Nº 732

 

O DOM DA MATERNIDADE DE DEUS NA MATERNIDADE DE MARIA
Foste mãe de modo plenamente livre, apesar da Tua maternidade ter sido um dom de Deus.
De facto, os dons de Deus são-nos concedidos em forma de possibilidades, 
a fim de os podermos aceitar ou não.
O nosso Deus jamais nos manipula ou violenta.
Isto quer dizer que Deus, por ser amor, propõe-se à pessoa humana, mas nunca se nos impõe.
Assim aconteceu contigo Maria: 
Deus convidou-Te e Tu assumiste de modo consciente e livre a Tua missão maternal, 
vivendo-a como uma vocação.
Isto quer dizer que a Tua maternidade messiânica é fruto de um chamamento de Deus.
 
Tu és, Maria, a mulher fiel!
És a nossa Senhora da gratidão, pois respondeste ao chamamento de Deus com o Teu “Magnificat”.
 
Foste uma esposa carinhosa e mãe de doação total. 
E como amaste de coração inteiro, és a Senhora do amor virginal.
 
Aprofundaste o mistério do Teu Filho, meditando as Escrituras.
Compreendeste o alcance espiritual da Sua missão salvadora.
Nunca pretendeste ser a rainha mãe…
Por isso estavas preparada para orientar os discípulos após a Páscoa.
 
E foi assim que todos nós fomos beneficiados pela Tua maternidade, 
tornando-nos filhos de Deus no Teu Filho, 
sendo incorporados com Ele na comunhão da Santíssima Trindade.
 
Foi também com este jeito que preparaste o coração do Teu Filho 
para a sua doação total a Deus e ao Homem.
 
E foi assim que no Teu seio, o Céu se uniu à Terra! 
Viveste a Tua maternidade como um serviço a Deus e à Humanidade.
Sob o Teu olhar maternal, o Teu Filho crescia e ia sendo consagrado, 
isto é, otimizado, pela ação do Espírito Santo cuja plenitude o habitava.
 
Através de Ti Deus concedeu aos homens a melhor dádiva que tinha para lhes dar.
 
Maria.
 
Tu és realmente Bendita entre todas as mulheres!
Calmeiro Matias (Adaptado)
 
I DOMINGO DA QUARESMA
Vencer o deserto
Certa tarde o pai saiu para um passeio com as suas duas filhas. Depois de algum tempo, a miúda mais nova pediu ao pai que a carregasse pois já estava muito cansada. O pai cortou então um pequeno galho de árvore, entregou-o à filha dizendo:
- Eu também estou cansado mas aqui está um cavalinho para te ajudar. Ensina-lhe o caminho que ele levar-te-á depressa até casa.
A menina parou de chorar e pôs-se a cavalgar o galho verde que foi difícil alcançá-la. Ficou tão encantada com o seu cavalo de pau que continuou a galopar toda a tarde pelo jardim.
A irmã mais velha ficou intrigada com o que viu e perguntou ao pai como entender o que se passou. O pai sorriu e respondeu:
- Assim é a vida, minha filha. Às vezes nós ficamos cansados, certos de que é impossível continuar. Mas encontramos então um cavalinho qualquer que nos dá ânimo outra vez e lá vamos nós...
Este cavalinho pode ser um conselho, uma palavra de amigo, um livro, um exemplo, um elogio, uma canção ou uma oração. Para vencer o deserto Jesus socorreu-se da Palavra da Escritura, ultrapassando assim a tentação de desanimar.
Neste tempo da Quaresma temos um deserto a ultrapassar. Que espécie de cavalinho precisamos mais de deitar a mão para nos levar até onde podemos ou queremos ir?
Pe. José David Quintal Vieira, scj
 
MEDITAR
 
ATO DE ENTREGA A NOSSA SENHORA DE FÁTIMA
 
Nossa Senhora de Fátima,
com renovada gratidão pela Tua presença materna,
unimos a nossa voz à de todas as gerações
que Te proclamam bem-aventurada.
Em Ti celebramos as grandes obras de Deus, 
que nunca se cansa de inclinar-se com misericórdia
sobre a humanidade, afligida pelo mal e ferida pelo pecado,
para a curar e salvar.
Acolhe com benevolência de Mãe
o ato de entrega que hoje fazemos com confiança,
diante desta Tua imagem que nos é tão querida.
Estamos certos que cada um de nós é precioso aos Teus olhos
e que nada do que se encontra nos nossos corações Te é estranho.
Deixamo-nos alcançar pelo Teu dulcíssimo olhar
e recebemos a consoladora carícia do Teu sorriso.
Guarda a nossa vida entre os Teus braços:
abençoa e robustece todo o desejo de bem;
vivifica e alimenta a fé;
ampara e ilumina a esperança;
suscita e anima a caridade;
guia a todos nós no caminho da santidade.
Ensina-nos o Teu amor de predileção
com os pequenos e pobres,
com os excluídos e sofredores,
com os pecadores e os de coração perdido:
reúne a todos sob a Tua proteção
e entrega a todos o Teu amado Filho, Jesus nosso Senhor.
Ámen.
 
CONTO (592)
 
O Menino Pobre
Era uma vez, há muitos anos, um menino muito pobre que frequentava a igreja, levando sempre uma roupa muito remendada e uns sapatos gastos.
Cero dia, um homem sem fé, que o via passar todos os domingos diante da sua casa, quis brincar com ele.
Quando regressava da igreja, perguntou-lhe:
- Olha lá, menino, tu acreditas mesmo em Deus?
A criança respondeu:
- Sim, acredito que Deus existe e que noa ama muito.
- E achas que Ele é mesmo teu amigo, que gosta muito de ti?
- Sim. É o meu maior amigo.
- Então, se Ele é teu grande amigo, porque é que não te dá uma roupa melhor e não te ajuda a comprar uns sapatos novos?
O menino, com um olhar de tristeza, olhou bem para esse homem ateu e disse-lhe:
- Certamente que Deus encarregou alguém neste mundo de fazer isso para mim. Mas esse alguém ainda não me viu ou não me quis ver.
(Pedrosa Ferreira, Tutti Fruti)
 

 

O amor de mãe é o que mais se aproxima do amor de Deus, consequentemente, a dor de mãe é a dor que mais se aproxima da dor do filho. Penso que Maria sentiu a pior dor que se possa ter: a dor onde você sofre por não poder sofrer no lugar de alguém que amamos muito.
 
Gilberto Angelo
 
Mãe é uma pessoa tão importante em nossas vidas que Deus deveria ter criado primeiro a mãe, depois o homem e ter lhe dito: Esta é sua mãe!
 
Nini Maria

 

INFORMAÇÕES
 
VISITA DA IMAGEM PEREGRINA
Faço um apelo aos pais e encarregados de educação que assinem a autorização que foi enviada para casa através dos alunos, para poderem participar nas celebrações especialmente preparadas para as crianças, adolescentes e jovens.
 
 
PROCISSÃO DE PASSOS NAS VELAS
No dia 20 de fevereiro, haverá missa, na Igreja Matriz de São Jorge, às 19 horas, seguida de mudança da Imagem do Senhor dos Passos para a Igreja de Nossa Senhora da Conceição.
No dia 21 de fevereiro, Procissão de Passos com o percurso habitual às 15 horas.
 
ADORAÇÃO DO SANTÍSSIMO
MANADAS - Quinta-feira, dia 18 de fevereiro das 17 às 18 horas.
RIBEIRA SECA - Sexta-feira, dia 19 de fevereiros, adoração do Santíssimo das 17 às 18 horas.
 
AVISO DA CÂMARA MUNICIPAL DA CALHETA
O Município da Calheta informa todos os seus munícipes que a recolha de lixo no dia 15 de fevereiro será efetuada a partir da 8 horas nos locais habituais.
 
CULTO PARÓQUIA DA RIBEIRA SECA
O culto na Paróquia da Ribeira Seca rendeu 3.480,00€. O Conselho para os Assuntos Económico agradece a generosidade de todos.
 
CLÍNICA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DA CALHETA
Estarão na Clínica desta Instituição os seguintes especialistas: Dr.ª Alexandra Dias, Pediatra, a 19 de fevereiro; Dr. José Abreu Freire, Ecografia e Mamografia, 26 e 27 de fevereiro; Dr.ª Lourdes Sousa, Dermatologista, 1, 2 e 3 de março; Dr.ª Renata Gomes, Cardiologista, 7 e 8 de março. Contactar 295460110 / 111.
 
MISSA NA CALDEIRA
A Missa na Caldeira será no próximo domingo, 21 de fevereiro às 15 horas.
 
FESTIVAL DE SOPAS
Na próxima sexta-feira, dia 19 de fevereiro, o 11º ano da escola da Calheta vai fazer um festival de sopas e saladas na Casa do Povo da Calheta a partir das 19 horas. Esta atividade será inserida nas comemorações da Semana da Saúde. Convidamos a população a visitar-nos.

Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 732

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas