Nº 708

TOCAR E SER TOCADO

Tocar-te, Jesus, e em Ti tocar o centro do Evangelho, a sua permanência, a sua atualidade, aquela verdade que nos garantes quando nos fazes intuir que tudo nele faz sentido para nós, que precisamos dele como pão para a boca, porque nos fazem falta os segredos para sermos mais felizes, mais livres e mais generosos. Tocar-Te, Jesus, e em Ti tocar o essencial do Mistério da Vida, o lado de dentro da existência, e dar de caras com Deus como emergência familiar que cria e gera continuamente Vida à Sua imagem e semelhança… Tocar-Te, Jesus, e em Ti tocar o destino de cada Ser Humano como Salvação e Pertença Filial a um Deus que “não sabe” que o é porque está eternamente ocupado em ser Pai… Ser tocado por Ti, Jesus, e sentir a Força que vem de Ti, a energia, a Vitalidade do Espírito que estanca as nossas hemorragias antigas e é capaz de sarar as nossas feridas mais profundas… Ser tocado por Ti, Jesus, e em Ti ser mergulhado no dinamismo pascal da Vida, no Batismo do Espírito que vence as forças do Homem Velho e gera continuamente o Homem Novo, Homem Filho, Homem Corpo, Homem Divinizado… Ser tocado por Ti, Jesus, e perceber o que significa chamar-te a Ti e a tudo o que dizes e fazes Evangelho, Boa Notícia… finalmente, perceber, não como quem entende o que lhe foi transmitido mas como quem se sente renascer… Ser tocado por Ti, Re-Suscitado, e perceber que já hoje tens o poder do Espírito para Re-Suscitar a nossa Vida também…

Rui Santiago cssr

XXII DOMINGO DO TEMPO COMUM

Puros de coração

Dois monges caminhavam por uma estrada. Junto ao rio viram uma bela moça: - Que posso fazer para te ajudar? Perguntou um dos amigos. - Leva-me para o outro lado do rio. Sem hesitação o monge carregou-a às costas e deixou-a na outra margem. O outro colega ficou silenciosamente admirado pela ousadia mas, à noite, no templo, encheu-se de coragem e censurou o seu colega pelo atrevimento de ter levado tão esbelta donzela: - Não devias ter feito aquilo. Foi uma grande tentação tocar numa mulher tão jovem e bela. A nossa regra não permite tal liberalidade. O outro respondeu com humildade: - Eu deixei a jovem junto ao rio mas tu ainda a carregas inutilmente contigo no teu coração. O que faz com que uma ação seja boa ou má, pura ou impura, não é a letra da lei mas o espírito da mesma lei. A pureza exterior e ritual pouco importa. Às vezes, em nome de costumes e letras falta-se à lei essencial da caridade e mata-se o amor. O que vale é o que vai no coração. A pureza de coração não é fuga ao amor, mas amar mais e melhor em oblação de nós mesmos. A letra mata, mas o espírito dá vida.

Pe. José David Quintal Vieira, scj

MEDITAR

Coração para servir

Ó Cristo, para poder servir-Te melhor, dá-me um coração generoso. Grande no meu trabalho: vendo nele não uma imposição, mas a missão que me confias. Grande no sofrimento: verdadeiro soldado da minha cruz, verdadeiro Cireneu para a cruz dos outros. Grande no mundo: compreensivo com as fragilidades, mas imune às glórias vãs. Grande com os homens: leal para todos, mas atento principalmente aos pequenos e humildes. Um coração grande para comigo mesmo: nunca centrado em mim, sempre apoiado em Ti. Um coração grande para contigo, Ó meu Senhor; feliz por servir-Te E por servir os meus irmãos todos os dias da minha vida.

Inácio Larrañaga

CONTO (568) AMAR A VIDA

Depois de uma aula sobre o sentido da vida humana, a aluna aproximou-se do professor e perguntou-lhe: - Professor, quanto vale a vida humana? O professor, ficou pensando. Naquele momento passaram-lhe pela mente as questões clássicas - donde venho? O que faço? Para onde vou? A vida humana acaba nesta terra? Existe o transcendente? Quem dá sentido à vida? - Após alguns momentos, retirou o seu anel com uma pérola que tinha no dedo, entregou-o à aluna e disse-lhe: - Vai perguntar às pessoas quanto vale o anel. Mas não o vendas. Depois de saberes as respostas vem ter comigo. A aluna encontrou uma senhora a vender cerejas e perguntou-lhe: - Quanto me dá por este anel? - Dou-te 10 quilos de cerejas, respondeu a senhora. A seguir encontrou um senhor que vendia uvas: - Quanto me dá por este anel? - Dou-te 100 quilos de uvas. Mais adiante encontrou uma ourivesaria. Entrou e perguntou: - Quanto me dá por este anel? - Fico com ele por 200 euros. Entrou noutra ourivesaria. O ourives ao examinar o anel, olhando por cima dos óculos, com uma expressão enigmática, disse à aluna: - Este anel vale mesmo muito. Pode ter um valor incalculável. Depois, a aluna foi ter com o professor. Entregou o anel ao professor. Este interpelou a aluna: - Entendeste agora quanto vale a vida humana? - Não. Respondeu a aluna. - Pois é, disse o professor. Para uns, a vida humana vale 10 quilos de cerejas, para outros 100 quilos de uvas, para outros 200 euros. Mas o valor da vida é incalculável. Não há dinheiro que pague o valor da vida humana. É que a vida humana não é mercadoria, não é material negociável, mas é um dom de Deus dado à própria pessoa. E nenhum dom se negoceia, mas respeita-se, por ser dom, pela ligação à pessoa que no-lo deu e pela marca da sua dignidade.

In Tutti Frutti de Pedrosa Ferreira

Uma estrada, um caminho, leva-nos a uma meta. Há diversos caminhos que podem ir para a mesma meta, mas não é o mesmo ir por um caminho ou por outro. Cada caminho tem a sua especificidade que nos vai proporcionar determinadas experiências. Seja qual for o caminho que percorremos, temos a possibilidade de usufruir do bom que tem para nos oferecer…

Grão de Mostarda


FESTA DE SANTO CRISTO CALDEIRA De 1 a 5 de setembro - Missa às 20h antecedida de confissões. Dia 6 de setembro: 09h00 - Eucaristia 11h00 - Eucaristia de Festa seguida de arrematações e procissão.


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 708

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 827

Pensamento da Semana

Dá-nos um coração claro que veja o céu aberto
e o mundo como os olhos de uma criança,
olhos de confiança e de descoberta
que nos salvem dos hábitos.

 

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas