estivermos a fazer. – Acrescentou outro – Faz-nos tropeçar e já não conseguimos avançar.
Concluí então que não se deve olhar para trás por tudo isto e muito mais.
Olhar para trás quer dizer ficar agarrado ao passado. É preciso libertar-se de algo fixo para avançar sem saudades do que se deixou porque um valor mais alto se levantará à nossa frente.
É preciso pôr os olhos em Cristo porque ele vai à nossa frente e é preciso segui-lo.
Porque não é preciso medir o que já está feito mas sim olhar o que ainda está para fazer ou percorrer.
Cidadão do Reino de Deus é todo aquele que olha em frente e avança sem amarras do passado.
Não se pode perder tempo: É preciso apanhar Cristo.
                                                  Pe. José David Quintal Vieira, scj
MEDITAR
 
SEM MISERICÓRDIA, AINDA É NOITE
"Para os cristãos, a grande mentira é ver os outros sem misericórdia; é fechar os olhos à bondade da sua humanidade e sobrecarregá-los com o peso dos seus pecados.
 
Não veremos corretamente as pessoas, se não for com misericórdia.
 
Não verei corretamente um velho mendigo a pedir à beira da estrada, enquanto não o vir como um futuro cidadão do Reino. (...)
 
Um dia, um rabino perguntou aos seus discípulos:
 
- Como se pode dizer que a noite terminou e o dia está de volta?
 
Um discípulo sugeriu:
 
- Quando se pode ver claramente que um animal, à distância, é um leão e não um leopardo.
 
- Não - disse o rabino.
 
Um outro disse:
- Quando se pode ver que uma árvore tem figos e não pêssegos?
 
-Não- disse o rabino - é quando se pode olhar para a face de outra pessoa e ver que aquela mulher ou aquele homem é vossa irmã ou vosso irmão. Porque enquanto não forem capazes de o fazer, seja qual for o tempo do dia, ainda é noite."
 
Timothy Radcliffe, in Ser Cristão para quê?
 
Quem tiver lançado as mãos ao arado e olhar para trás não serve para o Reino de Deus, disse Jesus no Evangelho.
 
CONTO (610)
 
DAR ALEGRIA
Era uma vez um homem que estava cansado de chorar a sua infelicidade.
Um dia, sentiu que a felicidade estava perto e saiu de casa, disposto a agarrá-la só para si.
Viu-a primeiro numa flor do jardim e colheu-a. Mas, logo que pegou nela para si, esvaiu-se.
Viu-a depois num lindo raio de sol ao nascer do dia. Voltou-se para ele a fim de ser o único a ser iluminado, mas o raio de sol, escondeu-se por detrás de uma nuvem.
Viu-a depois numa guitarra. Pegou nela e, sozinho, quis deliciar-se com uma linda melodia, mas as cordas partiram-se.
Ao fim do dia, regressou a casa e volta a chorar.
Porém não desistiu e continuou a sua busca da felicidade.
No caminho encontrou uma criança a gemer e ele, para a consolar, colheu uma flor e deu-lha. O perfume dessa flor também o fez feliz.
Encontrou mais adiante uma pobre mulher que tremia de frio. Levou-a para junto de um raio de sol e ela aqueceu-se. Esse calor do sol também o fez feliz.
Mais adiante, um grupo de jovens que cantavam ao som de uma guitarra. Juntou-se a eles e também tocou para eles uma alegre melodia. Esse convívio musical também o fez feliz.
Ao fim do dia, ao chegar a casa sentiu que tinha encontrado pedaços de saborosa felicidade. Percebeu que foi dando que se recebeu alegria.
In TOMA E LÊ de Pedrosa Ferreira

 

Queremos que estas sejam férias com Deus e não férias de Deus.
Queremos escutar, ainda mais, a Tua voz
e sentir sempre a Tua presença.
 
Na Palavra, na Oração e sobretudo na Santa Missa,
nós queremos continuar sempre contigo,
pois sabemos e sentimos que Tu estás sempre connosco.
Theosfera
 

 

INFORMAÇÕES
 
ENCERRAMENTO DO MÊS DO SAGRADO CORAÇÃO DE JESUS
Manadas - 5ª feira 30 de junho

 

Adoração do Santíssimo Sacramento das 18 horas às 19 horas. Celebração da Eucaristia às 19 horas.

 

 

 

Ribeira Seca - 6ª feira 1 de julho

 

Adoração do Santíssimo Sacramento das 18 horas às 19 horas. Celebração da Eucaristia às 19 horas.

 

 

 

Calheta – 6ª feira, 1 de julho

 

Adoração do Santíssimo Sacramento das 18 horas às 19 horas. Celebração da Eucaristia às 19 horas.

 

 
CONVITE
Manuel Hermínio de Sousa e sua esposa Liliana de Sousa convidam todas as pessoas para a festa que vão realizar em louvor do Divino Espírito Santo, no Loural, no dia 3 de julho. A missa será às 13 horas e depois serão servidas as “sopas“ no Centro Social.
 
FESTA DE SÃO PEDRO NA BEIRA
No dia 3 de julho irá realizar-se a festa de São Pedro na Ermida com o mesmo nome, na Beira, às 13 horas, com missa e procissão.

Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 751

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas