Nº 519

 

NÃO QUERO…

Vem este título a propósito de uma informação que se encontra nas páginas interiores desta Carta Familiar intitulado “Ser Pai”. Algo de muito importante que vai acontecer cá, na escola da Calheta e que se destina a todos os pais e espero que haja uma boa participação.
Sei que os pais se interessam pelos seus filho. Que fazem o melhor por eles e gostam muito deles.
Sei que dói lá dentro o coração quando pressentem que eles estão mais tristes, quando a vida não é o que se sonha e espera dos filhos. Dói quando um amigo ou aqueles que mais andam com eles no dia a dia mostram por “meias palavras” que afinal há alguns aspetos na vida dos filhos que não vai bem.
Olho para muitos pais que não sabem já o que fazer. Têm consciência que a educação é algo de muito difícil, principalmente no tempo que estamos atravessar. Alguns procuram sossegar a consciência dizendo que «isso é normal no tempo que estamos a viver»; «que todos os filhos são assim…», parece que já não há mais nada a fazer. Vamos levando este rumo do acontecer das coisas com paciência esperando por dias melhores.
Não sou a pessoa mais versada nestas coisas da educação e, para isso, teremos esta ação anunciada na nossa escola. Tenho ouvido, ultimamente, muitos dos meus alunos dizerem «não quero», «não faço» e isto, acerca de coisas muito simples como: pintar um desenho, ler um pequeno texto, estar sossegado e calado, falar mais baixo.
Não sei bem o que está a acontecer e gostava de perceber um pouco melhor. Tenho a impressão de que não se procura o caminho da firmeza. Melhor dizendo: ter alturas de se exigir dos filhos e não claudicar à mais pequena manifestação de descontentamento pela repreensão que se levou. Saber dizer «não» quando for necessário e «sim» quando se concorda. Não ceder naquilo que os pais consideram que é importante.
Tive o cuidado de dizer no princípio que os pais gostam, amam muito os seus filhos e estas atitudes, quando se tomam por amor, os filhos irão dar o reconhecimento na altura certa, por aquilo que os pais fizeram por eles.
Pe. Manuel António
 

II DOMINGO TEMPO COMUM

Tema

O dia mais importante

Era por volta das 4 hora da tarde. É surpreendente esta recordação que os discípulos têm do primeiro encontro com Jesus. Foi uma experiência fascinante que nunca mais esqueceram, lembrando-se de pormenores como a hora precisa, o que estavam a fazer, onde, com quem etc.
Perguntei a uma criança:
- E para ti qual é o dia mais importante ou mais feliz?
- Foi o dia da primeira comunhão, ou o primeiro dia de escola.
Recordei que até o Imperador Napoleão respondeu assim. Para ele o dia mais feliz não foi quando venceu a maior batalha ou quando foi coroado imperador, mas o da primeira comunhão. E a criança ficou satisfeita com a coincidência.
- És capaz de adivinhar agora qual é o dia mais importante para mim?
A resposta surgiu em avalanche: foi o dia em que entrou no seminário, o dia da ordenação sacerdotal, o dia da primeira missa …
- Nada disso. O dia mais importante para mim é hoje. Por isso não tenho saudades do passado. Hoje é mais importante que ontem e amanhã ainda melhor que hoje.
Que todos possamos viver com toda a intensidade o dia de hoje, como encontro pessoal com Deus, sentindo os seus efeitos e progredindo no seu caminho, tal como os primeiros discípulos experimentaram.
Pe. José David Quintal Vieira, scj
 

MEDITAR

 

A MINHA RELIGIÃO É O NOVO

 
A minha Religião é o Novo. 
Este dia, por exemplo; o pôr do Sol, estas invenções habituais: o Mar. 
Ainda: os cisnes a Ralhar com a água. 
A Rapariga mais bonita que ontem. 
Deus como habitante único. 
Todos somos estrangeiros a esta Região, cujo único habitante verdadeiro é Deus (este bem podia ser o Rótulo do nosso Frasco). 
Dele também se podia dizer, como homenagem: 
Hóspede discreto. 
Ou mais pomposamente: 
O Enorme Hóspede discreto. Ou dizer ainda, para demorar Deus mais tempo nos lábios ou neste caso no papel, na escrita, dizer ainda, no seu epitáfio que nunca chega, que nunca será útil, dizer dele: 
em todo o lado é hóspede, 
e em todo o lado é Discreto. 
Gonçalo M. Tavares, in Investigações Novalis
 
 

 

"Ao rejeitar a espada,
não tenho senão a lâmina do amor
para oferecer àquele que investiu contra mim. 
É ao oferecer-lhe esta lâmina
que espero sua aproximação". 
Gandhi
 

 

INFORMAÇÕES

 

Projeto “Ser Pai”
 

 

 

Os pais têm a seu cargo tarefas educativas nem sempre fáceis, que requerem uma especial reflexão e preparação, sobretudo numa época acelerada e em constante mudança de valores, atitudes e interesses.

Neste sentido, o Serviço de Psicologia e Orientação da EBS Calheta vai desenvolver o Projeto “Ser Pai”, aberto a todos pais que queiram participar.

Serão realizadas três sessões, na EBS Calheta (sala 1-secundário), em horário pós-laboral (das 18h às 20.30h), nos dias 20 de janeiro, 10 de fevereiro e 09 de Março.

Para mais informações, contactar a psicóloga da escola da Calheta através do telefone 295416288.

 

IGREJA DAS MANADAS

A Igreja das Manadas vai entrar, novamente, em reparações ao nível do teto. Assim, de 20 de janeiro a 5 de fevereiro as missas serão na Ermida de Santa Rita.

 

RECEITAS:

Cortejo de oferendas das Manadas 894,00€

Cortejo de oferendas do Portal 570,00€

Cortejo de oferendas da Urzelina 2.345.00€

 

FAJÃ DOS VIMES: Cortejo de oferendas 1.217,00€; Beija pé - 185,50€; Culto - 120,00€. A Comissão da Igreja da Fajã dos Vimes agradece a colaboração de todos.

 

Culto:Velas - 4.335.00€ Urzelina - 4.531.00€; Sto António - 355.00; Beira - 1.666.20€

Ribeira do Nabo "Grupo de Reis" - 2.200,00€

A receita do grupo de reis da Ribeira do Nabo destina-se a ajudar nas obras a decorrer na ermida de  Nossa Senhora da Encarnação. As obras estão quase concluídas e de um orçamento de 57.000 € fica a faltar apenas 3. 265,00 €

Agradecemos a grande generosidade que se verificou, bem como o excelente trabalho das comissões fabriqueiras das respetivas Igrejas. Agradecemos aos que tiveram a iniciativa, aos que aderiram ao mesmo e aos que abriram as portas da sua casa e do seu coração. Obrigado, que a Senhora da Encarnação nos proteja.

 

VENDE-SE

Vende-se casa no lugar da Silveira da Ribeira Seca, pertencente a herdeiros de Adelina Silveira. Os interessados podem contactar o nº 295 416 477

 

CLÍNICA DOS BOMBEIROS

 

 

 

A Direcção da Associação de Bombeiros Voluntários da Calheta informa que de 29 de fevereiro a 1 de março, estará na Clínica desta instituição a Dr. ª Lourdes Sousa Dermatologista. Os interessados podem fazer as suas marcações para os números 295 460 110 / 295460111.

 

 

 

 

 


Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 519

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 827

Pensamento da Semana

Dá-nos um coração claro que veja o céu aberto
e o mundo como os olhos de uma criança,
olhos de confiança e de descoberta
que nos salvem dos hábitos.

 

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas