Nº 507

 

UM DEUS TEIMOSO…

Se o meu amigo Luizinho, aquele que me escreveu uma carta um dia destes, me desse a sua opinião sobre o Dia das Missões que celebramos este domingo, penso que ia pôr o título que dei à primeira página.
É que os pequeninos percebem estas coisas de uma maneira diferente. Deus que é tão bom, tão conhecedor, ainda teima em enviar, teima em pedir que se diga evangelizar, teima em que se anuncie a Boa Nova? O Luizinho diria que Ele ainda não percebeu que não estamos para ai virados. Agora é mais outras coisas. Ideias que são mais fixes como aquelas da internet, ou os jogos… Tantas coisas tão fixes para falar e pensar…
O meu amigo até tem alguma razão pelo que vamos sendo embalados, mas Deus continua a teimar e a pedir que sejamos mensageiros. Ele é desconcertante e não vai com aquela de forçar e exigir. Ele deixa que sejamos levados pelo Seu Amor.
Penso que o Luizinho ia perceber esta teimosia de Deus quando lhe dissesse que Deus, levado pelo amor a todos, enviou o que Lhe restava de mais querido… O Seu próprio Filho.
É esta a forma de agir de Deus. Ele dá tudo o que tem e não por interesse mas porque AMA.
Então, Ele pede que sejamos anunciadores desta forma de Amar. Ele pede que sejamos generosos e dedicados. Ele pede que cada um faça a sua parte que Ele depois fará a Sua e, assim, as coisas têm outro sentido e outro valor.
Ele pede que sejamos simples neste dizer o Seu Amor, para que seja mais simples de ser vivido e entendido. Ele sabe que as coisas do Amor quando são complicadas se afastam da fonte e deixam de ser cristalinas.
Ele pede que este anúncio seja feito partilha, diálogo. Assim como quem caminha ao lado dos outros, porque sente a sua falta e sabe que Amar é andar junto com outros.
Ele sabe que há mil maneiras de dizer o Amor de Deus e muitas maneiras de o viver. Ele só pede que sejamos capazes de dizer e de viver o Amor de Deus.
E assim se torna belo o Dia das Missões quando teimo em falar na maneira de Deus Amar.
 
Pe. Manuel António

XXX DOMINGO COMUM

Meditando

Quem vem depois

A catequista estava a interrogar os seus alunos:
- Quem é capaz de dizer qual é o maior mandamento da Lei do Senhor?
- Amar a Deus e amar o próximo - responderam em coro.
- Muito bem, vê-se que os meninos estão atentos na catequese e sabem muitas coisas. Mas qual de vós quer dizer quem é o próximo?
Todos ficaram pensativos até que uma menina, sem hesitação, levantou o dedo para falar:
- O próximo é o que vem depois.
A catequista nem queria acreditar no que ouviu:
- Como? Aquele que vem depois?
- Sim. É o que vem a seguir. Ontem, a minha mãe levou-me ao médico e estava lá muita gente. Cada vez que saía uma pessoa do consultório a enfermeira pedia: o próximo.
- É verdade, é assim... confirmaram todos.
- Bendito seja Deus! - concluiu a catequista. Estes meninos sabem mais do que eu.
É o mesmo Senhor Jesus que continua hoje a revelar a Sua lei: Amar a Deus e ao Próximo, amar a Deus que vem primeiro e amar o próximo que vem depois, amar o Mestre e o discípulo que está a seguir, amar o Senhor e amar aquele que dele precisa, amar a Deus e a quem está perto dele porque todos estamos no seu coração.
Pe. José David Quintal Vieira, scj
 

MEDITAR

 

NÃO É FÉ

Se a nossa fé
não nos fizer acreditar que o dia de hoje pode ser melhor do que o de ontem;
se não nos arrancar da mesquinhez egoísta que nos esmaga de solidão e morte;
se não nos puxar os braços para os outros, na gratuidade natural de quem respira;
se não fizer com que a poesia desça ao nosso peito e as crianças e velhos bebam luz dos nossos olhos;
se formos secos de ternura e apenas e só prudentes como as serpentes;
se não passarmos de atarefados medricas a fugir, dias fora, da própria sombra;
se faz tremer a verdade e não rói os alicerces à mentira;
se não estrangula o desespero e incendeia a alegria;
se não nos fizer pôr na vida a beleza das palavras que engendramos,
então não é fé, pelo menos não é cristã.

Agarra-nos pelos ombros e diz-nos outra vez: «se a tua fé fosse sequer do tamanho de um grão de mostarda, dirias a esta montanha: vai daqui para ali, e ela iria e nada te seria impossível.»
Henrique Manuel, em Mas Há Sinais...

CONTO (373)

 

OS FÓSFOROS

Um dia, um viajante atravessava um bosque num dia de ventania. Cansado depois de muita horas de cavalgar, achou que tinha chegado o momento de parar e acender um cigarro.
Desceu do cavalo e tirou um cigarro do maço. Mas na caixa só encontrou dois fósforos. Experimentou o primeiro, que não se acendeu. Disse para consigo.
- E agora? Tenho um enorme desejo de fumar e possuo apenas um fósforo. E se calhar também este não se vai acender! Que pouca sorte eu tenho!
E continuou a falar para os seus botões:
- Mas suponhamos que este fósforo se acende e eu fumo o cigarro e atiro a beata para o chão. A erva seca poderia começar a arder, pois está ressequida. E, enquanto eu tentaria apagar as chamas, elas poderiam fugir e queimar toda esta planície. Depois as chamas, levadas pelo fogo, pegariam fogo a toda a floresta. E o incêndio tornar-se-ia incontrolável, levando o fogo até à aldeia mais próxima, queimando as casas e deixando atrás de si apenas cinzas e morte. Tudo depende deste fósforo que tenho na mão.
Depois desta reflexão, riscou nervosamente o fósforo que, felizmente, não se acendeu.
 In TUTTI FRUTTI  de Pedrosa Ferreira

 

«Pouco importa quanto fazes,
o que importa é quanto amas.
Pouco importa quanto tens. 
O que importa é o que tu és.»
Sto. Agostinho
 

 

INFORMAÇÕES

RECEITAS

A festa de Nossa Senhora da Boa Viagem do Portal teve a receita de 1.240,00€ (mil duzentos e quarenta euros).
 
O Culto na Paróquia de Santa Catarina da Calheta teve a receita de 3.868,00 (três mil oitocentos e sessenta e oito euros).
 

CLÍNICA DOS BOMBEIROS VOLUNTÁRIOS DA CALHETA

Direcção da Associação de Bombeiros Voluntários da Calheta informa a vinda dos seguintes médicos:
Dr. Carlos Aguilar: Oftalmologista, nos dias 28, 29 e 30 Novembro de 2011.
Mais se informa que o médico Oftalmologista virá acompanhado da Óptica Flores.
Dr.ª Aida Sousa especialidade: Naturopatia, Homeopatia, Acupunctura e Mesoterapaia Estética e Terapêutica, em finais de novembro de 2011.
Dr. José Abreu Freire, Imagiologia/Radiologia (Ecografia e Mamografia), de 20 a 23 de novembro de 2011
Os eventuais interessados podem fazer as suas marcações para os números 295 460 110 / 295460111.
 
 

Faça download desta Carta Familiar em formato PDF: Nº 507

Agenda Pastoral

Destaque

Mais Recente Carta Familiar em PDF!

Nº 819

Pensamento da Semana

 

Um anjo nunca se faz conhecer, nós só sabemos que ele esteve connosco quando ele parte. Porque deixa-nos na vida um perfume, deixa-nos na vida um desassossego.

 

Erri de Luca, in Em nome da mãe

Os nossos Links

Ouvidoria de São Jorge
FAJÃS Grupo de Jovens
Cartas Familiares Anteriores

H2ONews

Visitas


Ver Estatísticas